Flores

Acácia: floração incrível, perfume e outras curiosidades

A acácia é originária da Ásia. Também é chamada de cássia-imperial e fornece sementes tão perfumadas quanto suas flores. Diz-se até que o aroma é semelhante ao do alcaçuz.

Popularmente, recebeu o apelido de chuva-de-ouro, por causa dos lindos cachos amarelos que enfeitam seus galhos de setembro a fevereiro.

As sementes de acácia germinam com facilidade. Porém, se a ideia é um trabalho paisagístico rápido, o efeito é obtido dando preferência a uma muda já crescida, encontrada em lojas especializadas.

É uma árvore sensível ao transplante. Por isso, analise bem o lugar em que ela será colocada e não remova a acácia de seu canto após o plantio.

Outra dica é ficar de olho no melhor período de plantio da acácia, a primavera, quando o clima é mais ameno e, portanto, tem-se menor risco de desidratar a planta.

A acácia gosta de sol na medida certa, requer pouca água e prefere terra rica em matéria orgânica. Se você optar por composto vegetal e húmus de minhoca em partes iguais, é a mistura ideal para o plantio dela.

A árvore oferece uma das florações mais espetaculares do mundo. Chegou a ganhar destaque na ficção, uma vez que foi escolhida para dar nome à floricultura do personagem central da novela Sangue Bom, exibida pela Rede Globo de Televisão em 2013.

E não é só a beleza dela que faz sucesso. A acácia-amarela é, para muitos, um excelente recurso na medicina natural. Entre as aplicações dela, estão as flores, com ação laxante, e as folhas, que agem no combate a problemas de pele; e seus frutos, para auxiliar em casos de picada de cobra e reumatismo.

Um dos usos populares da acácia é como cicatrizante para fechar pequenos ferimentos na pele e aliviar a dor. O que é feito por meio de compressa no local afetado. Funciona assim: dilui-se 20 ml de tintura da casca de acácia em ½ litro de água e aplica-se no lugar desejado.

O consumo do chá de acácia é recomendado para aumentar o apetite, tratar gripe ou resfriado. Para isso, é preparada a bebida com 1 colher de chá de cascas de acácia em uma xícara de água fervente. Após alguns minutos de repouso, basta coar e tomar o líquido 2 vezes ao dia.

Enquanto planta medicinal, a acácia serve para ajudar em quadros de fraqueza, raquitismo, doenças respiratórias (asma, faringite, bronquite e tuberculose), além de falta de apetite e diarreia. Suas propriedades são: estimulante, cicatrizante, antimicrobiana e antibiótica.

Porém, é importante destacar que todas as partes da acácia devem ser utilizadas sob orientação médica, pois ela é considerada tóxica. É recomendado ainda mantê-la fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Quando ingerida em excesso, a planta é capaz de provocar alucinações, entre outros efeitos colaterais.

Grávidas, lactantes, idosos e crianças com menos de 12 anos não devem utilizar acácia em preparos com finalidade terapêutica.

Um jeito de aproveitar a planta com segurança é espalhar suas vagens secas e abertas nos ambientes, proporcionando o cheiro típico dela que, em pouco tempo, é capaz de perfumar a casa toda.

Saiba mais sobre a acácia

Acácia é um nome antigo dado a um grupo de leguminosas, às espécies da mesma família da soja, ervilha, feijão e amendoim, entre outras. De uns tempos para cá, esta turma foi repartida em cinco novos gêneros. Deles, apenas dois (Senegalia e Vachellia) são encontrados no Brasil.

Entre nós, a Senegalia é a mais numerosa, com aproximadamente 52 espécies. Já a Vachellia conta com somente duas em solo brasileiro, sendo que uma delas costumava ser tratada por Acacia farnesiana, um tipo com boa distribuição pelo mundo.

A acácia é conhecida como um dos símbolos mais representativos da Maçonaria. O cantor e compositor Luiz Gonzaga, inclusive, fez uma canção chamada Acácia-amarela, em homenagem à sociedade secreta e ao próprio símbolo maçônico.

Antes de terminar, não custa reforçar: consulte seu médico antes de fazer qualquer tratamento. Tire suas dúvidas com profissionais capacitados e atualizados.

Espero que tenha gostado do post de hoje, descobrindo mais sobre esta encantadora e vibrante planta, a acácia.

Até a próxima!

/* ]]> */