Beleza Estética Pele

Ácido kójico: Elimine manchas na pele com a ajuda deste ácido!

Ácido Kójico

Você provavelmente já ouviu falar no ácido kójico, principalmente se sofre com manchas indesejáveis na pele que só atrapalham a maquiagem e derrubam a autoestima.

Presente na composição de diversos cosméticos e nome recorrente nas clínicas estéticas, revistas e sites de beleza, o ácido kójico é um dos ativos mais indicados para eliminar manchas na pele.

Apesar de trazer resultados mais lentos se comparados a outros ácidos, como o retinóico ou a hidroquinona, ele tem ganhado pontos com a mulherada por não ser fotossensível e nem agredir a pele.

Quer saber mais? Leia este post e saiba como este ácido pode te ajudar a conquistar uma pele mais bonita e uniforme. Confira!

O que é ácido kójico

O ácido kójico é um despigmentante natural produzido através do Koji, um cogumelo japonês.

É utilizado para fins estéticos, no clareamento de manchas na pele, melhorando seu aspecto e evitando a sua piora, através da inibição na formação da melanina, substância responsável por dar pigmentação à pele.

Indicações de uso e atuação do ácido kójico

O uso de ácido kójico é indicado para o clareamento de manchas ocasionadas por atrito, acne, exposição solar, métodos depilatórios, alergias ou envelhecimento.

Ele provoca uma descamação leve na pele incentivando a sua renovação. Seus ativos estimulam a pele a produzir novas células em camadas mais profundas da epiderme, removendo a sua camada mais superficial e resultando no clareamento da região.

O ácido kójico pode ser encontrado na forma de pomadas, máscaras e cremes manipulados e ainda ser utilizado em procedimentos como o peeling, feito em clínicas estéticas e dermatológicas. É importante ressaltar que os tratamentos profissionais apresentam resultados mais rápidos e eficazes que os cosméticos, pois a concentração usada da substância é maior.

Benefícios do ácido kójico

O ácido kójico traz diversos benefícios se comparado com outros ácidos clareadores. Confira alguns deles:

  • Não é fotossensível, ou seja, não mancha a pele se esta for, eventualmente, exposta ao sol;
  • É um ativo seguro e pouco agressivo;
  • É um poderoso despigmentante, eliminando manchas na pele,
  • Possui ação antisséptica, evitando a proliferação de fungos e bactérias na pele;
  • É antioxidante, ajudando na prevenção do envelhecimento precoce;
  • Pode ser combinado com outros ativos para potencializar sua ação, como o ácido glicólico, ascórbico, entre outros.

Cuidados e contraindicações

O uso de ácido kójico não tem contraindicações, por se tratar de um ativo seguro e com baixa irritabilidade para a pele. No entanto, é sempre recomendável a consulta a um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento com ácidos.

Somente o profissional poderá verificar se o ácido kójico é o mais indicado para sua pele, assim como as concentrações, frequência e modo de aplicação.

Após a utilização do ácido kójico não é necessário nenhum cuidado específico, no entanto, recomenda-se proteger a pele dos raios solares. Por mais que ele não seja fotossensível, seu uso deixa a pele mais sensível e por isso deve ser combinado ao uso de protetor solar.

Os resultados do uso desse ácido no clareamento de manchas são muito satisfatórios, no entanto, demoram mais para aparecer se comparado à hidroquinona, por exemplo. Mas os primeiros sinais de melhora podem ser notados em 15 dias de uso.

Além disso, se formos colocar na ponta do lápis, o ácido kójico é mais vantajoso pois além de trazer bons resultados, ainda apresenta poucos riscos e não é agressivo para a pele.

Você usa algum ácido na sua rotina de beleza facial? Já tinha ouvido falar sobre o ácido kójico? Deixe sua opinião nos comentários!

/* ]]> */