Looks Moda

Bandage Dress: 15 dicas de como criar looks de arrasar

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Bandage Dress é simplesmente um arraso. O maravilhosinho do vestido é criação do estilista francês Herve Leger, mas como isso foi lá em 1985, isso é história antiga. Tão antiga quanto a lycra das tiras que confeccionavam peças caras e exclusivas, feitas à mão e sob medida, e que ainda usavam seda ou lã elástica.

Sempre cobiçados, mas nunca tão usados quanto hoje, é bom você saber que os Bandage Dress são vestidos especiais, que merecem ocasiões especiais. E vamos te entregar hoje uma lista com 15 dicas de como criar looks de arrasar usando estas peças extraordinárias, mas perigosas.

Perigosas porque o Bandage Dress não é nada democrático. É um vestido todo cheio de mimos e exige cuidados na hora de vestir. Vamos às dicas:

1 – Bandage Dress não é para trabalho, é uma peça fabulosa mas é noturna, é para um evento evento que não precise de muitas formalidades. É arriscado até para ser madrinha de batizado. É cruel, é chique, é glamoroso, mas tem hora e lugar para usar.

2 – Abusado. Quem quer usar para aparecer, saiba que o vestido pode ser longo, pode curtinho, decotado ou mais fechado. Só fique atenta ao modelo compatível com a sua altura.

3 – Para usar Bandage Dress, seu lingerie precisa desaparecer. Aa dica aqui é usar calcinha sem costura para não marcar nada. Ou aqueles lingeries com corte a laser. As amigas adeptas da calcinha fio dental não terão problemas. Afinal, é um vestido de apelo sexy, mas com elegância.

4 – Se esfriar, você pode usar um complemento com Blazer acinturado. O ideal é usar bem aberto mesmo, ou jaqueta de couro crop ou curta.
5 – Para calçar, meia altura vai bem. Scarpin meia-pata vai ficar lindo. Mas pode calçar um salto alto que faça a diferença toda vez que você andar. Elegantérrimo!

6 – Acessórios precisam ser discretos. Você já está usando uma peça que chama muito a atenção. A melhor bolsa ou carteira é aquela pequena, discretinha. Aposte em tons próximos aos do vestido. Alguns brilhantes também não farão mal, mas o importante é que sejam miúdas.

7 – Anéis e brincos médios completam o look com elegância e acerto genial de quem entende mesmo de moda e sabe se vestir bem. O acessório vai aparecer, como um lindo enfeite em você toda poderosa usando o Bandage Dress.

8 – Cabelo solto vai bem. Aliás, é o recomendado. É o visual clássico mulherão. O corpo escultural e os cabelos esvoaçantes.

A mulher negra, de cabelo cacheado ou crespo pode ousar sem medo. Amiga, deixe soltos seus lindos cabelos! Deixe grandes, enormes! Você vai ficar linda!

9 – Aposte em tons sóbrios para a maior parte dos acessórios e complementos, como sapatos, bolsas, brincos, enfeites de cabelo, e até na maquiagem. Falando nisso, devagar com a cor do batom, vermelho é over.

10 – Menos é mais. Uma peça bem estruturada, com poucos decotes é a que agrada mais facilmente. Ainda mais para quem prefere mostrar menos. É sensual, mas esconde e enlouquece.

11 – Bandage Dress pode ser um vestido cruel. Isso porque deixa de fora muitas meninas que gostariam de usar essa peça dos sonhos.

Se a moça for muito magrinha, o vestido cai solto e não faz as curvas. Ela não vai ser favorecida.

Mas tem uma sugestão. Se for o seu caso, tente o Chain Strap Bandage Dress. Cai melhor

12 – A garota acima do peso, vai ver que o que está além, vai ficar muito aparente, o que pode deixar muita amiga incomodada ao usar o lindinho.

Se for a garota for plus com orgulho, vai ser difícil achar o número ideal. O Bandage Dress é bonito, mas para quem cabe no vestido. Aqui a ditadura do tamanho impera potente e cruel. Não é você quem veste a peça, é o vestido que te usa o quanto quiser, por isso, não se apegue emocionalmente, um dia o Bandage Dress vai te abandonar.

Gordinha pode usar?

Amiga, eu jamais diria a você se pode ou não usar alguma coisa. A verdade é que algumas roupas, a gente pode usar sempre. E outras a gente só vai querer usar uma vez.

O Bandage Dress é lindo, mas cruel. Quando for comprar, experimente, teste, olhe por todos os ângulos, ouça o seu anjinho do bom senso e o seu diabinho da autoestima e decida se fica bom ou não. Seja gentil com você, mas seja dura com Bandage Dress! Não aceite desaforo! E se você decidir que não ficou bem, pode dizer ‘não’ à vendedora!

13 – É o vestido perfeito para o corpo violão.

Gente, este vestido é do capeta. Exige cinturinha fina e bumbum saliente para fazer todas as lindas curvas. Então, se você achar que não está bem em você, não se desespere, esta roupa é a madrasta malvada de todos os vestidos. Só ela quer ser linda. E vai ser a morte para todas as outras.

E pior: Apenas ter um corpão só não basta. Se você vai usar Bandage Dress com decote, ombros de fora são bons e o corte em ‘V’ ajuda a alongar a silhueta.

O Bandage Dress foi criado para mostrar o corpão batalhado na academia, e se você está essa sensação toda, o seu cuidado vai ser para não exagerar na sensualidade. Então, acessórios mais discretos, nada muito curto e nem decotes generosos, ou você vai passar de poderosa a desinibida rapidinho.

14 – No sentido contrário, é bom evitar os modelos sem alças. Um detalhezinho tão simples e a sua altura é prejudicada. O modelo sem alças achata a silhueta. Aposte mínimos nos detalhes. Alças diagonais ou irregulares fogem do formato “tomara que caia”.

15 – Treine antes de andar. Aqui o que era natural se tornou um desafio. Com um vestido tão justo, se o cumprimento for abaixo dos joelhos, a roupa vai atrapalhar um pouco na hora de caminhar. Você acha que vai resolver o problema com um vestido curtinho? Fica ainda mais complicado para sentar. A amiga que prefere modelos mais curtos e tem lindas pernas, não vai se sentir intimidada, mas na hora de sentar, o Bandage Dress muito curto pode ser um inimigo da boa impressão. Vai sobrar coxa um descuido e o comentário vai ser geral. Proteja-se ou fique de pé.

E para não causar má impressão a ninguém, Bandage Dress é lindo, mas deve ser a peça mais difícil do guarda-roupas de qualquer mulher. Tanto que deveria ter um aviso do Ministério da Saúde na etiqueta “Arrase com moderação”.

Então, todo cuidado e vá ser um sucesso!

/* ]]> */