Dança Saúde

Veja os benefícios da dança do ventre para a autoestima e o bem-estar

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Mexer o corpo de qualquer forma é algo capaz de proporcionar um bem enorme à saúde física e mental. Mas, alguns tipos de dança trazem ainda mais vantagens para o amor-próprio, principalmente da mulher. Conheça hoje os benefícios da dança do ventre.

Dos pontos de vista corporal, estético e psicológico, os principais ganhos ao praticar dança do ventre são:

• Impulsiona a feminilidade, a sensualidade, mas sem traços de vulgaridade.

• Alivia o estresse diário; favorece a interação, a troca de vivências e informações. Com isso, desenvolve a capacidade de superar os próprios desafios.

• Ajuda a perceber a importância de ter um cuidado especial e delicado com o próprio corpo.

• Desenvolve a percepção sensorial por meio de sequências e dinâmicas. Assim, a mulher aumenta sua sensibilização, de maneira que sua leitura musical ganha interpretação através de movimentos precisos.

Um dos benefícios da dança do ventre, portanto, é colocar quem a pratica em contato maior com suas emoções, seu interior.

• Melhora flexibilidade, resistência física e circulação sanguínea, auxiliando na prevenção e/ou controle de diversos desconfortos e problemas.

• Estimula a mulher a ter uma alimentação mais saudável, especialmente no intuito de favorecer seu corpo. Desta forma, pode ter uma disciplina mais adequada em relação a hábitos alimentares e corre menos risco de aderir a dietas radicais que não trazem resultados consistentes.

• Permite à mulher aprender a destacar pontos mais favoráveis de suas curvas e amenizar os menos interessantes. Ou seja, estimula a sensação de estar bem com o próprio corpo.

• Faz com que a dançarina observe melhor suas qualidades – algumas delas talvez nunca tenham sido trabalhadas. Isto é, favorece a melhora imediata da autoestima.

• Desenvolve concentração, criatividade, atenção na música e movimentos, assim como a agilidade mental, coordenação motora e eixo de equilíbrio.

• Auxilia na redução da timidez, que normalmente atrapalha os mais diversos aprendizados e, também, os relacionamentos.

• Estimula a aceitação de si mesma como ser belo, encantador e diferenciado.

 

• Favorece a reeducação postural (valoriza o busto), a tonificação e o enrijecimento da musculatura facial, do abdômen, pernas, ombros, glúteos, braços e costas, ajudando a definir o corpo feminino.

• Trabalha as articulações, melhorando seu condicionamento, evitando lesões e dores.

• Estimula os pulmões por meio das respirações rítmicas.

• Permite queimar muitas calorias e, assim, contribuir para o emagrecimento. São aproximadamente 300 calorias a menos durante uma hora de aula de dança do ventre.

• Atenua incômodos como intestino preso, cólicas e tensão pré-menstrual, graças aos movimentos ondulatórios que fazem uma massagem nos órgãos internos.

• Aumenta os reflexos e alivia tensões.

• Impulsiona a irrigação sanguínea na região pélvica, permitindo mais equilíbrio e prazer sexual ao facilitar dilatações e contrações.

• Promove trabalho localizado na área do períneo, controlando esfíncteres e prevenindo distúrbios urinários na terceira idade.

• Auxilia na regulação das funções hormonais.

• É aliada na preparação do corpo para a gestação e, com o aprendizado de seus exercícios, pode ajudar a aliviar as dores do parto.

A mulher que busca aulas de dança do ventre costuma ficar mais desenvolta, desinibida e vaidosa; aprende que é bom cuidar do corpo e da cabeça, na idade que for, não importando o peso que aparece na balança.

Todos nós temos pontos mais interessantes e outros nem tanto. Ninguém é perfeito! E, no final das contas, homens ou mulheres querem a mesma coisa: serem aceitos, admirados, elogiados, amados.

Se você gosta de dançar ou nunca tentou, fica a dica do artigo de hoje para, quem sabe, deixar o contato com você mesma ainda mais próximo – de preferência para sempre…

Quando nos amamos, fica muito mais fácil que os outros ao nosso redor façam isso também. E quem não for capaz ou não quiser, é convidado a se retirar.

Os benefícios da dança do ventre estão aí para dar uma forcinha…

Até a próxima!

/* ]]> */