Remédios Saúde

Bupropiona para parar de fumar: realmente funciona?

Bupropiona
Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

A Bupropiona é um medicamento que está disponível para uso através de uma prescrição médica. Pode ajudar a equilibrar produtos químicos em seu cérebro para reduzir seus sintomas de abstinência. A Bupropiona é uma das duas medicações prescritas mais populares quando o assunto é parar de fumar, e a grande maioria dos médicos clássica esse medicamento como eficiente para tal.

Vantagens da Bupropiona

A bupropiona é um tratamento que funciona alterando a resposta do cérebro à nicotina. Isso torna o tabagismo menos prazeroso e reduz a ansiedade enquanto trabalha em seus hábitos de fumar. Outras vantagens da bupropiona incluem:

  • Quem faz o uso da Bupropiona tem duas vezes mais chances de conseguir parar de fumar com sucesso.
  • A Bupropiona não contém nicotina, o que torna esse tratamento ainda mais saudável do que os tratamentos de substituição de nicotina, o que é importante para algumas pessoas.
  • A Bupropiona é um dos tratamentos para parar de fumar que permite que a pessoa engorde pouco ou nada enquanto para de fumar de vez.

Como funciona a Bupropiona

A bupropiona é uma pílula que você toma para reduzir seu desejo pelo tabaco. A maneira como esse medicamento faz isso não é inteiramente conhecida, mas a bupropiona não contém nicotina e não o ajuda a parar de fumar da mesma forma que a terapia de reposição de nicotina, porém, ela funciona muito bem diminuindo a vontade de fumar e os sintomas de abstinência, sendo muito eficiente em seu tratamento.

Os médicos também prescrevem a bupropiona para tratar a depressão, mas a capacidade da bupropiona de ajudar as pessoas a parar de fumar não está relacionada à sua ação antidepressiva, e ela pode ajudar a parar de fumar mesmo que você não tenha depressão, é claro.

O uso da bupropiona começa diariamente, 1 a 2 semanas antes de você parar de fumar. Isso aumenta o nível de remédio em seu corpo. Você toma a bupropiona por 7 a 12 semanas depois de parar de fumar. Você pode fazer uso desse medicamento por cerca de 6 meses a um ano, dependendo do seu caso, resposta, e das indicações do seu médico.

A bupropiona funciona tão bem quanto as terapias de reposição de nicotina, e o uso de bupropiona juntamente com a terapia de reposição de nicotina (como adesivos de nicotina, chicletes ou inaladores) pode aumentar suas chances de sucesso.

Tomada como indicado, a bupropiona reduz:

  • Ânsia
  • Irritabilidade, inquietação, ansiedade
  • Dificuldade em se concentrar
  • Sentimentos de infelicidade ou depressão

Por que usar a Bupropiona

A bupropiona é indicada para uso em pessoas que fumam 10 ou mais cigarros por dia e têm pelo menos 18 anos de idade. Os médicos prescrevem esse medicamento para ajudar as pessoas quando elas param de fumar, uma vez que ele reduz a vontade de fumar e ajuda seu organismo a se adaptar com a falta de nicotina.

Como usar a Bupropiona

A bupropiona está disponível como uma pílula, e você fará uso oral desse medicamento. Para consegui-lo em uma farmácia você precisará de receita médica, e isso acontece porque esse medicamento é muito forte, e por isso seu uso deve ser controlado.

Comece a tomar a bupropiona cerca de duas semanas antes de parar de fumar. Isso aumenta os níveis de remédio em seu corpo. Continue a fumar como de costume enquanto toma a bupropiona até que chegue sua data para parar de fumar.

A dose recomendada de bupropiona para ajudar você a parar de fumar é:

  • Dias 1-3: Tome um comprimido de 150 mg uma vez por dia de manhã.
  • Dia 4 até o final do tratamento: tome um comprimido de 150 mg duas vezes ao dia, uma vez pela manhã e uma vez no início da noite (pelo menos 8 horas entre as doses).

A duração recomendada da terapia com bupropiona é de sete a doze semanas, e você pode tomar a bupropiona com ou sem alimentos. Para mais informações sobre como usar esse medicamento, converse com seu médico.

Contraindicações da Bupropiona

Você não deve tomar bupropiona se você:

  • Já está tomando outros medicamentos que contêm bupropiona.
  • Tem convulsões ou uma condição médica que o torna propenso a convulsões.
  • Está fazendo uso de algum um inibidor de monoamina oxidase.
  • Tem um transtorno alimentar.
  • Tenha um problema de uso de álcool.
  • Se você está grávida, amamentando ou planejando engravidar, não use nenhum medicamento, a menos que seu médico lhe diga. Alguns medicamentos podem prejudicar seu bebê. Isso inclui medicamentos prescritos e de venda livre, vitaminas, ervas e suplementos. E certifique-se de que todos os seus médicos saibam que está grávida, amamentando ou planejando engravidar.

Efeitos colaterais da Bupropiona

Os efeitos secundários mais comuns da bupropiona incluem:

Boca seca, afetando 1 em cada 10 pessoas que usam bupropiona.

Dificuldade em dormir (insônia). Se você tomar uma dose de manhã e à noite, tomar a dose à tarde pode ajudar com problemas de sono. Tome a dose da noite pelo menos 8 horas após a dose da manhã.

Em mais de 70 de cada 100 pessoas que usam bupropiona, os efeitos colaterais acima desaparecem em cerca de uma semana depois de parar de tomar o remédio. Apenas cerca de 10 em cada 100 pessoas têm que parar de tomar bupropiona por causa de efeitos colaterais.

Efeitos secundários menos frequentes (ocorrendo em menos de 10 de cada 100 pessoas) incluem:

  • Tontura
  • Dificuldade em se concentrar
  • Náuseas
  • Ansiedade
  • Prisão de ventre
  • Tremores
  • Problemas de pele ou erupção cutânea
  • Existe um pequeno risco de ter convulsões ao usar a bupropiona. O risco aumenta se você tiver tido convulsões no passado.

A bupropiona é boa para parar de fumar?

Como outros tratamentos, a bupropiona funciona melhor quando faz parte de um programa que inclui a configuração de uma data de término; quando você tem um plano para lidar com coisas que fazem você sentir vontade de fumar (gatilhos); e quando você recebe apoio de um médico, conselheiro ou grupo de apoio.

O uso de bupropiona juntamente com a terapia de reposição de nicotina (como adesivos de nicotina, chiclete ou inalador) podem funcionar melhor que qualquer terapia isolada. Converse com seu médico antes de combinar bupropiona com terapia de reposição de nicotina.

/* ]]> */