Chás Nutrição

Chá de Canela: Conheça os benefícios

O chá de canela possui um sabor doce e picante ao mesmo tempo, o que o torna delicioso. Além disso, seu preparo é simples, e ele é capaz de gerar diversos benefícios para a saúde.

Para preparar o chá de canela, basta ferver um pedaço de casca de canela no equivalente a pouco mais de uma xícara de água por 15 ou 25 minutos. Depois, basta reservar por 15 minutos e beber. Algumas receitas utilizam, ainda, uma colher de sopa de canela em pé na água fervente.

Qualquer que seja sua forma favorita de preparo, o chá de canela apresenta uma série de benefícios para a saúde. Confira quais são os principais fatores e cuidados relacionados ao chá:

A canela e o colesterol

Um estudo publicado em setembro de 2013 na publicação “Annals of Family Medicine” concluiu uma relação entre canela e colesterol. De acordo com o estudo, doses de 120 miligramas a 6 gramas diárias de canela reduzem os níveis de colesterol LDL e triglicerídeos.

Em adição, o estudo percebeu o aumento do colesterol LDL, considerado bom. Além disso, o estudo demonstrou que a canela surte efeitos sobre os níveis de glicemia e lipídios no sangue.

Componentes antioxidantes

cha de canela

Segundo a Sociedade Americana de Câncer, a presença natural de antioxidantes em alimentos beneficia a saúde de diversas formas. Entre elas, destaca-se a capacidade de prevenção do câncer.

Em comparação com outras ervas e temperos ricos em antioxidantes, a canela possui a terceira maior concentração de todas. Entre os alimentos cotidianos, ela perde apenas do alho. Além disso, os antioxidantes naturais, como os presentes no chá de canela, são mais eficazes do que os sintéticos.

Por isso, é seguro dizer que um bom chá de canela deve gerar mais benefícios para sua saúde do que uma cápsula cara de antioxidantes.

Leia também: Chá de Erva Doce: Conheça os benefícios

Atuação contra a Diabetes tipo 2

A Diabetes Action Research and Education Foundation publicou diversos estudos a respeito dos efeitos da canela no sangue. Em especial, por motivos óbvios, os estudos tratavam das taxas de açúcar no sangue e seu controle.

Os testes médicos demonstraram alguns efeitos no sangue de pessoas diabéticas na sensibilidade à insulina. Este estudo deu início a uma nova etapa de testes com 60 pacientes, durante quarenta dias. Segundo o novo estudo, os pacientes que consumiram canela regularmente, as taxas de açúcar no sangue baixaram entre 18% e 29%.

Cuidados e possíveis efeitos colaterais

Há centenas de variedades de canela vendidas ao redor do mundo. Em especial, a canela Ceilão e a canela cassia são as mais conhecidas e utilizadas para o chá de canela. É importante notar que os dois tipos são ricos em cumarina. O consumo excessivo desta substância pode danificar o  fígado e os rins.

Isso não quer dizer, no entanto, que o consumo regular de canela seja perigoso – desde que não haja exageros. Via de regra, um quilograma de canela (o que, provavelmente, ninguém consumiu em um único dia) possui menos de 20% do limite diário de cumarina para o corpo.

No entanto, alguns tipos de canela apresentam concentrações significativamente maiores. Por isso, recomenda-se observar qual o tipo sendo vendido, e qual sua concentração de cumarina.

Comentar

/* ]]> */