Frutas Nutrição

Como consumir caju? Veja dicas de receitas e cuidados

O caju é a cara do clima tropical do Brasil, sendo considerado, dentro das frutas e legumes típicos do país, como um dos maiores símbolos de sua tropicalidade. Com polpa macia, suculenta e vistosa, a fruta é bastante consumida por seu sabor cítrico e refrescante, especialmente no verão, quando os dias do ano são mais quentes.

Neste caso, devido à grande quantidade de água contida em sua composição, inserir a fruta no cardápio é ideal para aliviar o calor e manter o corpo hidratado. No entanto, o gostinho e refrescância do caju não são as únicas características que o fazem importante na nossa alimentação.

Rica em inúmeros nutrientes benéficos ao bom funcionamento do corpo, como é o caso das vitaminas do complexo B e vitamina C, além de minerais como zinco, cálcio, sódio, potássio, magnésio, cobre e ferro, a fruta cítrica pode ajudar a tratar e prevenir diversos tipos de males que possam acometer o nosso corpo, dentre eles, o câncer e a diabetes.

Além disso, por conter pouquíssimas calorias, o caju também pode ser um grande aliado na busca pela boa forma, já que é capaz de fornecer apenas 53 calorias para cada 100 gramas de fruta. Sendo assim, se você aí do outro lado está querendo enxugar de vez a silhueta e mandar embora aqueles quilinhos extras que estão incomodando, não deixe de incluir a fruta na sua dieta de emagrecimento.

Dentre os principais benefícios do caju para a saúde, vale a pena destacar:

  • Ajuda na perda de peso;
  • Melhora a saúde e aparência da pele;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Previne a diabetes;
  • Reduz o colesterol;
  • Fortalece os ossos e dentes;
  • Previne doenças no sangue;
  • Melhora o sistema nervoso;
  • Previne o câncer;
  • Aumenta o apetite sexual.

No entanto, para obter todos os benefícios listados acima, é preciso saber como consumir caju corretamente. É claro que existem variadas formas de inserir a fruta no seu cardápio, sendo a mais recomendada delas a sua versão in natura.

Por outro lado, existem diversas outras maneiras de consumir caju, entre elas, através de doces, vitaminas, sucos, drinks, entre outras receitas. Além disso, é extremamente importante saber comprar unidades saudáveis e, ainda, conservar adequadamente a fruta, de modo a tornar o seu consumo mais seguro à saúde.

Nos próximos parágrafos desse artigo, você vai conferir dicas para fazer a compra certa do seu caju, armazená-lo da forma correta e algumas sugestões de receitas deliciosas e fáceis para começar a aproveitar os benefícios da fruta a partir de hoje. Vem comigo!

Como escolher o caju na hora da compra?

Acertar na compra do caju é um dos requisitos primordiais para incluí-lo de maneira segura, gostosa e saudável no cardápio. Na hora de fazer a feira, cuide para que a fruta esteja bem fresca, com uma cor firme e sem machucados ou manchas.

Nada de pegar o último caju que sobrou na venda ou supermercado. Ele costuma ficar mais danificado e, por isso, ter mais chances de ter adentrado bactérias para dentro da polpa.

Como preparar um caju para comer?

Depois de comprar o caju perfeito, você deve se atentar para alguns cuidados na hora de prepará-lo antes do consumo. O primeiro deles é a lavagem. A fruta deve ser lavada em água corrente antes de levá-la à boca, no caso de quem optar pela versão in natura, ou utilizá-la no preparo de receitas.

Em seguida, depois de limpa, o próximo passo é remover a sua castanha. Para isso, basta segurá-la com uma das mãos e, com a outra, fazer um corte entre a castanha e o fruto. As castanhas podem ser jogadas no lixo.

Feito isso, agora você deve segurar o caju com uma das mãos e, com a outra mão, cortar a sua ponta mais estreita, que se refere ao tanino, que fica mais concentrado nessa parte da fruta. Por último, basta cortá-la em fatias para usar em receitas ou comer in natura.

Como conservar?

A primeira coisa que você deve saber sobre o armazenamento correto do caju é que a fruta (ou, mais especificamente, o pedúnculo do caju-polpa) é de 48 horas após a colheita. Portanto, quase sempre, é impossível consumi-la em sua forma in natura de forma 100% saudável e segura.

É por este motivo que especialistas recomendam que ela seja utilizada preferencialmente como ingrediente principal de sucos, geleias, doces, entre outras receitas. No entanto, para que o caju dure por mais tempo, sem desperdícios, a dica é para que ele seja guardado na geladeira (no congelador), envolto em um filme plástico, até que seja ingerido.

Esse cuidado na sua conservação fará com ele dure por, pelo menos, 80 dias e fique mais agradável ao paladar, além de conservar melhor as suas propriedades nutricionais para o preparo de receitas.

Receitas com caju para turbinar o cardápio

Agora que você aprendeu tudo sobre como comprar, preparar e conservar o caju, chegou a hora de aprender algumas receitas deliciosas e fáceis para inserir a fruta na sua dieta e começar a aproveitar os seus benefícios agora mesmo! Veja:

1 – Compota de caju

Ingredientes:

  • 20 cajus maduros;
  • 3 gotas de suco de limão;
  • 3 xícaras de açúcar;
  • 1 litro de água e 1 colher (sopa) de suco de limão;
  • 3 xícaras de água.

Como fazer:

Prepare o caju como ensinado anteriormente (lavagem, remoção da castanha e corte da extremidade). Em seguida, corte-o e rodelas (não é obrigatório). Feito isso, leve a fogo para ferver 1 litro de água junto com 1 colher (sopa) de suco de limão.

Agora, mergulhe os cajus na mistura ao fogo e deixe ferver por aproximadamente 10 minutos. Passado esse tempo, o próximo passo é escorrer e reservar as frutas e, também, a água onde elas foram fervidas.

Depois, prepare um xarope com 3 xícaras (chá) de açúcar, 3 gotas de suco de limão e 3 xícaras (chá) de água. Leve a mistura ao fogo até ferver, em fogo brando. Adicione os cajus um por um, sem parar a fervura.

Em seguida, acrescente metade da água da fervura que você resevou e deixe cozinhar por cerca de uma hora e meia. Retire os cajus da água e deixe a calda no fogo até atingir o ponto de fio.

Agora, coloque-os em vidros esterilizados, retire o ar, tampe e leve-os para cozinhar em banho-maria, por cerca de 30 minutos. Leve à geladeira para resfriar e conserve em local fresco e arejado.

2 – Torta de caju em calda

Ingredientes:

Para fazer a massa

  • ½ xícara de manteiga ou margarina;
  • 1 ovo;
  • ½ xícara de açúcar;
  • ½ colher (chá) de baunilha;
  • 1 e ½ colher (chá) de fermento em pó;
  • 1 e ½ xícara de farinha de trigo;
  • ½ xícara de leite.

Para fazer a calda

  • ¼ xícara de manteiga ou margarina;
  • 6 cajus gaia cortados ao meio;
  • ¾ xícara de açúcar.

Como fazer:

Primeiro, coloque o forno para aquecer em temperatura moderada, de aproximadamente é 170 °C. Enquanto isso, em forma redonda de, pelo menos, 24 centímetros de diâmetro, derreta ¼ da xícara de manteiga ou margarina.

Em seguida, salpique ¾ de xícara de açúcar e disponha os cajus de forma organizada por cima. Reserve.

Agora, bata ½ xícara de açúcar com ½ xícara de manteiga ou margarina. Adicione também a baunilha e o ovo. Feito isso, junte a farinha peneirada misturada com o fermento, alternando com o leite.

O próximo passo é despejar a massa, com delicadeza, sobre os cajus na forma. Depois, leve a forma passar assar no forno pré-aquecido por cerca de 35 minutos. Passado esse tempo, retire a torta do forno e deixe-a esfriar por 5 minutinhos antes de desenformar.

Prontinha! Pode servir à vontade, ainda morna. Bom apetite!

/* ]]> */