Frutas Nutrição

Como consumir grumixama? Veja dicas e receitas fáceis de fazer

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Tipicamente brasileira, o nome da grumixama vem de “grumichã”, uma palavra de origem tupi-guarani que significa “pega na língua”. Daí, já é possível entender porque a frutinha preta, parente da nossa pitanga, tem esse nome, uma vez que ela possui uma textura palatável e única que gruda na boca por bastante tempo.

Apesar de ser originária da Mata Atlântica, poucas pessoas conhecem a grumixama e, portanto, desconhecem também os seus benefícios à saúde, o que a torna menos presente nas mesas do país, se comparada às demais frutas mais populares por aqui, como a banana e a maçã, por exemplo.

Também chamada de grumichabagrumixameiragrumiçava e gurumichaba, em alguns lugares, ela é conhecida ainda como “cereja brasileira”, por ter uma aparência bem semelhante com a frutinha vermelha, que você já conheceu aqui no blog. Mas, cá entre nós, os seus efeitos positivos ao corpo são bem diferentes da cereja que nós conhecemos.

Rica em vitamina Cvitaminas do complexo B, flavonoides, niacina, entre outros, a fruta brasileira é capaz de oferecer ao nosso organismo diversas propriedades medicinais importantíssimas à saúde, como diuréticas, energizantes, antioxidantes, expectorantes, anti-inflamatórias, adstringentes, aromáticas e aperientes, que ajudam a prevenir e tratar vários tipos de doenças.

Dentre os principais benefícios da grumixama para a saúde, podemos destacar:

  • Previne o envelhecimento precoce;
  • Combate doenças cardiovasculares;
  • Previne o câncer;
  • Trata a tosse;
  • Melhora a saúde da pele;
  • Melhora o funcionamento dos rins;
  • Combate o estresse;
  • Melhora a digestão;
  • Aumenta o apetite;
  • Combate a retenção líquida.

No entanto, para obter todos os benefícios listados acima, é preciso saber como consumir a grumixama corretamente, como você vai aprender nos próximos parágrafos desse artigo…

Como consumir grumixama corretamente?

A grumixama, além de saborosa e nutritiva, é uma fruta bastante versátil, podendo ser ingerida na sua versão in natura, inclusive dentro das mais variadas receitas, como sucos, geleias e compotas, por exemplo.

Além disso, a frutinha preta também costuma ser utilizada como matéria-prima na produção de vinagres, aguardentes e licores, enquanto a sua madeira também é usada na marcenaria e carpintaria.

A seguir, você vai aprender algumas receitas para inserir a grumixama no seu cardápio diário e aproveitar melhor todos os seus benefícios!

Receitas com grumixama

1 – Geleia de grumixama

 

Ingredientes:

  • Meio quilo de polpa de grumixama (sem sementes);
  • 100 gramas de açúcar;
  • Suco de 1 limão.

Como fazer:

Coloque a polpa de grumixama para ferver em fogo baixo em uma panela com um pouco de água. Em seguida, despeje o açúcar e o suco de limão, mexendo bem até dar o ponto (consistência de geleia). Prontinho!

Caso as frutas estejam bem maduras, você poderá dispensar o uso de açúcar, desde que cozinhe sempre em fogo bem baixo e mexa constantemente.

2 – Gelatina de grumixama

Ingredientes:

  • 200 gramas de polpa de grumixama;
  • 8 gramas de ágar-ágar.

Como fazer:

Coloque a polpa de grumixama para derreter em uma panela ao fogo baixo. Em seguida, em outro recipiente, dissolva o ágar-ágar e adicione à panela com a grumixama, deixando-os cozinhar. Depois, desligue o fogo e transfira a mistura para um recipiente para levar à geladeira até endurecer. Prontinho! Depois, é só cortar a gelatina em cubos pequenos e servir à vontade.

Gostou do artigo? Já experimentou alguma receita com grumixama? Então, deixe o seu comentário aqui embaixo o que achou…

Até a próxima!

/* ]]> */