Emagrecimento Maternidade

Como emagrecer amamentando? Confira aqui 6 dicas essenciais

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

As mudanças que acontecem no corpo da mãe no pós-parto pode incomodar muito. Nos primeiros dias, o inchaço pode permanecer e os quilos a mais que foram ganhos durante a gestação podem demorar mais do que o desejado para ir embora.

Para as mães que amamentam, existe uma ajudinha a mais: é possível emagrecer amamentando. Mas, para isso, é preciso prestar atenção em alguns hábitos, que potencializam a perda de caloria que o aleitamento materno proporciona.

Neste artigo, você entenderá como amamentar ajuda a emagrecer e verá dicas essenciais para aproveitar essa ajudinha natural para voltar ao peso que você tinha antes da gravidez.

Confira também: 13 coisas que não te contaram sobre o puerpério.

Amamentar ajuda a emagrecer?

Sim, amamentar pode gastar muitas calorias. Por isso que muitas mulheres sentem-se muito cansadas no pós-parto.

Após um período em que a maioria das mulheres poupa energia, que é o terceiro trimestre da gestação, o esforço do parto, mais todas as obrigações com o cuidado do bebê no pós-parto podem deixar a mãe com o corpo dolorido e cansado.

Se você estiver sentindo dores no corpo devido ao pós-parto, veja este artigo com indicação de exercícios para ajudar a fortalecer o corpo e aliviar as dores.

Dicas para emagrecer amamentando:

Para emagrecer amamentando é preciso ter disciplina e organização, principalmente porque a carga de responsabilidades aumenta muito com o cuidado com o recém-nascido.

Também é importante ter paciência: foram necessários 9 meses para seu corpo ficar do jeito que está, então é normal que ele demore o mesmo tempo para se recompor. Não se cobre tanto, siga uma rotina saudável de alimentação e exercícios que você logo voltará ao seu normal.

Para cuidar bem do bebê e não deixar de se cuidar, existem alguns macetes que serão aliados importantes para voltar ao peso ideal.

1. Não deixe de comer:

Amamentar exige muito do seu corpo e todos os nutrientes que você ingere também são repassados ao bebê. Por isso, não faça dietas restritivas nem fique longos períodos sem comer, pois você ode passar mal.

O ideal é comer alimentos leves a cada duas horas e se manter bem hidratada.

Pode ser que seu médito receite complementos vitamínicos para você, como sulfato ferroso e vitamina D. Não deixe de tomá-los pois eles ajudarão a evitar a anemia e aumentar a imunidade, tanto para você quanto para o bebê.

2. Coma frutas frescas:

A fome é realmente insuportável, quando se está amamentando. Mas, para não cair na tentação de comer alimentos gordurosos, que além de engordar não vão nutrir você e seu bebê, você possui fortes aliados: as frutas frescas.

As frutas são ótimas refeições rápidas e práticas para quando bater aquela fome e não tiver nada pronto. Alguns legumes, como a cenoura, por exemplo, também podem ser cortados em pequenos pedaços e consumidos ao longo do dia.

3. Beba chá:

Os chás são ótimos para acalmar, aquecer o corpo e também possuem efeito diurético, auxiliando na liberação dos líquidos que estão retidos no corpo. Procure tomar chás de camomila, erva cidreira e erva doce.

Tomar água com um limão espremido também ajuda a eliminar toxinas e mata a sede.

4. Não faça lanches pesados de madrugada:

Só quem já amamentou no pós-parto sabe que durante a madrugada só uma coisa pode ser maior que o cansaço: a fome. Para evitar excessos, deixe uma garrafa com chá e frutas ao lado da cama.

Assim, quando bater aquela fome da madrugada, basta assaltar o seu estoque saudável.

5. Prepare sopas e caldos:

Uma ótima refeição noturna é uma sopa ou um caldo. Refeições leves não prejudicam o sono e também ajudam o corpo a manter metabolismo num bom ritmo.

Outra vantagem dos caldos, é que você pode congelar, tornando mais prática a rotina, que é muito corrida nos primeiros meses.

6. Faça exercícios:

É possível fazer alguns exercícios leves após os 40 dias de resguardo. Comece com caminhadas leves e vá evoluindo para exercícios mais pesados.

Se você já se recuperou do parto ou cesárea, crie uma rotina de exercícios em casa. Passear diariamente com o bebê também faz muito bem para vocês dois. É possível fazer caminhada com o bebê usando slings, sem prejudicar a coluna.

Saiba mais sobre os slings e outros carregadores de bebês neste guia completo.

 

Emagrecer após o parto não é impossível, mas exige paciência. Ame-se e cuide-se com prazer que os resultados virão com o tempo.

Confira: Exercícios com cadeiras para fazer em casa.

/* ]]> */