Saúde Saúde Bucal

Guia de como fazer uma higiene bucal completa

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Escovar os dentes pode ser uma atividade comum e automática para a maioria das pessoas. No entanto, muitas esquecem que existem formas corretas e formas inadequadas de realizar uma higiene bucal completa. Aprender a escovar os dentes corretamente é essencial para evitar o surgimento de doenças bucais, como cáries, placas bacterianas e problemas na gengiva.

O passo a passo para uma higiene bucal completa pode ser utilizado por qualquer pessoa acima dos 12 anos, sendo essencial visitar frequentemente um dentista para verificar se a escovação está adequada ou não, evitando futuros problemas.

Materiais necessários

Para escovar os dentes da forma ideal, o primeiro passo a ter os materiais necessários e de boa qualidade. Uma boa escova de dentes deverá ser macia e não deve ser utilizada por mais de 3 meses. Quantos mais cerdas a escova possuir, mais macia ela será. O creme dental deve respeitar a faixa etária da pessoa, sendo recomendado apenas creme dentais infantis ou com menos flúor para crianças até 10 anos.

Além disso, é importante sempre manter por perto um fio dental e um enxaguante bucal, seguindo as recomendações de uso de um dentista. De qualquer forma, o fio dental e o enxaguante não substituem uma boa limpeza realizada apenas com escova e creme dental.

escova-de-dente-higiene-bucal

Movimentos

Após adquirir os materiais necessários para escovar os dentes, é muito importante saber como movimentar a escova em cada região da boca. Primeiro, coloque creme dental na escova, em quantidade próxima ao tamanho de um grão de feijão. É necessário não exagerar na quantidade de creme dental, pois quem realizará o trabalho mais pesado da escovação será a própria escova de dentes.

Após, movimente a escova de cima para baixo nos dentes de cima e de baixo para cima nos dentes de baixo. Esses movimentos devem ser repetidos em todos os dentes, inclusive na parte interna e mesmo naqueles de difícil alcance. Além de movimentos de vaivém, também é possível utilizar movimentos circulares para complementar a escovação. A parte de cima dos dentes, utilizada para mastigação dos alimentos, também deve ser escovada com movimentos de vaivém, indo e voltando.

Além dos dentes, é importante escovar a língua, responsável por acumular restos de alimentos e provocar o mau hálito na boca. Os movimentos na língua devem ser feitos com delicadeza, para não causar ferimentos na região. Movimentos de vaivém são os mais indicados.

Fio dental

Após a escovação, poderá ser necessário utilizar um fio dental para limpar os espaços entre os dentes e que a escova nem sempre alcança. Retire cerca de 30 a 40 cm e enrole as pontas entre os dois dedos indicadores. Passe o fio entre os dentes, encostando na gengiva e levando a sujeira para cima.

Apesar de ser útil, pessoas com sensibilidade na gengiva podem sofrer irritações e machucá-la ao utilizar o fio dental. Por isso, ele deve ser utilizado com muita atenção e cuidado.

Enxaguante bucal

enxaguante-bucal

Após a escovação e o fio dental, pode ser necessário utilizar um enxaguante bucal para completar a escovação. O uso ou não depende das orientações dadas pelo dentista e das necessidades da pessoa. Além disso, deve-se ler as recomendações de uso no rótulo do enxaguante, para utilizar a quantidade adequada e pelo tempo adequado. Mesmo assim, é importante lembrar que um bom enxaguante bucal apenas auxilia a escovação, mas não a substitui.

Comentar

/* ]]> */