Turismo

Entenda como funciona o preço das passagens aéreas

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

É um sobe e desce que mais parece a Bolsa de Valores. Já reparou como mudam os preços das passagens aéreas cada vez que fazemos uma busca por eles na internet? Entenda como isso funciona conferindo este post até o fim!

Aqui mesmo no Brasil, é possível encontrar gente que pagou pelo mesmo voo, o mesmo serviço, cerca de R$60,00, enquanto outras pessoas desembolsaram R$150,00 e até R$300,00 ou mais. Aliás, casos assim ocorrem no mundo todo, não é ‘privilégio’ nosso.

Sabe aquela sensação de somos enganados ao clicar em uma promoção e, no final das contas, o preço está mais caro? Acontece muito quando o assunto é bilhete aéreo.

É que o mecanismo, a lógica dos valores das passagens é diferente de outros produtos, como os de vestuário e alimentação, por exemplo. Para aproveitar melhor as ofertas, é bom saber como essa maneira de raciocinar funciona.

Primeiro, é importante entender que uma aeronave é repartida em diferentes pedaços na hora de montar os esquemas de vendas das companhias aéreas. São conjuntos de assentos que possuem preços diferentes de um para o outro.

Os grupos de poltronas têm passagens com valores diversos, mas o serviço prestado é igual. Lembrando que essa distinção não é o mesmo que classe tarifária que, por sua vez, traz alguns privilégios, como o ganho de mais milhas aéreas ou possibilidade de mudar a data do voo sem pagar mais, entre outras regalias.

Porém, ao viajar, o passageiro comum e o da classe especial podem estar ali, lado a lado.

Para você compreender melhor como funciona o preço das passagens aéreas, vou dar um exemplo: um anúncio diz que a passagem custa R$99,00 e quando a pessoa vai comprar descobre que o valor mais em conta é, na verdade, R$300,00. Propaganda enganosa? Não exatamente.

Eu explico…

Vamos supor o seguinte: uma empresa disponibiliza 10 passagens por R$99,00; 10 por R$150,00; 30 por R$300,00 etc. para um determinado voo.

Então, coloca uma propaganda de passagens nesse voo por R$99,00. Depois que os 10 assentos de R$99,00 forem vendidos, o preço “sobe” para R$150,00, em seguida para R$300,00, e por aí vai…

O nome disso é Yield management. Quem não está acostumado acha injusto, mas é ele que está por trás de certas passagens muito baratas, de muitas promoções.

Por isso, é fundamental pesquisar antes de adquirir uma passagem aérea. Verificar outras datas permite checar se bilhetes do grupo mais barato ainda estão disponíveis, entendeu?

Quem nunca procurou passagem e, ao testar um dia antes ou um dia depois do que planejava, acabou encontrando valores mais acessíveis?

Saiba como as passagens aéreas são cobradas

O exemplo de formato de venda citado acima pode ter variáveis, pois tanto pode acontecer por valores distribuídos por blocos quanto por desconto em todas as tarifas.

No segundo caso, o desconto acontece no momento em que uma tarifa for acabando. Ou seja, a pessoa vai comprar a passagem imediatamente mais cara, porém, com desconto. É o que acontece ao utilizar códigos promocionais.

De qualquer forma, sempre antes de clicar em um link com oferta em um blog, por exemplo, dê uma olhada na data do post para ver se a promoção é válida ainda. Se não conseguir o preço que procurava, basta experimentar outras datas.

O princípio das companhias é o mesmo da Bolsa de Valores, isto é, quanto mais procura, maior o valor. A boa e velha história do ‘paga quem pode’.

A base do cálculo dos preços leva em consideração os custos de operação, a quantidade de voos disponíveis em uma rota, o tipo de avião, etc. Assim, as empresas chegam a um valor mínimo. Mas existem ainda outros fatores…

São eles:

• Dia da semana – o final de semana é mais concorrido e, portanto, mais caro
• Antecedência – quanto mais perto da data de interesse, geralmente o preço é maior
• Época do ano – feriado, férias escolares, festas etc., tudo isso onera o preço final das passagens aéreas
• Horário do voo – começo da manhã e fim de tarde tendem a ser mais pesados no orçamento
• Número de escalas – quanto mais paradas, mais alto o preço devido logística complexa envolvida
• Risco de atraso – aeroportos com altos índices de atrasos e cancelamentos levam as companhias aéreas a repassar o risco aos passageiros

Entenda como funciona o preço das passagens aéreas e saiba como escolher melhor o momento de viajar pagando mais barato!

Até a próxima!

/* ]]> */