Beleza Cabelos

Como tirar a oleosidade do cabelo

Cabelos oleosos
Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Sabe aquele aspecto de cabelo sujo, mesmo quando a gente acaba de lavar? Cabelo oleoso tem disso. E ninguém merece ficar com uma aparência desleixada no dia a dia, no ambiente de trabalho, enfim, na vida!

Se você está com agenda apertada, correndo para lá e para cá, veja as primeiras dicas, perfeitas para dar um trato nos fios sem precisar lavar. São 2 truques simples, caseiros e baratinhos para driblar o bad-hair-day-capítulo-oleosidade:

  1. Talco – aplique um pouco do produto na raiz e massageie com os dedos para ele penetrar. O talco absorve bem a oleosidade, mas finalize passando um pente nos fios para evitar vestígios do pó.
  2. Maisena – hidrata e tira a oleosidade dos fios. Substitui bem o shampoo a seco, que às vezes é caro e não dura nada, dependendo da marca.

O amido absorve o óleo dos cabelos, melhorando sua aparência durante o dia. A aplicação é igual à do talco: basta passar um pouco de pó na raiz e espalhar.

Outras maneiras de eliminar a oleosidade do cabelo

  • Lave os fios em dias alternados – quem tem madeixas oleosas não pode lavar pouco, mas também não deve exagerar na limpeza. Equilíbrio é a palavra!

Nada de ficar 2 ou 3 dias sem lavar, muito menos limpar a cabeleira 3 vezes por dia, ok? Quando a oleosidade não é retirada na medida certa, a glândula sebácea fica confusa, e estimulada a produzir mais.

  • Use xampu apropriado – é batida essa história, mas continua valendo. Não é um mito isso de produto específico para cada tipo de cabelo; existem estudos por trás disso, mesmo que o marketing também faça sua parte (nada contra, aliás).

Por isso, use xampus para cabelos oleosos. Eles possuem os chamados tensoativos, ou seja, substâncias que se agarram às gorduras e sujeitas para depois levar tudo embora no enxágue. O Lauril Sulfato de Sódio é um tensoativo que atua como poderoso agente desengordurante.

Mas não pode exagerar na lavagem para não correr o risco de tirar a gordura natural que mantém a pele hidratada, certo? O couro cabeludo pode ficar ressecado – aí já é outro problema…

  • Duvide do efeito rebote – neste caso, seria o efeito no qual o xampu removeria o excesso de sebo do cabelo, levando nosso organismo a produzir mais óleo. Parecido com o que acontece na pele, sabe?

Contudo, os especialistas dizem que não há evidência que comprove que isso realmente acontece. Além disso, nenhum tensoativo atuaria nas glândulas sebáceas. Portanto se trata de um mito, a produção de oleosidade será a mesma.

  • Evite banhos muito quentes – a água quente demais gera mais ressecamento da pele e couro cabeludo. O que acaba estimulando as glândulas a fabricar mais sebo.

A recomendação é de banhos com a água morna, no máximo, para evitar esta consequência. E o truque de tomar um banho superquente e depois finalizar com um jato frio não vale! Não impede que aconteça o estímulo à glândula sebácea. No fundo, a pessoa só está “se engando”…

Conclusão…

Não desanime. Oleosidade não é algo ruim, pelo menos não em quantidade normal. O sebo é o óleo natural gerado ali na região do couro cabeludo. E tem função protetora contra quebra e poluição dos fios.

As dicas de hoje servem para amenizar o problema do excesso de oleosidade do cabelo. Mas é sempre bom procurar um dermatologista para investigar melhor os motivos de uma produção exagerada de óleo na pele, nos cabelos etc.

Cuide-se! Até o próximo artigo!

Comentar

/* ]]> */