Saúde

Causas da Convulsão

As causas da convulsão, de forma exata, são difíceis de serem estabelecidas. Muitas convulsões, no entanto, podem ser classificadas entre “provocadas” e “não provocadas”. Uma convulsão provocada é aquela que inclui traumas à cabeça, enquanto as não provocadas são aquelas resultantes de condições de saúde ou defeitos congênitos.

Para quem sofre do problema, estas incertezas podem ser bastante dolorosas. A boa notícia é que, embora as causas da convulsão ainda não seja exatamente precisas, lidar com o problema já é bem mais fácil do que foi no passado.

Entenda as causas possível de uma convulsão, as principais condições associadas a ela, e o que pode ser feito a respeito:

Causas da convulsão não provocada

imagem

Algumas convulsões podem ser causadas por fenômenos “naturais, ocorrendo no corpo. É o caso de desequilíbrios químicos ou defeitos congênitos. Um exemplo desta condição chama-se deficiência GLUT-1, que é um dos mais conhecidos. Há, no entanto, diversos fatores que podem causar o problema:

  • Fatores genéticos;
  • Problemas ou condições congênitas (já presentes no nascimentos);
  • Desequilíbrios metabólicos ou químicos no corpo;
  • Febres ou infecções;
  • Problemas neurológicos;
  • Doença de Alzheimer;

Causas da convulsão provocada

mulheres-animadas-bebendo-cerveja-balada

Algumas convulsões são consideradas provocadas. É o caso daquelas que ocorrem em função de algum evento externo ao indivíduo do organismo, por si só. A maior parte destas convulsões são resultados de danos cerebral. Há, no entanto, diversas outras causas – entre elas:

  • Traumas de nascença;
  • Álcool e drogas;
  • Trauma cerebral ou na cabeça;
  • Doenças progressivas no cérebro;
  • Derrame;
  • Tumores cerebrais;
  • Displasia cortical;
  • Abuso de medicações;
  • Abstinência de drogas;

A relação entre epilepsia e as convulsões

A convulsão ocorre quando há uma “explosão” de impulsos elétricos no cérebro, escapando dos seus limites normais. Estes impulsos “escapam” para áreas vizinhas, criando uma tempestade de atividades elétricas incontroláveis. Os impulsos elétricos podem ser transmitidos para os músculos, causando as torções e movimentos típicos de convulsões.

Causas da Epilepsia

Assim como as causas da convulsão, especificamente, as causas da epilepsia não são muito bem definidas. Cerca de 30% delas ocorrem em crianças. Crianças e idosos são, portanto, os afetados mais frequentemente.

As causas só são conhecidas em uma minoria dos casos ocorridos. Tipicamente, elas envolvem algum tipo de lesão ocorrida no cérebro. Por isso, a epilepsia torna-se uma “causa não provocada” de convulsão. Isso significa que, após tornar-se parte das condições daquele organismo, passa a ser algo possivelmente frequente, causado diretamente pelo organismo.

Por isso, é importante entender a epilepsia e suas causas, uma vez que ela pode ser a origem das convulsões. Entre as principais causas da condição, destacam-se:

  • Pouco oxigênio durante o parto;
  • Traumas na cabeça durante o parte ou durante a infância (podendo ser, até mesmo, na idade adulta);
  • Tumores cerebrais;
  • Condições genéticas que resultam em danos cerebrais;
  • Infecções, como meningite ou encefalite;
  • Derrames ou outros tipos de danos cerebrais;
  • Níveis anormais de substâncias como sódio ou açúcar no sangue;

É necessário considerar, no entanto, que em cerca de 70% dos casos de epilepsia, as causas não são descobertas.

Veja também:

Comentar

/* ]]> */