Beleza Cabelos

Decapagem capilar: aprenda a remover a tintura do cabelo antes de colorir novamente

Inovar nunca é demais, ainda mais se você é vaidosa e gosta de se manter sempre antenada nas tendências de moda. E não tem jeito… O cabelo é sempre a primeira opção que vem à cabeça quando a ideia é deixar o visual moderno e ainda mais bonito, concorda?

Seja através de um novo corte ou coloração, é ele quem faz toda a diferença na frente do espelho quando estamos em busca de uma inspiração para a mudança que queremos para a próxima temporada. Por isso, a cada estação, entram e saem várias técnicas de coloração diferentes para você ficar a cara das famosas, que ditam o que é sucesso no universo de beleza feminino.

Porém, o que muitas mulheres esquecem é que, antes de investir em qualquer mudança no cabelo, é preciso tomar uma série de cuidados, principalmente se os seus fios já forem coloridos. Um deles é a decapagem capilar, que você vai conhecer melhor no nosso artigo de hoje.

Afinal, colorir as madeixas envolve outras questões além de simplesmente correr até uma farmácia ou loja de cosméticos e comprar uma nova tintura. Se você já pintou o cabelo alguma vez, o primeiro passo necessário será o de fazer decapagem (despigmentação) nos fios para remover a coloração anterior antes de apostar no novo look.

Lembre-se que “tinta não clareia tinta”! Por isso, jogar a nova coloração por cima da outra só poderá manchar o seu cabelo, o que ninguém quer aqui, certo?

Quer saber mais sobre a decapagem capilar e como ele é feita? Então, fique de olho nesse post e aprenda tudo sobre o processo de despigmentação de cabelos coloridos. Vem comigo!

O que é a decapagem capilar?

A decapagem capilar nada mais é que um processo de limpeza dos fios, no qual é feita uma despigmentação para remover o excesso de pigmentos deixados por outra coloração, henna ou tonalização. Ou seja, o procedimento só é realizado em cabelos já coloridos e com o intuito, geralmente, de prepará-lo para receber outra coloração.

Isso porque alguns pigmentos, como os pretos e ruivos, tendem a ser mais difíceis de sair do cabelo, o que pode acabar deixando manchas se for aplicada outra tintura por cima antes de fazer a decapagem.

Inclusive, se você tem o hábito de pintar as madeixas, já deve ter ouvido milhares de vezes o mantra de todo profissional de beleza, que sempre diz que “tinta não clareia tinta”. E é a mais pura verdade! De nada adianta jogar uma tintura nova por cima da anterior antes de fazer a decapagem dos fios, pois isso só deverá manchar o seu cabelo.

A técnica deve ser aplicada, principalmente, se a ideia é mudar a cor do cabelo de tonalidades frias para quentes. Geralmente, quem é loira não precisa passar pelo procedimento pelo fato de os fios já estarem quase sem pigmentos.

Por outro lado, morenas com os cabelos coloridos muito escuros ou pretos nunca conseguirão atingir nuances mais claras se não apostarem na decapagem capilar antes.

Como ela é feita?

Infelizmente, a decapagem capilar não pode ser feita em casa. Para retirar o excesso de pigmentação artificial dos fios, a decapagem capilar é feita com produtos específicos, que visam clarear as madeixas sem danificar a fibra capilar, e, por isso, só podem ser manipulados por profissionais em um salão de beleza.

Veja também

Os produtos costumam ser misturados com água quente, quando a ideia é apenas fazer uma limpeza leve nos fios coloridos, mudando apenas um tom; ou com um oxidante, quando o procedimento é feito com a intenção de clarear mais de um tom.

O mais importante é lembrar que até para fazer a decapagem, assim como qualquer outra coisa que se faça no cabelo, os fios precisam estar saudáveis e prontos para receber os produtos.

Se os fios coloridos estiverem muito danificados, a recomendação é deixar o procedimento para outro dia e preparar as madeixas durante esse tempo com alguns tratamentos, como hidratações, nutrições e reconstruções da fibra capilar.

Quem pode fazer?

Como falamos anteriormente, a decapagem capilar é mais indicada para quem tem cabelos escuros ou pretos coloridos artificialmente e que queiram clarear os fios para remover a tintura antes de fazer uma nova coloração. Mulheres com as madeixas loiras não precisam passar pelo processo por já terem fios quase sem pigmentos.

Além disso, os cabelos precisam estar saudáveis. Fios danificados, ressecados e porosos podem não ter resistência ao procedimento e, portanto, é necessário prepará-los com tratamentos hidratantes, nutritivos e reconstrutivos antes de realizar a decapagem.

E o mais importante: quem passou por processos de alisamento ou relaxamento também não pode fazer a decapagem no cabelo. Junto à essas químicas, a despigmentação pode enfraquecer a fibra capilar e ocasionar a quebra dos fios. Portanto, se você acabou de fazer qualquer um desses procedimentos, converse com o seu cabeleireiro de confiança para saber qual é o melhor momento para fazer a decapagem.

E não se esqueça de fazer o teste de mecha antes, ok? Ele será ideal para descobrir se os seus cabelos são sensíveis ou não e se poderão suportar o processo. Fica a dica!

É preciso fazer a decapagem em cabelos virgens?

De jeito nenhum!  A decapagem capilar só é recomendada para cabelos coloridos artificialmente, pois têm a necessidade de remover a coloração anterior para apostar em uma nova tintura.

No caso dos cabelos virgens, como não há resquícios de outras químicas, não é necessário fazer antes a decapagem. Por outro lado, se você tem fios virgens e quer clareá-los, a recomendação é apostar na descoloração.

Descoloração X Decapagem: qual é a diferença?

Por ser tratarem de duas formas diferentes de despigmentar o cabelo, ou seja, remover os pigmentos dos fios, muitas pessoas costumam confundir as técnicas de descoloração e decapagem que, apesar de parecidas, possuem objetivos diferentes. Como assim? Calma, que eu te explico!

A principal diferença entre os dois procedimento é que um é específico para cabelos virgens e o outro para cabelos coloridos. Ou seja, a descoloração só deve ser feita quando a ideia é remover e pigmentação dos cabelos naturais ou que já cresceram e não possuem mais coloração.

Enquanto isso, a decapagem capilar é recomendada para retirar a pigmentação de cabelos artificiais, ou seja, que foram tingidos anteriormente e precisam remover a tintura anterior para apostar em outra coloração. Portanto, resumindo, se você tem cabelos virgens e quer clareá-los, o correto é fazer uma descoloração e não uma decapagem, ok?

Veja também: Como descolorir o cabelo em casa?Passo a passo e dicas para não errar

Como cuidar do cabelo após a decapagem capilar?

Aposto que por não se tratar de uma coloração, você achou que ia ficar livre dos cuidados com o cabelo, acertei? Pois saiba que até mesmo a despigmentação dos fios a partir da técnica de decapagem capilar necessita de uma maior atenção com os cabelos depois do procedimento.

Isso porque a decapagem costuma ser feita com alguns produtos químicos, como a água oxigenada e um pó semelhante a um descolorante, específico para a despigmentação. Sendo assim, ela abre as escamas dos fios para que se permita a perda dos pigmentos dos fios.

Porém, infelizmente, não é a cor do cabelo que vai embora quando as escamas dos fios estão abertas. Com ela, vão embora também a água e as proteínas, o que pode deixar as madeixas frágeis, desidratadas e quebradiças.

Por isso, a recomendação dos especialistas é para que se invista em tratamentos profundos no cabelo, como hidratações, nutrições e reconstruções, que terão o poder de fechar as escamas dos fios após o procedimento e, portanto, recuperar a saúde da fibra capilar.