Doenças Saúde

Dor no cóccix: conheça quais as causas do problema

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

O cóccix é um ossinho em formato triangular que fica no final da nossa coluna. Ele é composto de três a cinco segmentos ósseos, unidos com articulações e ligamentos. A dor no cóccix é sentida mais precisamente entre as nádegas, por baixo do osso sacro.

O problema é conhecido pelos médicos como coccidínia e, geralmente, piora quando a pessoa está sentada e se inclina para trás, como se estivesse ligeiramente deitada.

Durante a gestação, é comum a queixa de dor na região do cóccix, pois o bebê fica encostado na parte inferior da coluna, pressionando o osso. E mais: a criança pode ferir o cóccix ao passar pelo canal do parto.

Em alguns casos, acontece uma ruptura do osso durante o nascimento, uma vez que a cabeça do bebê comprime o cóccix da mãe, prejudicando a estrutura.

Se a mulher já sofre com problemas no local antes de engravidar, a intensidade da dor no cóccix pode piorar durante a gestação. Tanto é que existe uma recomendação de fazer exames e tratamento antes de planejar a gravidez se há disfunções ósseas hereditárias nesta parte do corpo.

O que pode causar dor no cóccix

Lesão no cóccix decorrente de queda sobre ele é uma das causas mais frequentes de dor tanto em mulheres quanto em homens. O incômodo causado por este dano ao osso é chamado coccidínia aguda.

A coccidínia crônica ocorre em situações tais como: gestação difícil; traumas constantes nas últimas vértebras; tensões devido atividades repetitivas (postura inadequada, passeios de canoa, posição sentada por muito tempo); hemorroidas e fissuras anais.

Basta cair ou deslizar bruscamente para trás na parte das nádegas para provocar algum dano. Quando o movimento acontece sobre uma superfície dura demais (chão escorregadio ou gelo), a lesão pode ser grave. O impacto causado pelo acidente é grande para o cóccix.

Uma pancada na região coccígea é capaz de gerar fratura ou uma luxação. Algo típico de situações vividas em esportes de contato como basquete e rúgbi, o que também costuma afetar crianças praticantes de tais atividades.

No caso da quebra do osso, a dor no cóccix é repentina e lancinante. A área da lesão também pode sofrer alteração de sensação.

Já o sintoma mais evidente de uma contusão na região é a dor nas nádegas. Ela acontece em todas as posições, esteja a pessoa em pé, sentada ou andando; e até mesmo na cama, na hora de dormir.

Porém, o desconforto diminui depois de cerca de 3 dias em muitos casos – até desaparecer por completo.

Às vezes, a dor no cóccix irradia para as pernas e pés; e nos homens pode ser percebida no local da próstata.

A evacuação é um fator que aumenta a dor coccígea, ou seja, durante os movimentos peristálticos involuntários ou os forçados.

Certas pessoas acabam desenvolvendo prisão de ventre em quadros assim, além de sentirem desconforto abdominal constante. Para as mulheres, as relações sexuais podem ficar muito complicadas, pois a dor atrapalha.

A inflamação do cóccix está associada à prisão de ventre. Infelizmente, quando o local está inflamado os danos são maiores.

Em grande parte dos casos com ferimento do cóccix, o problema torna-se resistente.

A dor coccígea pode ocorrer devido: danos ou esmagamento do nervo; luxação do cóccix; tensão muscular.

Com dor no cóccix, é difícil permanecer sentado por períodos longos, especialmente em superfícies macias. Esta condição também impede o paciente de praticar exercícios que exerçam pressão sobre o osso.

O que fazer ao sentir dor no cóccix? Marcar uma consulta com um ortopedista e fazer todos os exames que ele prescrever para identificar as causas do problema.

Cuide-se! Até a próxima…

/* ]]> */