Exercícios Maternidade

Dor no corpo no pós-parto? Especialista dá dicas para mães aliviarem as dores

Uma das coisas que pega as mães de primeira viagem de surpresa, com certeza, é a dor no corpo, principalmente no pós-parto. E para evitar esse incômodo e também se recuperar do parto, nada como uma boa série de exercícios, não é mesmo?

Neste artigo você vai conferir várias dicas dadas pelo fisioterapeuta Fabio S. Souza para fortalecer os seus braços e aliviar as dores, além de dicas de como carregar o bebê para evitar as complicações.

Lembre-se de fazer os exercícios após os dias de convalescênça, certo?

Leia também: 13 coisas que não te contaram sobre o puerpério.

A importância dos exercícios para fortalecer os corpo das mamães:

A maioria das mulheres se prepara para a maternidade se munindo de roupas, acessórios, móveis, etc. Também pensam sobre o parto, pesquisam sobre as contrações e mais uma infinidade de curiosidades desse processo.

Mas uma das coisas que quase ninguém conta para a gestante é quanta dor corpo ela vai sentir durante seu primeiro ano de maternidade.

Geralmente, as mulheres não estão acostumadas a carregar 3 ou 4 kg nos braços, principalmente na posição em que os bebês precisam ser carregados. Isso causa muitas dores nas costas, nos pulsos e nos ombros também.

Por isso é tão importante praticar alguns exercícios para fortalecer a musculatura que durante a gravidez perdeu o tônus.

Problemas ortopédicos comuns no pós-parto:

Segundo Fábio, a maioria das mulheres quando está no estágio de amamentar pode sofrer algumas patologias ortopédicas com torcicolos no pescoço, pela posição da amamentação.

Junto com isso pode surgir bursite nos braços, tendinite e até mesmo uma síndrome do túnel do carpo (dores no punho).

Veja mais informações sobre os problemas ortopédicos que podem surgir no pós-parto:

Torcicolo:

É um distúrbio que impossibilita a movimentação normal do pescoço, geralmente causada pela fadiga muscular, muito comum entre mulheres que estão no puerpério.

Bursite:

É a inflamação da bursa, também conhecida como bolsa sinovial, que é uma bolsa cheia de líquido que age como amortecedor para diminuir o atrito entre os músculos, tendões  e ossos ao redor das articulações.

Saiba mais sobre a bursite aqui!

Tendinite:

É uma lesão por movimento repetitivo que causa dor, rigidez e inchaço, se tratado de maneira adequada pode não voltar a ocorrer.

Síndrome do túnel do carpo:

É a inflamação de um nervo que fica no pulso que causa dor e perda da liberdade de movimento.

Separamos algumas opções de exercícios para ajudar a aliviar os sintomas dessas complicações. Lembre-se de sempre procurar um especialista, ok?

Exercício de Codman para aliviar a dor nos ombros:

Nesse vídeo você pode aprender um exercício de Codman, também conhecido como exercício de pêndulo.  

Para fazer esse exercício, apoie um dos braços numa cadeira ou mesa e solte o outro braço, se concentrando em relaxar a musculatura.

Faça movimentos circulares e laterais.Fabio explica que esse tipo de exercício auxilia no alívio da tensão causada pela inflamação. Você pode utilizar um peso, que não deve exceder 2kg, ou até mesmo fazer sem utilizar peso.

 Alongamentos para a dor nos braços e costas:

Os alongamentos são ótimos para prevenir e também ajudar a relaxar os locais que já estão inflamados e devem ser feitos cotidianamente.

Neste vídeo, a instrutora de Yoga Pri Leite, ensina exercícios de relaxamento para o pescoço, braços e pulso.

No vídeo, ela fala que esses exercícios são bons para quem passa muito tempo na frente do computador, mas eles também são muito úteis para a mãe nos primeiros meses após o nascimento do bebê.

Você pode fazer esses alongamentos no mínimo duas vezes por dia.

Como carregar o bebê e evitar as dores?

Os exercícios são muito importantes para evitar incômodos, mas se a mãe carrega o bebê no colo por muito tempo, as dores podem continuar. Por isso, preparamos dicas para ajudar você a prevenir dores em você e no bebê , utilizando os carregadores de tecido! Veja:

Existem vários tipos de carregadores de bebês: os slings, os cangurus, os carrinhos de bebê, além do bebê conforto. É importante pesquisar sobre a função de cada um e ter em casa os que mais serão úteis para você.

  • Slings: permitem carregar, em posições diferentes, desde recém-nascidos até crianças maiores, dependendo do tipo de tecido do qual ele é feito; Veja esse guia sobre o sling e saiba como usar e escolher o seu!
  • Cangurus: costumam ser mais práticos para as mães que não querem aprender amarrações diferentes;
  • Cuidado com a ergonomia: muitos carregadores não são anatomicamente adequados; o ideal é que o carregador dê suporte para o bumbum do bebê como se fosse uma cadeirinha; evite carregadores que são como uma cuequinha que deixam as pernas do bebê penduradas;
  • Bebê conforto ou carrinho: evite deixar o bebê tirando os cochilos durante o dia neles, utilize apenas quando estiver fora de casa.

O colo é sempre a melhor alternativa para acalmar e aconchegar seu bebê, ainda mais quando ele é recém-nascido e está com cólicas ou agitado. Por isso, faça os exercícios e utilize bons carregadores!

Você é mãe de primeira viagem? Confira 6 dicas para acalmar o bebê nos primeiros meses!