Emagrecimento Nutrição

5 farinhas que emagrecem e como tirar proveito delas

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Perder peso com saúde requer cuidados com alimentação e atividade física. As farinhas que emagrecem são práticas e podem fazer parte da dieta porque contém fibras e nutrientes que facilitam o emagrecimento saudável. Veja hoje quais as melhores aliadas da sua boa forma.

De um modo geral, as farinhas que emagrecem servem para saciar a fome e equilibrar o metabolismo, diminuindo, portanto, a absorção de gordura e açúcar pelo nosso corpo.

Farinhas emagrecedoras auxiliam na regulação do apetite, uma vez que atrasam o esvaziamento do estômago, isto é, a demoramos mais a sentir fome. Além disso, a presença de fibras promove uma verdadeira “faxina” no organismo, e ainda aumenta a assimilação de vitaminas e minerais.

Com a melhora do funcionamento corporal como um todo, a perda de peso fica mais fácil.

O ideal para observar resultados consistentes é consumir farinhas que emagrecem com frequência. E beber bastante água para otimizar a ação das fibras. Mas você sabe quais produtos são mais indicados para auxiliar na eliminação de uns quilinhos? Dá uma olhada nas dicas abaixo:

1. Banana-verde – a presença de amido resistente faz cair a carga glicêmica da refeição. Com isso, evitamos os chamados picos de açúcar no sangue e o aumento da síntese de insulina. O excesso deste hormônio leva o organismo a armazenar gordura.

O amido resistente colabora também no funcionamento intestinal, favorecendo a perda de peso. Outra vantagem da farinha que emagrece de banana-verde é seu sabor neutro, permitindo melhor aproveitamento dela em diversas receitas e até substituindo a farinha de trigo.

2. Berinjela – a farinha de berinjela é rica em fibras, vitaminas A, C e do complexo B, ajudando a regular o intestino, proporcionar sensação de saciedade, melhorar a visão e as defesas do corpo. Sem falar que o legume contém muita água e pouca gordura, além de trazer em sua casca elementos capazes de agir na prevenção do câncer.

3. Feijão-branco – O feijão-branco fornece faseolamina A, uma proteína inibidora da digestão dos carboidratos e que reduz a absorção de açúcares. Esta farinha que emagrece pode diminuir em até 20% a quantidade de carboidratos assimilados durante as refeições. Funciona como se estivéssemos comendo uma porção menor do que a que de fato estamos.

Outro benefício da farinha de feijão-branco é a presença de grande quantidade de fibra, estimulando a velocidade do trânsito intestinal e o metabolismo – essenciais ao processo de emagrecimento.

4. Linhaça – é uma das mais recomendadas para quem deseja uma cinturinha mais fina. A farinha de linhaça é a queridinha da redução abdominal porque torna o ômega 3 contido nas sementes mais acessível e diminui a inflamação das células. Existe ainda o benefício dessa gordura boa enquanto agente sobre a leptina, o hormônio que controla o apetite.

A dica é triturar as sementes de linhaça em casa para preservar o ômega 3. Você pode comprar a farinha estabilizada também, mas lembre-se de guardá-la em pote escuro e na geladeira para manter seus ativos.

5.  Maracujá – fibra, por si só, já é um aliado da saciedade. No entanto, a farinha de maracujá é emagrecedora de um jeito especial: sua fibra, a pectina, é do tipo insolúvel. Isso quer dizer que ela tem a capacidade de absorver líquido e virar uma espécie de gel, que retém o bolo alimentar no estômago e intestino por mais tempo.

Resultado: lentidão maior no processo de absorção dos nutrientes e, assim, sensação de saciedade prolongada. Ou seja, menos fome e consumo de calorias.

Formas de consumir e mais orientações sobre as farinhas que emagrecem

As farinhas emagrecedoras podem ser acrescentadas às refeições principais ou aos sucos, iogurte e frutas, entre outros preparos e alimentos. Normalmente, 2 colheres de sopa da farinha por dia já bastam para ajudar na perda de peso.

Escolher dois ou três tipos delas é interessante para garantir diferentes nutrientes.
Ao comprar o produto, dê preferência a farinhas de boa procedência, com identificação, armazenamento correto, pois o acondicionamento errado pode levar à oxidação de alguns tipos, tornando a farinha inadequada para o consumo.

Importante: farinhas que emagrecem são coadjuvantes. É preciso manter uma alimentação saudável e fazer exercícios físicos com regularidade para conquistar o peso ideal. Elas também não devem substituir refeições. Consulte sempre um nutricionista e seu médico.

Até a próxima!

/* ]]> */