Maternidade Remédios

Florais para bebês e crianças: confira a terapia que equilibra as emoções

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Os tratamento com florais para bebês e crianças é uma ótima alternativa. Os florais são substâncias de origem natural que não possuem contraindicações ou efeitos colaterais.

Crescer e se desenvolver é uma aventura cheia de novidades. Os bebês aprendem a mamar, a andar, a comer e também a dormir, além de muitas outras coisas. E tanta novidade causa alguns momentos de desequilíbrio emocional.

Os chamados picos de crescimento ou saltos de desenvolvimento são fases em que o bebê está crescendo mais rápido ou está desenvolvendo alguma habilidade. Um exemplo clássico é quando o pequeno está aprendendo a falar e fica o dia todo repetindo os sons, sem comer nem dormir direito.

Para as crianças maiores também há fases de adaptação em que as novidades podem repercutir no sono. Pode ser uma mudança na escola, um acontecimento importante ou a chegada de uma data especial.

A melhor coisa que os pais podem fazer nestes casos é conhecer bem as fases de desenvolvimento de seus pequenos para poder ajudá-los da melhor forma. E por isso, também é importante conhecer tratamentos alternativos para garantir a qualidade do sono dos bebês e crianças.

Neste artigo, conheça mais sobre o tratamento com florais para ajudar a equilibrar o sono de bebês e crianças. Veja como funcionam os florais e como usar.

Como os florais funcionam?

Os florais são medicamentos naturais obtidos de plantas florais e que agem para equilibrar as emoções. Foram criados pelo Dr Edward Bach na década de 1930. Segundo as experiências do Dr Bach, há 38 tipos de essências florais que agem sobre 38 tipos de padrões mentais, ajudando-os a se harmonizar.

Segundo a especialista Karin Klemm, o Dr Bach:

Acreditava que a doença era resultado entre conflito entre alma e a mente, e que seria erradicada com esforços mentais e espirituais. Acreditava que a atitude mental tinha papel vital na manutenção e recuperação da saúde.

As substâncias líquidas dos florais são feitas em laboratório e carregam a vibração da natureza que existe na flor. Segundo a terapia dos florais, essa vibração age na alma do paciente, ajudando a balancear as energias positivas e negativas. Essa conciliação traz mais tranquilidade e fortalece a pessoa para lidar com as dificuldades que está enfrentando, sejam elas doenças, problemas psicológicos e outros.

 

Quando o uso do floral é indicado?

Os florais possuem inúmeras indicações, mas no caso dos bebês e das crianças, há algumas situações mais comuns nas quais o uso desse tipo de terapia pode ajudar:

  • dificuldade para dormir: tanto o bebê quanto a criança podem apresentar dificuldades para dormir, principalmente quando ocorrem algumas mudanças na rotina ou quando eles passam por fases de adaptação;
  • cólica no bebê: bebês com choro inconsolável sem motivo aparente, podem estar sofrendo com desequilíbrios emocionais causados por excesso de estímulos ou problemas digestivos e os florais podem auxiliar no balanceamento das emoções do pequeno;
  •  excesso de medo: algumas crianças podem apresentar medos incontroláveis ou, no caso dos bebês, a ansiedade de separação, que os deixa muito agitados quando ficam longe da mãe ou da pessoa com quem eles desenvolveram apego;
  • falta de iniciativa: bebês que são muito apáticos e não possuem o ímpeto de engatinhar e andar podem ter um tratamento à base de florais para que fiquem mais suscetíveis ao desenvolvimento;
  • agitação: bebês muito agitados, que choram com facilidade e têm dificuldade para se acalmar podem também se beneficiar do tratamento.

Como usar os florais para bebês e crianças?

Os florais são muito fáceis de comprar, pois não necessitam de uma indicação médica. No entanto, a maioria dos especialistas alerta que os florais são uma parte de um tratamento, que vai além das medicações. Por isso, é importante procurar um profissional que faça um acompanhamento terapêutico que complementará a ação do medicamento.

Cada caso é diferente, por isso, não é indicado dar dosagens padrão para pessoas com históricos e problemas diferentes. Então, procure um terapeuta para que ele indique o floral e a dosagem mais adequada para seu filho ou filha.

Existem contraindicações?

Os florais não são considerados um medicamento farmacológico, por isso, não possuem avisos de contraindicação. Também não há registros de efeitos colaterais advindos de seu uso.

Mas e aí: funciona mesmo?

A terapia de florais, como qualquer outra terapia, só funciona de verdade quando há o real desejo de mudança e transformação. Se o bebê ou a criança está com problemas emocionais, a terapia de florais trará mudanças na rotina da família que vão além do medicamento.

Por isso, se você pensa em fazer o tratamento com florais, procure um bom profissional, que possua boas referências e mergulhe de cabeça na terapia.

E o mais importante: além de fazer o tratamento, procure saber mais sobre as fases do desenvolvimento do bebê e da criança. Procure entender mais profundamente o que ela está passando. Isso ajudará você e seus familiares a lidarem melhor com essa fase.

Para saber mais sobre o desenvolvimento do seu bebê ou de seu filho, que tal ler mais artigos de nosso blog?

/* ]]> */