Beleza Cabelos

Guanidina: conheça tudo sobre o produto de alisamento capilar

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Cada vez mais, é comum ver nos salões de beleza pelo mundo a busca crescente da mulherada por produtos e procedimentos que deixem os cabelos lisos e sedosos, de forma mais natural possível e sem agredir os fios. Por mais que ter cachos bem definidos e volumosos esteja super em alta atualmente, há quem prefira adotar a praticidade dos fios lisos para facilitar a jornada no dia a dia e, ao mesmo, ficar bonita com madeixas mais comportadas e clássicas.

São alisantes, relaxantes, escova progressiva e até receitas caseiras em que muitas mulheres apostam para conseguir o tão desejado liso perfeito. No entanto, apesar de ser o que a maioria deles promete, nem sempre o que se vê após o uso é um liso saudável, brilhoso e macio, uma vez que a agressão das substâncias químicas presentes em boa parte deles é forte e, muitas vezes, irreversível.

É por isso que algumas pessoas estão optando por alisar as madeixas com produtos à base da famosa Guanidina. A substância tem sido altamente recomendada por especialistas e usada em salões de beleza para alisar ou relaxar cabelos cacheados ou crespos com maior eficiência e sem agressões danosas aos fios.

Se você ficou curiosa e quer saber como alisar os seus cabelos usando a Guanidina, continue lendo esse artigo até o final e saiba tudo sobre o produto!

imagem-de-cabelos-kr3qjrgxf-1024x768

O que é a Guanidina?

A Guanidina, ou hidróxido de guanidina, nada mais é que uma substância obtida através da mistura de carbonato de guanidina com hidróxido de cálcio, feita por um profissional e muito usada nos salões de beleza para alisar ou relaxar cabelos cacheados e crespos. A sua principal função é desestruturar as cadeias internas do fio, modificando a textura para um formato liso ou menos ondulado.

O alisante tem ficado mais popular atualmente por oferecer um alisamento definitivo aos fios, por cerca de 3 meses, sendo necessário apenas retocar o cabelo crescido após esse período. Uma das vantagens do procedimento com a Guanidina é que este é mais lento, uma vez que a substância possui moléculas maiores, o que dá maior praticidade ao profissional que está aplicando para medir o tempo em que o produto fica no cabelo e, assim, não agredir os fios.

Por ser mais forte que os demais produtos alisantes, a Guanidina também possui alta possibilidade de causar maiores danos aos fios. No entanto, essa condição só é possível em casos de ultrapassagem do tempo de aplicação do produto no cabelo e em casos de misturas com químicas não compatíveis, que você vai saber quais são a seguir.

Apesar de já existirem produtos prontos no mercado, o que facilita a vida de muitas de nós, é preciso estar atenta aos níveis de carbonato de guanidina e hidróxido de cálcio nas embalagens, uma vez que uma maior quantidade desse último ingrediente pode ressecar e causar a quebra dos fios.

É por isso que a recomendação é para que o alisamento com a substância seja feito apenas por um profissional da área, que fará a combinação certa desses produtos para cada tipo de cabelo e, assim, prevenir danos aos fios.

Quem pode usar?

como-alisar-o-cabelo-com-maizena-e-leite-passo-a-passo-2

A Guanidina possui pH alto, cerca de 12 ou 13, e, por esta razão, pode não ser compatível com outras substâncias e causar um choque químico nos fios, podendo quebrá-los e causar a sua queda gravemente e instantaneamente.

E por este motivo que, uma vez feito o alisamento com a substância, nenhum outro tipo de produto com a mesma função deve ser aplicado para desmanchar os cachos ou ondas do cabelo.

Portanto, se você tem cabelos com alisamentos à base tioglicolato de amônio, como alguns tipos de escova progressiva, está terminantemente proibida de usar a substância para alisar o cabelo.

Ainda, outro elemento químico que pode causar o corte químico nos cabelos alisados com a Guadinina é o chumbo do henê e a amônia pura, presente na maioria dos produtos alisantes.

No entanto, quem usa escova progressiva à base de queratina no cabelo pode aderir à técnica de alisamento com Guanidina. As duas substâncias são compatíveis e não causarão nenhum corte químico que possa danificar as suas madeixas.

Como aplicar? Veja passo a passo

maxresdefault-17

Como dissemos acima, a recomendação é para que a Guanidina seja aplicada nos cabelos apenas por um profissional de salão de beleza. No entanto, existem algumas marcas de cosméticos que disponibilizam o produto já pronto para fazer o alisamento nas madeixas, o que torna o procedimento mais prático para quem não tem money ou tempo livre para ir ao salão de beleza.

A única dica é para que quem optar por esses produtos verifique na embalagem a quantidade de carbonato de guanidina e hidróxido de cálcio e cuide para que este último não esteja em quantidade muito elevada em relação ao outro ingrediente. Isso evitará danos como quebra e queda dos fios.

Ainda, é preciso ficar de olho nas instruções na embalagem do produto para não correr nenhum risco e, também, estar com os cabelos sujos por, pelo menos, três dias até a aplicação. Feito isso, você já está pronta para fazer o alisamento com Guanidina no seu cabelo. Para isso, basta seguir o passo a passo que vamos mostrar abaixo para ter os seus tão sonhados fios lisos e sedosos! Veja:

Passo 1: O primeiro passo é desembaraçar os cabelos secos e, em seguida, dividi-los em quatro partes.

Passo 2: Prenda cada parte com a ajuda de uma presilha de plástico, que não costumam quebrar no cabelo.

Passo 3: Em seguida, aplique um pouco de creme hidratante para a pele nas regiões da teste, orelhas e pescoço.

Passo 4: Misture os produtos que vêm na embalagem, seguindo as orientações do fabricante, e comece aplicar nos cabelos com a ajuda de um pincel, começando pela nuca.

Passo 5: A dica é aplicar o produto em mechas finas, respeitando o limite de 1 cm da raiz, e espalhando-o por todo o comprimento até chegar às pontas.

Passo 6: Repita o mesmo esquema nas quatro partes do cabelo e deixe o produto agir pelo tempo indicado na embalagem.

Passo 7: Passado esse tempo, remova o produto dos cabelos, enxaguando-os com água em abundância e sem esfregar o couro cabeludo.

Passo 8: Não se esqueça de usar o shampoo indicador de resíduos do produto durante o enxágue. Se a espuma estiver rosa, significa que ainda há a presença do alisante no cabelo, sendo necessário um novo enxágue. Repita o teste até a espuma ficar branca.

Passo 9: Repita o teste com o shampoo até a espuma ficar totalmente branca. Isso será essencial para evitar danos aos cabelos.

Passo 10: Para finalizar, é só retirar o excesso de água dos fios com uma toalha. Está pronto o seu alisamento com Guanidina!

Guanidina estraga o cabelo?

guanidina-estraga-o-cabelo

Essa é uma dúvida frequente de muitas mulheres que desejam usar o produto para alisar os seus cabelos. A resposta é bem simples: depende do modo como você usá-la no cabelo.

Como falamos no decorrer desse artigo, misturada à outras substâncias não compatíveis, como o tioglicolato de amônio, o chumbo do henê ou a própria amônia, o produto causar a queda e quebra imediatas do seu cabelo, sendo possível você ver a triste cena dos seus fios no chão antes mesmo de sair do salão de beleza.

Por isso, é importante que os seus cabelos estejam virgens e saudáveis para não causar nenhum dos problemas acima. Em geral, as principais razões que levam a Guadinina a danificar os fios são técnicas inadequadas de aplicação, como tração ou enluvamento errados, ultrapassagem do tempo de pausa, preparação incorreta dos produtos, má neutralização do produto nos cabelos, que, por sua vez, é causada pela não retirada total do produto dos fios durante o enxágue, o que causa o ressecamento, quebra e queda posteriormente.

Por isso, lembre-se de seguir à risca o passo a passo que mostramos acima para não tornar o sonho de madeixas lisas em um pesadelo. Respeite o tempo e modo de aplicação, evite encostar o produto no couro cabeludo e enxágue bem os fios depois do procedimento. Além disso, é válido ressaltar que não é permitida nenhuma fonte de calor, como secador ou chapinha, sobre os cabelos após o alisamento com Guanidina.

Como cuidar dos cabelos depois?

A Guanidina, como toda substância química, pode causar alguns efeitos indesejados nos cabelos se você não cuidar bem deles e der uma atenção redobrada após o alisamento. Por isso, se você deseja ter um liso perfeito e saudável, não se esqueça de apostar nas máscaras hidratantes, de preferência, à base de ativos reconstrutores que recuperam a fibra capilar e evitam a queda e quebra dos fios.

Também é preciso investir em produtos de nutrição, à base de colágeno, elastina, queratina, vitamina E e provitamina B5, que ajudam a melhorar o aspecto danificado dos fios, reparando a elasticidade, a resistência, a umidade e o brilho dos cabelos.

Use sempre shampoos com pH ácido para manter o alisamento, de preferência, os da linha de manutenção da marca de Guanidina que você usou para fazer o procedimento. Evite compostos à base de metal, pois este é o elemento inimigo número 1 da substância e pode fazer muito mal aos seus cabelos. Inclusive, presilhas de metal não devem ser usadas no cabelo por um bom tempo, pois podem quebrar os fios.

Respeite o tempo de manutenção, que deve ser feita a cada 3 meses. Reaplique o produto apenas no cabelo crescido e proteja o restante com alguma máscara de tratamento ou óleo capilar.

Principais marcas

Como você leu anteriormente, existem algumas marcas que disponibilizam a Guanidina pronta para fazer o alisamento dos cabelos sem sair de casa. Dentre as principais estão:

  1. Guanidina Salon Line Tradicional Mild – Preço médio: R$ 17.
  2. Relaxamento Guanidina Vita A – Preço médio: R$ 10.
  3. L’oréal Profissional Force Relax Creme de Relaxamento Guanidina – Preço médio: R$ 100.
  4. Creme Relaxante Niely Guanidina Super Pack – Preço médio: R$ 13.
  5. Sistema de Relaxamento Profissional de Alta Performance Make Liss Guanidina (Amavia) – Preço médio: R$ 42.

Veja também:

/* ]]> */