Exercícios Saúde

Saiba a importância da respiração durante o treino

O jeito de respirar afeta toda a nossa vida. A importância da respiração durante o treino, porém, tem características especiais, que você vai ver hoje. É só conferir o post até o fim!

Sabe aquela história que é legal respirar pelo nariz porque o ar entra quente e úmido no pulmão, filtrado pelos pelinhos? Não é que isso mudou; é que durante a atividade física nosso corpo precisa de mais ventilação, principalmente nos exercícios intensos.

Então, a respiração precisa estar adequada à necessidade e, muitas vezes, somente o nariz não é capaz de dar conta do recado. Por isso, costumamos abrir a boca para ‘puxar’ mais ar. A medicina diz que isso não chega a trazer problemas neste contexto.

É fundamental destacar que, ao respirarmos do jeito errado na hora do exercício, podemos sentir desconfortos e até dores, inclusive na musculação.

A respiração ideal durante este tipo de treino também proporciona melhor rendimento. Para isso, é fundamental entender três formas de colocar o ar para dentro e para fora.

A respiração livre ou continuada é a natural, despreocupada. A ativa é aquela na qual você inspira no início da força e expira quando finaliza. Já a respiração bloqueada acontece quando o atleta segura a respiração por um tempo, elevando a pressão do sangue.

O fato é que, apesar de a respiração natural ser ótima, ela não é a melhor para o desempenho esportivo, não o tempo todo.

Mas a pergunta então é: qual a melhor forma de respirar durante os exercícios? Depende do que a pessoa está praticando. Um movimento como o deadlift, por exemplo, pede uma atenção maior.

Quando o assunto é levantar peso, o cuidado deve aumentar porque uma boa respiração garante rendimento e evita fadiga precoce ou exagerada da musculatura.

Na musculação, o correto seria expirar no momento do esforço e inspirar na volta, no retorno. Quando expiramos, os músculos da barriga se contraem e favorecem a sustentação do corpo para realizar o movimento.

Portanto, a importância da respiração durante o treino significa, em outras palavras, que respirar do jeito errado ou em ‘sentido’ contrário pode causar desconforto, dores e desperdiçar o exercício.

De qualquer forma, é bom lembrar que a oxigenação do sangue não é algo que deva ser parado, certo? Mais um motivo para cuidar do modo que aproveitamos o ar.

O oxigênio conserva a consciência, mantém as nossas células em bom estado e ainda serve para transformar carboidratos e gorduras depositados nos músculos em combustível.

Imagine, então, como fica nosso bem-estar e capacidade física se respiramos mal… E aqui falo que executar bem a respiração em todas as modalidades de atividades físicas.

Por que precisamos respirar corretamente durante os treinos?

E quando o tema é respiração, não poderia deixar de falar dela, a corrida. Aqui não há regra específica. Até a ideia da maioria sobre inspirar pelo nariz e soltar pela boca pode variar de acordo com o ritmo do exercício.

Pode ser que no começo da prática o atleta possa fazer dessa maneira, mas na medida em que o treino avança, mesmo em velocidade constante, aumenta a intensidade do movimento. Resultado: o corpo praticamente implora por ventilação extra. É hora de recorrer à respiração pela boca.

De uma forma geral, fixar-se em somente um ‘modelo’ de respiração pode ser incômodo e provocar falta de coordenação, além daquela dor lateral que muitos corredores experimentam de vez em quando e da fadiga antecipada.

A respiração correta leva aporte adequado de oxigênio às células e retira o gás carbônico, que precisa ser eliminado para não poluir o organismo; ajuda a melhorar a performance e tirar mais vantagem das atividades físicas.

Preste atenção ao modo como respira nos próximos treinos e alcance o seu desempenho máximo!

Importante: a função deste post é informar. Apenas médicos e outros profissionais habilitados, como os fisioterapeutas e educadores físicos, podem prescrever exercícios e orientar sobre maneiras de executá-los, incluindo o aspecto da respiração.

Cuide-se! Até a próxima!

/* ]]> */