Beleza Estética

Lipocavitação é um excelente tratamento contra a gordura localizada

Lipocavitação, nome dado ao procedimento que ajuda a romper células de gordura localizada, é um método eficaz que vem transformando a vida de muitas pessoas. Ajudando a reduzir medidas de áreas como barriga, costas e coxas, a lipocavitação é feita através de um aparelho de ultrassom e caracteriza-se por ser um processo simples e indolor.

Como funciona o procedimento?

Utilizando aparelhos de ultrassom que trabalham em frequências de onda de 20 a 70 quilohertz, o profissional aplica um gel no local onde a gordura deve ser eliminada e, então, desliza o cabeçote do aparelho por toda a região.

As ondas do aparelho de ultrassom penetram até a camada subcutânea de gordura e formam pequenas bolhas dentro das células gordurosas, os adipócitos. Essas bolhas, conforme aumentam de modo progressivo, agitam o interior das células gordas e causam o seu rompimento. Depois disso, a gordura se divide em duas partes:

  • Ácido graxo: é reaproveitado pelo corpo como energia
  • Glicerol: é solúvel em água e facilmente eliminada do organismo por meio da urina e do suor

É assim, então, que a lipocavitação combate a gordura localizada.

Aparelhos que trabalham em frequências de onda acima de 70 quilohertz não são indicados no tratamento pois não rompem as células de gordura de maneira efetiva, apenas liberam água do interior dos adipócitos. Nesses casos, pode ocorrer perda de medidas, mas o que você eliminou foi excesso de líquido e não de gordura.

Alguns aparelhos que servem para a lipocavitação são: Ultrashape, Accent Ultra, Galeno Sculptor e Power Shape. Heccus e Manthus não são indicados para o procedimento.

Vale lembrar que esse método nada tem a ver com a lipoaspiração. Enquanto o primeiro procedimento é externo, mais simples, indolor e menos invasivo, o segundo é uma intervenção cirúrgica com pré e pós-operatório delicados, além de período de recuperação e dor. Os resultados também são muito distintos, já que a perda de gordura através da lipo é muito maior justamente por se tratar de uma cirurgia.

Embora a técnica possa ser aplicada em qualquer região do corpo que esteja com acúmulo de gordura, especialistas não recomendam a lipocavitação nos braços pois pode provocar flacidez.

Em média, o procedimento elimina de 30% a 80% da gordura localizada, mas é essencial que o indivíduo siga uma dieta equilibrada e pratique exercícios físicos após terminar o tratamento.

Qualquer pessoa pode fazer lipocavitação?

O procedimento de lipocavitação não faz com que você perca peso, apenas reduza medidas ao eliminar gordura localizada. Sendo assim, ele é indicado para quem está no peso ideal, mas tem gordura acumulada em algum ponto estratégico.

Se o seu objetivo é perder peso, a lipocavitação não é o tratamento mais indicado. Além disso, especialistas recomendam que grávidas, portadores de marca-passo, indivíduos com colesterol alto, problemas hepáticos e histórico de câncer ou outros tumores não se submetam ao procedimento.

A lipocavitação combate apenas a gordura localizada?

Como dissemos, a lipocavitação não deve ser a escolha de quem deseja perder peso já que ela auxilia apenas na redução de medidas, mas além de combater a gordura localizada, ela pode trazer alguns outros benefícios:

Veja também

  • Diminuição e prevenção da celulite: por quebrar as células de gordura, o método ajuda a diminuir e prevenir o surgimento de novos “furinhos indesejados” na região tratada.
  • Modelagem do corpo: quem já está no peso ideal e busca uma forma de eliminar medidas em áreas com alguma gordura localizada encontra na lipocavitação um excelente aliado.

Quanto custa a lipocavitação?

O valor da lipocavitação pode variar muito conforme a região. Em média, as sessões duram de 30 a 60 minutos e custam entre R$ 500,00 e R$ 900,00. Na maioria dos casos, recomenda-se pelo menos 8 sessões para atingir os resultados desejados.

Não é um tratamento barato, portanto, você deve pensar muito bem na relação custo-benefício e, principalmente, entender que não se trata de um método para perda de peso e sim redução de medidas.

A lipocavitação oferece algum risco à saúde ou tem efeitos colaterais?

Como qualquer procedimento estético, a lipocavitação pode oferecer riscos se for realizada por pessoas despreparadas. O uso indevido do aparelho de ultrassom pode provocar lesões e queimaduras. Além disso, aparelhos não indicados para o procedimento podem não fazer com que você atinja os resultados desejados.

Antes de marcar suas sessões, é imprescindível avaliar a qualificação do profissional responsável pelo tratamento. Pedir dicas para as amigas que já fizeram é sempre uma boa ideia.

Aparelhos de ultrassom só podem ser usados pelos seguintes profissionais:

  • Médicos
  • Fisioterapeutas
  • Esteticistas certificados

Embora não seja indispensável, um dermatologista pode ser complementar no tratamento e acompanhar de perto os resultados da lipocavitação.

Em relação aos efeitos colaterais, não há relatos. No entanto, para que a gordura possa ser eliminada corretamente e não volte a ser depositada em outras regiões, é recomendável realizar alguma atividade física de 4 a 6 horas após cada sessão para queimar a energia liberada após o rompimento das células de gordura. Uma atividade de intensidade leve, como uma caminhada, é o suficiente.

O que fazer para potencializar os resultados da lipocavitação?

Depois de eliminar as gorduras localizadas através da lipocavitação, é essencial que você mantenha um estilo de vida saudável para não ganhar peso e acumular gordura novamente. Uma alimentação balanceada aliada à prática de exercícios físicos é indispensável para que você continue com o corpo modelado que o tratamento promoveu.

Além disso, dermatologistas sugerem algumas sessões de drenagem linfática (manual ou mecânica) após a lipocavitação. Esse procedimento ajuda a potencializar os resultados proporcionados pelo aparelho de ultrassom e aproxima você ainda mais do corpo desejado.

Considerações finais

Embora a lipocavitação seja um tratamento externo e relativamente simples, exige um alto investimento e pode trazer riscos se não for realizada por um profissional qualificado. Assim, antes de marcar suas sessões, pense bem e avalie se o método será capaz de trazer os resultados que você procura.

Ademais, não adianta investir em um procedimento como esse e, depois, comer barras e mais barras de chocolate ou pacotes e mais pacotes de batata frita. A alimentação deve ser saudável e caminhar ao lado de exercícios físicos. Estes, por sua vez, devem ser praticados pelo menos 3 vezes por semana.