Beleza Estética

Lipoescultura gessada combate gordura localizada e celulite, sem cirurgia

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Para muitos, a lipoescultura gessada é uma verdadeira revolução no tratamento de gordura localizada e celulite nos mais diversos graus, inclusive auxiliando no combate à obesidade circulatória e flacidez.

Uma das vantagens do procedimento em relação à sua forma de aplicação é o fato de não consistir em um tratamento invasivo. Ou seja, não requer cortes, anestesia, entre outros processos que normalmente causam desconforto ou dor.

A pessoa não precisa ser internada para o tratamento, que é feito no consultório mesmo. Em média, a partir da 10ª sessão, já é possível observar bons resultados.

Benefícios

Entre os benefícios da técnica, podemos citar:

  • Desintoxicação;
  • Regeneração celular;
  • Redução de medidas;
  • Modelagem corporal;
  • Melhora da drenagem linfática;
  • Favorece o retorno venoso e a microcirculação;
  • Auxilia na oxigenação dos tecidos e na hipotonia muscular;
  • Eleva a produção de adenosina trifosfato (ATP) em até 500%.

Mas, afinal, o que é essa tal de lipoescultura gessada?

É um produto descoberto pelo pioneiro da medicina estética no Brasil, Dr. J. Bussade. O médico, que também trouxe para a América Latina a medicina ortomolecular, chegou à lipoescultura entre os anos de 1970 e 1980.

Depois de décadas de uso, a técnica é apontada hoje como a mais eficaz no combate à celulite grave, obesidade circulatória e adiposidade, além de proporcionar diversos efeitos secundários, como vimos anteriormente.

Atualmente, existem mais de 30 formas registradas de utilização da lipoescultura gessada. Seu insumo pode ser passado com as mãos, inclusive antes de diversos tipos de massagens (turbinada, redutora, modeladora, circulatória etc.) e de drenagem linfática.

A formulação da lipoescultura gessada entra nas células gordurosas, promove a saída de radicais livres e a eliminação de gordura estocada. Um efeito importante tanto para a estética quanto para a saúde.

A técnica pode liberar de 500 a 1000 calorias por aplicação nas 48 horas posteriores ao procedimento. Seu efeito é prolongado, termogênico e não cumulativo. No entanto, os resultados dependem de cada organismo e de como a lipoescultura gessada é empregada.

A lipoescultura gessada não é um cosmético, como muita gente pensa; muito menos sinônimo de gessoterapia. Também é frequente confundir o produto com um conjunto de substâncias usadas no tratamento da celulite. Porém, não é nada disso!

O termo “gessada” não tem relação com gesso e, sim, com “imobilizado”. É somente uma maneira de falar de uma cinta modeladora que promove a compressão.

A lipoescultura gessada é uma formulação líquida tópica, resultado de duas décadas de pesquisa; uma associação substâncias enzimáticas ortomoleculares aplicada no local a ser tratado depois de uma breve esfoliação da pele, para melhor absorção.

Depois, é hora de colocar ataduras molhadas em água e filme plástico para proteger a região. Assim, o local fica duro como se estivesse engessado. E o paciente permanece imóvel durante 1 hora, em média.

Ela é feita com o insumo chamado de LEORT, uma molécula conhecida como Éster Metil do Ácido Piridino Carboxil Atóxico. É uma preparação farmacêutica especial, guardada à sete chaves, assim como a fórmula da Coca-Cola.

O segredo com patente mundial protegida até 2025 não conta com genérico, produto similar ou que possa ser manipulado em farmácias especializadas.

Quem pode fazer?

As indicações da lipoescultura gessada mais comuns são:

• Celulite em todos os graus;
• Flacidez;
• Gorduras difíceis e localizadas;
• Modelagem corporal;
• Obesidade circulatória;
• Regeneração celular;
• Tratamentos contra radicais livres.

É importante observar que o procedimento é de uso estritamente profissional, sendo aplicado por fisioterapeutas, médicos ou esteticistas – mas todos com capacitação e autorização para tanto.

Como é um produto ativo, existem contraindicações no uso da lipoescultura gessada. São elas: gestantes, lactantes, pessoas com doenças crônicas, usuários de marca-passo, indivíduos com febre ou insuficiência renal crônica.

Converse com seu médico sobre a lipoescultura gessada e aproveite você também os benefícios terapêuticos e estéticos que ela pode proporcionar.

Até breve!

/* ]]> */