Maternidade

Maternidade: 8 TED Talks sensacionais que você não pode perder

TED Talk é uma palestra curta, de 18 minutos ou menos, feito por pessoas que possuem boas ideias para compartilhar. Começou como uma organização sem fins lucrativos nos Estados Unidos e depois se espalhou pelo mundo.

Neste artigo selecionamos os 8 melhores TED Talks sobre maternidade e criação dos filhos. Não perca!

1. Coisas perigosas que você deve deixar seus filhos fazerem:

Gever Tulley fez uma pesquisa com pais nos Estados Unidos perguntando para eles o que eles mais temiam que acontecesse com seus filhos.

Depois Gever comparou essa lista com as 5 coisas que mais matavam ou feriam crianças nos EUA por meio de estatísticas. Ao comparar essas duas listas ele concluiu que os pais sabem muito pouco o que realmente é perigoso para seus filhos.

Ele nos apresenta então 5 coisas perigosas que se deve deixar os filhos fazerem para que eles, digamos, fiquem espertos.

2. Crianças, já para fora!

Dr. Daniel Becker é Pediatra formado pela UFRJ, com mais de 20 anos de experiência de atendimento em consultórios no Rio de Janeiro.

Ele apresenta nesta palestra os 7 pecados capitais que a sociedade está cometendo com nossas crianças.

Como solução, ele propõe algo simples: o contato com a natureza.

3. Como a criança vê o mundo?

Especialista em psicopedagogia, Isabela nos mostra que precisamos ter mais empatia com as crianças.

Muitas vezes interpretamos as ações das crianças sem levar em consideração o desenvolvimento cognitivo e motor delas.

Achamos que elas estão manipulando e na verdade elas só estão pedindo ajuda.

Isa explica como podemos agir com mais empatia e melhorar a comunicação com as crianças com ações simples, com base no respeito, cumplicidade e companheirismo.

4. Como fazer com que as crianças nos ouçam?

Sergio Aires conta nessa palestra um pouco da sua experiência num projeto que ensina música para crianças carentes.

Na sua trajetória, ele aprendeu algo essencial: a comunicação é uma via de mão dupla.

Quando crianças e adolescentes não querem ouvir os conselhos e opiniões de adultos, muitas vezes, não é porque eles se desprezam esse conhecimento.

O que acontece é que eles não são ouvidos. Quando não conseguimos ouvir com atenção e entender o que eles têm para dizer, raramente eles vão confiar em nós e acatar nossos conselhos.

Você aceitaria o conselho de uma pessoa que sequer quer ouvir seu lado da história?

5. Os melhores pais:

Marcos Piangers não conheceu seu pai. Essa é a história mais comum no Brasil, ele diz.

Mas diferente do que aconteceu com ele, as duas filhas dele têm um pai presente, que vive a experiência da paternidade e ama isso.

Marcos diz que quem mais perde quando um filho é abandonado pelo pai é o próprio pai, que perde a oportunidade de viver momentos incríveis.

A palestra de Marcos é uma oportunidade de reflexão sobre o papel que o pai tem na vida de seus filhos.

6. O que os adultos podem aprender com as crianças?

Adora Svitak é apenas uma criança. Ela explica em sua palestra que o que os adultos chamam de atitudes infantis não são bem atitudes de crianças.

Adora compara de maneira divertidas as ações mais conhecidas da nossa sociedade comandada por adultos aos feitos de algumas crianças.

Depois alerta: temos muito o que aprender sobre criatividade e otimismo com as crianças.

7. É verdade que as crianças não brincam mais?

Renata Meirelles viajou por todo o Brasil para responder à pergunta: é verdade que as crianças não brincam mais?

E ela obteve duas respostas: os adultos sempre diziam que as crianças não brincavam mais; e as crianças responderam brincando.

As crianças que tinham espaço, outras crianças e tempo disponível brincam sim. E Renata fala da importância que a brincadeira tem para o desenvolvimento da criança.

É realmente emocionante: quando a criança brinca, ela está sendo ela mesma.

8. Lições inesperadas da maternidade:

Para fechar esta nossa seleção de TED Talks, escolhemos a história de Isabel Clemente.

Isabel fala um pouco sobre as expectativas da maternidade, o medo de errar e a pressão que a ideia da maternidade perfeita pode exercer sobre a mulher.

E ela compartilha também duas lições que aprendeu com a maternidade: rir de si mesma mantendo o bom humor e acreditar muito em seus sonhos, trabalhando para torná-los realidade.

 

A maternidade é um mundo cheio de emoções e aprendizados. Aprender a olhar para as crianças de maneira diferente e tentar trazer uma experiência de infância boa para elas é o dever da família.

Mas também é preciso entender que vamos cometer erros no caminho e que ao saber mais sobre a criação dos nossos filhos temos um direcionamento e não um manual de instruções.

Leia também: 8 canais do YouTube sobre maternidade que você precisa conhecer.

 

/* ]]> */