Saúde Saúde Bucal

Mau hálito: conheça as causas e tratamentos da halitose

O mau hálito, também conhecido como bafo, atinge grande parcela da população brasileira e muitas pessoas nem imaginam que sofrem desse problema. Às vezes, amigos ou familiares não têm coragem de contar para a pessoa e, por isso, muitas passam anos sem saber que sofrem de mau hálito, prejudicando suas relações e amizades.

Para evitar situações constrangedoras, é essencial entender o que é o mau hálito e as causas desse problema. Além disso, é muito importante saber que existem tratamentos e formas de prevenir essa disfunção do organismo.

O que é

O mau hálito é um distúrbio do organismo que causa hálito desagradável, ou seja, com cheiro ruim. Ao conversar com outras pessoas, esse odor é exalado pela boca, sendo normalmente percebido pelas pessoas que estão próximas.

Esse problema também é conhecido como halitose e não deve ser encarado como uma doença ou patologia. Normalmente, possui causas simples e que podem ser resolvidas com uma simples ida ao dentista. Em outros casos, pode ser sinal de uma doença ou infecção maior.

De qualquer maneira, é importante ir a um dentista ou médico assim que o mau hálito for diagnosticado, evitando prejudicar ainda mais as relações com outras pessoas e adiar um problema que pode estar escondendo uma doença mais grave.

Causas

mau-halito

Existem diversas causas para o mau hálito. As principais delas possuem origem na própria boca da pessoa, isto é, surgem de problemas na região bucal, como na língua. A má higiene pode ser uma das causas, principalmente não escovar os dentes diariamente ou não usar o fio dental, deixando restos de alimentos entre os dentes.

Outras causas na região bucal são: passar muitas horas sem ingerir líquidos, fumar, beber álcool, comer alimentos industrializados, placa na boca, entre outras.

Além dessas circunstâncias, o mau hálito também está relacionado à causas originadas no organismo da pessoa como um todo e não especificamente na boca. Por isso, são causas consideradas sistêmicas, que possuem vários sintomas, entre eles, a halitose. Exemplos dessas causas são infecções e doenças nos rins, pulmões, fígado, estômago e intestinos. Assim, diabetes, cânceres e cirroses podem ser considerados causas do mau hálito.

Por isso, é essencial estar atento a outros sintomas que podem surgir em conjunto com o bafo, avisando que algo não vai bem no organismo da pessoa. Para saber se está ou não com mau hálito, basta colocar a mão próximo ao nariz e respirar ou lamber a palma da mão e respirar. São formas simples e não constrangedoras de identificar ou não a presença dessa disfunção.

Tratamentos e prevenção

Para encontrar o tratamento mais adequado, é necessário, antes de tudo, identificar as causas do mau hálito. Para cada causa, as medidas e soluções adotadas serão diferentes, considerando também o histórico da pessoa e o estilo de vida. Assim, após descobrir a existência do mau hálito, é necessário procurar um dentista, que indicará o que fazer.

No caso do mau hálito ser resultado de uma doença ou problema mais sério, poderá ser necessário buscar um médico especializado para indicar o melhor tratamento. Muitas vezes, apenas ao eliminar a doença será possível eliminar o problema.

De qualquer forma, é indispensável manter uma boa higiene bucal para prevenir o surgimento do mau hálito. É necessário escovar os dentes diariamente, cerca de três vezes ao dia, também utilizando fio dental e raspadores de língua.

Além disso, visitar um dentista frequentemente também auxiliará a evitar o incômodo diário, pois ele poderá identificar possíveis problemas e disfunções que levem futuramente a um quadro de mau hálito.

Comentar

/* ]]> */