Saúde

Menopausa precoce: saiba por que acontece e como lidar com o problema

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

A menopausa precoce é um assunto delicado e que afeta 3% das mulheres. Essa condição, além dos sintomas incômodos, pode atrapalhar as mulheres que querem ter filhos. Confira mais sobre o tema neste artigo.

A menopausa é a interrupção do ciclo reprodutivo feminino, e geralmente ocorre entre os 45 aos 55 anos. Neste momento, a mulher deixa de ovular, cessando assim a possibilidade de engravidar.

Quando isso ocorre antes dos 40 anos de idade, é caracterizado pela menopausa precoce.

Por isso, é importante que toda mulher faça exames e consultas médicas regularmente para conferir a saúde de seus ovários. Caso a mulher sinta, antes dos 40, 42 anos, sintomas como, calor excessivo, irritabilidade, secura vaginal, entre outros, pode ser um indício que ela esteja passando pela menopausa precoce.

Neste caso, é necessário procurar um médico imediatamente para fazer o diagnostico correto.

Em alguns casos, a menopausa precoce também pode ocorrer devido a histórico familiar. Por isso, caso sua mãe e avó tenham passado pelo problema, é importante que você fique atenta até mesmo para poder adotar um estilo de vida mais saudável, cuidar da alimentação e, quem sabe, conseguir prevenir essa condição.

Estima-se que a chamada falência ovariana atinja 3% das mulheres. E isso acaba atrapalhando o plano de mulheres que desejam ser mães durante esse faixa etária.

Até porque, sabemos que, atualmente, as mulheres estão adiando a gravidez, focando primeiramente nos estudos e na carreira. Isso tem feito com que muitas mulheres optem por ser mães um pouco mais velhas.

Porém, quando essas mulheres são diagnosticadas com menopausa precoce, tudo isso pode atrapalhar bastante o sonho.

Atenção aos ovários desde jovem

De acordo com especialistas, a menopausa precoce geralmente aponta os primeiros sinais de que a mulher poderá sofrer com essa condição ainda jovem, quando os ovários começam a apresentar problemas ou a funcionar de forma inadequada.

Quem tem ciclos irregulares e cólicas muito intensas deve logo procurar um médico para verificar a saúde dos ovários. Esse cuidado e tratamento antecipado pode evitar um problema de menopausa precoce lá na frente.

Tenho menopausa precoce. Vou poder engravidar?

Bem, apesar da menopausa precoce, de fato, dificultar as chances das mulheres serem mães, quando diagnosticada imediatamente, e com o devido tratamento, a mulher pode conseguir engravidar normalmente. Em alguns casos, pode ser necessário um tratamento mais específico, como a doação de óvulos da mulher e o uso dos espermatozoides do marido.

Sintomas da menopausa precoce

Procure ficar atenta à ondas de calor excessivo, insônia, dificuldades para dormir, ressecamento vaginal, diminuição da libido, perda de massa óssea, depressão, aumento do risco cardiovascular, ganho de peso, entre outros.

Caso ocorra o diagnóstico de menopausa precoce, é muito importante que ela inicie um tratamento o quanto antes, além de adotar um novo estilo de vida para esta fase.

Abalo na autoestima

A menopausa é uma fase super delicada, mesmo quando ela ocorre no período normal. É que a mulher precisa iniciar uma série de cuidados, além de sentir um verdadeiro “Tsunami” de sensações e emoções.

Muitos homens e companheiros não entendem essa fase da mulher e não sabem dar o devido apoio, principalmente quando é acompanhada pelo sintoma da falta de libido.

Por isso, a menopausa precoce pode afetar ainda mais a autoestima das mulheres, porque ocorre em um período em que elas não esperam. Muitas não conseguem compreender e não aceitam essa condição antecipada do ciclo e podem reagir muito mal.

Neste momento, todo apoio familiar e principalmente do companheiro é essencial.

Com o tratamento ideal, a mulher poderá ter uma melhor condição e passar mais tranquilamente pela menopausa precoce.

/* ]]> */