Beleza Pele

Micropuntura para estrias: saiba tudo sobre esta técnica!

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

As estrias são cicatrizes vermelhas ou esbranquiçadas causadas pelo estiramento da pele e destruição das fibras elásticas.

São ocasionadas pelo ganho de peso repentino ou aumento do volume corporal, como na gravidez ou na adolescência, quando a pele parece não acompanhar o crescimento do corpo.

As estrias são um verdadeiro pesadelo para as mulheres, principalmente porque não tem cura e nem podem ser removidas. Porém, existem tratamentos que podem amenizar seu aspecto deixando-as menos aparentes. É o caso da micropuntura para estrias.

Se você (como toda mulher!) sofre com essas indesejadas marcas no corpo, conheça neste post como funciona a micropuntura e os benefícios desta técnica para o tratamento das estrias.

O que é a micropuntura e como ela funciona?

A micropuntura é um procedimento estético que consiste em estimular a pele através de um aparelho chamado dermógrafo, que possui uma pequena agulha.

Essa técnica também pode ser utilizada para o tratamento de rugas e marcas de expressão, mas os resultados da micropuntura para estrias costumam ser tão satisfatórios que o procedimento tem sido mais facilmente associado ao tratamento destas cicatrizes.

Cada estria é trabalhada individualmente com este equipamento, a fim de estimular o organismo a entender que aquela é uma área do corpo que deve ser regenerada, reconhecendo nela um processo inflamatório que necessita ser cicatrizado.

Desta forma, o organismo envia nutrientes como o colágeno e a melanina para a área afetada, com o objetivo de restaurar a pele. Também é utilizado um fluido de colágeno diretamente nas estrias, o que melhora a elasticidade, a firmeza e a hidratação da pele.

O tratamento e os resultados

A micropuntura para estrias pode ser aplicada em qualquer parte do corpo em que se deseja minimizar a aparência das cicatrizes, sendo as regiões mais comuns o bumbum, pernas, barriga, braços, panturrilhas e seios.

A duração do tratamento varia de acordo com a resposta e metabolismo de cada indivíduo.

Fatores como o tipo e a quantidade de estrias, idade, predisposição e nível de hidratação da pele influenciam a quantidade de sessões necessárias e consequentemente, os resultados.

De uma forma geral, são recomendados tratamentos de quatro sessões, mas em casos mais complexos, esse número pode aumentar. Mulheres com poucas estrias podem perceber uma melhora sensível logo nas primeiras sessões.

Como a micropuntura para estrias depende da resposta do corpo e cicatrização da área trabalhada, deve haver um intervalo de 30 dias entre sessões.

O procedimento é indicado tanto para estrias vermelhas (em fase aguda) e brancas (mais antigas).

É importante salientar que a micropuntura não remove as estrias e sim as deixa mais suaves, amenizando seu aspecto de relevo e coloração, deixando-as menos visíveis na pele.

Existe contraindicação?

Como todo procedimento estético, a micropuntura para estrias tem algumas contraindicações e não é recomendada para alguns indivíduos e situações:

  • Pele negra: o procedimento não é indicado para pessoas com pele negra pela maior predisposição à hiperpigmentação pós-procedimento, o que poderia piorar o aspecto das estrias;
  • Doenças autoimunes: pessoas com esse tipo de doença podem apresentar problemas na cicatrização e processo inflamatórios;
  • Câncer: o procedimento não é indicado para pessoas em tratamento de câncer pela baixa imunidade do organismo;
  • Tratamentos com anticoagulantes: essas substâncias dificultam o processo de cicatrização;
  • Diabéticos: por possuírem dificuldades de coagulação, cicatrização e recuperação de processos inflamatórios;
  • Peles com predisposição a queloides e cicatrização hipertrófica;
  • Gestantes e lactantes.

Cuidados após uma sessão de micropuntura para estrias

Após o procedimento, a área tratada fica bastante sensível e requer alguns cuidados entre sessões e pós-tratamento.

Não se deve depilar a região por pelo menos 20 dias. Então, recomenda-se ir à sessão já depilada e não utilizar cera durante esse período.

Também é necessário ter cuidado com a exposição solar e evitar praia e piscina durante esse mesmo tempo.

Alimentos ricos em betacaroteno, como cenoura, abóbora e beterraba, também devem ser evitados, pois estimulam a pigmentação da pele e podem manchar as cicatrizes.

Além disso, é importante seguir as recomendações do profissional responsável pelo procedimento, que poderá indicar alguma pomada ou creme para hidratar e acelerar a recuperação das lesões.

O preço de cada sessão de micropuntura para estrias costuma variar de R$300,00 a R$500,00 e é uma opção para mulheres que se sentem incomodadas por estas cicatrizes.

Apesar de não trazer prejuízos mais sérios para a saúde, as estrias são esteticamente incômodas e acabam impactando a autoestima da mulher.

O tratamento não faz milagre e nem remove as estrias, mas é eficiente e pode melhorar muito o aspecto dessas indesejáveis marcas. A melhor forma de saber se o procedimento pode te ajudar é agendar uma avaliação com um profissional.

Afinal, estar de bem com o próprio corpo não tem preço!

Restou alguma dúvida sobre a micropuntura para o tratamento de estrias? Manda pra gente nos comentários!

1 comentário

Comentar

/* ]]> */