Sem categoria

Nefrite, ou inflamação nos rins: saiba mais sobre a doença

Nefrite

A nossa saúde deve ser sempre uma preocupação constante em nossas vidas, afinal, é essa preocupação que fará com que tenhamos uma vida mais saudável e longa, é claro. Aliás, essa preocupação pode prevenir ou fazer você descobrir doenças como a nefrite previamente.

Uma das formas de manter essa vida mais saudável e longa é sempre ficar atento aos sintomas que o nosso corpo mostra para gente, e também sempre fazer aquele check up no médico. Essa preocupação fará com que você previna ou até descubra a doença bem no começo.

Essa identificação prévia, bem no começo da doença, pode fazer total diferença no tratamento e principalmente na recuperação de certas doenças, como é o caso da nefrite, uma doença que tem uma chance de recuperação de 50% nos adultos e 90% nas crianças.

E é justamente essa identificação bem no começo da doença que pode te ajudar a se recuperar mais rapidamente das infecções causadas pela nefrite. Mas, afinal de contas, o que é essa doença? O que ela causa ao nosso corpo? Maiores detalhes a seguir.

Nefrite

A Nefrite é um tipo de inflamação que afeta os rins, além de prejudicar os tecidos dessa região e também algumas outras estruturas renais. Na maioria das vezes, a nefrite aparece em decorrência de uma resposta do nosso próprio organismo, o sistema imunológico, devido a presença de algum elemento agressor, responsável por liberar substâncias que causam essa inflamação.

Resumindo, ela acontece porque nossos próprios anticorpos provocam a doença como uma forma de defender o nosso corpo contra algum elemento estranho no nosso organismo, que pode ser, entre muitos sintomas, uma infecção bem simples.

Para isso acontecer, o corpo estranho e os anticorpos (o antígeno e o anticorpo) se juntam para formar um complexo que percorre todo o nosso corpo por meio da corrente sanguínea e se instala nas estrutura dos nossos rins, causando diversos danos a esse órgão.

Além de causar diversos danos, existem diferentes tipos, ela varia de acordo com a região do rim que foi afetada ou de acordo com o tipo de infecção causada no rim.

Tipos de nefrite

  • Nefrite lúpica: ocorre devido a presença do Lúpus Eritematoso Sistêmico, doença do sistema imunológico.
  • Nefrite intersticial: a nefrite intersticial ou nefrite tubulointersticial, acontece quando a inflamação ocorre nos túbulos dos rins ous nos espaços entre o glomérulo e os túbulos.
  • Glomerulonefrite: já a glomerulonefrite acontece quando a inflamação afeta principalmente a primeira parte do aparelho de filtragem, também conhecido como glomérulo.

As doenças mais comuns em decorrência da nefrite estão o tifo, malária, toxoplasmose, salmonela, herpes e algumas outras bactérias e vírus. Mas além dessa junção do antígeno e anticorpo, a principal causa do nefrite, a nefrite também pode acontecer devido algumas medicamentos que liberam antígenos.

Esses medicamentos causam o mesmo processo do antígeno e anticorpo no nosso sistema imunológico.

Sintomas

Como dito, a preocupação com sua saúde pode ser a solução para você descobrir previamente se você tem essa doença ou não, por isso as idas ao médico são tão importantes. No caso da nefrite, existem três tipos dessa doença: crônica, assintomática e aguda.

No caso da nefrite crônica, a identificação dos sintomas é um pouco mais complicadas, pois ela é comumente confundida com insuficiência renal crônica. Na nefrite assintomática os sintomas só aparecem quando a doença já está bem avançada.

E, por último, no caso de doença aguda os sintomas são bem nítidos, o que torna o diagnóstico muito mais nítido. Se, por acaso, você desconfia que tem algum tipo de nefrite você pode se basear nos sintomas a seguir.

Urina avermelhada ou diminuição da urina, aparecimento de hipertensão arterial, inchaço nas pernas ou nas pernas, presença de sangue ou de proteínas na urina. Já no caso da crônica, os sintomas são um pouco diferentes: vômito, náuseas, perda de apetite, insônia, coceira, câimbras e fadiga.

Lembrando que alguns tipos de nefrite, os sintomas não são nítidos, por isso é importante procurar a ajuda de um médico.

Tratamento

Assim como existem diferentes tipos da doença, os tratamentos também mudam de acordo com o tipo de infecção.

No caso de uma nefrite aguda, as lesões podem sumir ou diminuir dentro de um ano. Nesses casos, os médicos recomendam repouso e atenção na hora de consumir sal e água.

No caso da nefrite crônica, os médicos recomendam o uso de medicamentos, além de recomendar uma dieta restrita a proteínas, sal e potássio. Nesses casos, é recomendável também o uso de diuréticos, que auxilia na diminuição da retenção de líquidos.

A recuperação da nefrite é muito maior em crianças do que em adultos, isso porque quanto mais jovem for, maior a possibilidade de regeneração dos tecidos. Por isso é sempre importante visitar seu médico com frequência, assim você pode descobrir bem no começo a nefrite, qualquer que seja ela.

A visita constante ao seu médico pode te ajudar na recuperação da nefrite, além de descobrir a infecção logo no começo, dando assim, maior capacidade de você e os tecidos se recuperarem mais rapidamente.

Cuidar da saúde é super importante e também permite que você tenha uma vida mais saudável e longa, como foi dito anteriormente. Por isso não deixe de consultar seu médico com certa frequência, além de poder descobrir a nefrite logo no começo, você pode descobrir outros problemas de saúde que você nem imaginava que tinha.

Fica atenta também aos medicamentos que você ingere, principalmente se você for do tipo que toma remédio sem recomendação dos médicos, pode ser justamente esse medicamento que pode lhe causar a doença.

Ficando atenta a isso e sempre consultando seu médico, você ficará livre dessa doença ou pelo menos poderá identificá-la e tratá-la previamente, o que te dar mais chances de se recuperar completamente.

Mesmo porque, essa ida no médico é mais que importante, seja apenas por preocupação ou para prevenir alguma doença. É assim que se prolonga a vida, cuidando dela devidamente e no tempo certo. Afinal, não devemos postergar os cuidados com a nossa saúde.

/* ]]> */