Beleza Cabelos

Óleo de Ojon: veja os benefícios do“milagre do Caribe” para o cabelo

Já reparou que, quanto mais procuramos óleos vegetais para tratar o cabelo, mais ficamos descabeladas ao nos depararmos com tanta variedade nas prateleiras? Pois é! É mesmo tanta coisa que é difícil escolher qual é o melhor para cada tipo capilar, ainda mais quando não conhecemos as propriedades e benefícios de cada um.

Mas, se você está sentindo que os fios estão fracos e desnutridos, já deve conhecer o famoso óleo de ojon, um dos melhores e mais conhecidos entre aos óleos capilares do mundo todo quando o assunto é fortalecer e nutrir cabelo com tudo, proporcionando recuperação com brilho intenso, além de mais força e proteção contra as agressões diárias da nossa rotina.

A novidade natural, também chamada de Batana Oil ou American Oil, chegou ao mercado de cosméticos brasileiro recentemente e trata-se de um óleo extraído da noz de uma palmeira oriunda da Honduras, conhecida como Elaeis oleifera. Esta também pode ser encontrada no Norte do Brasil, especialmente na região amazônica.

Com a mesma constituição da queratina do cabelo, rico em aminoácidos e antioxidantes naturais, que promete superar o já conhecido óleo de argan, que você já ouviu falar anteriormente aqui no blog, o óleo de ojon é amplamente utilizado no Caribe e outras localidades da América Central como um grande aliado no tratamento do cabelo, tendo as suas propriedades apelidadas de “milagres do Caribe”, por oferecerem inúmeros benefícios aos nossos fios.

Quer saber quais são eles? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo que eu te conto tudo! Vamos lá?

Benefícios

Mais denso e encorpado quando comparado ao óleo de argan, o óleo de ojon é ideal para ajudar na restauração das fibras capilares, sendo capaz de minimizar os desgastes sofridos pelo cabelo no dia a dia. Por isso, ele foi amplamente introduzido na rotina de beleza de muitas mulheres, entre elas, celebridades, como é o caso das beldades Gisele Bündchen, Scarlettt Johansson e Demi Moore.

E sua ação é bem simples! Graças aos aminoácidos e antioxidantes presentes em sua composição, o óleo de ojon pode tratar a fibra capilar de dentro para fora, penetrando profundamente nos fios e restaurando os mais danificados.

O resultado é de recuperação das células capilares, oferecendo mais força, brilho e protegendo o cabelo das agressões diárias, como poluição, vento, raios solares e, ainda, dos efeitos negativos da alta temperatura do secador e da chapinha. E como se não bastasse tudo isso, o produtinho natural ainda pode ser usado como antifrizz e redutor do volume excessivo, especialmente no caso de cabelos arrepiados.

Por isso, ele é considerado melhor que o óleo de argan, já que este trata a fibra capilar de fora para dentro, apenas reparando as cutículas e oferecendo maciez e leveza ao toque. Confira, a seguir, de forma resumida, os principais benefícios do óleo de ojon para o cabelo:

  • Recupera as células capilares;
  • Fortalece os fios;
  • Oferece brilho intenso;
  • Protege os fios de agressões diárias (vento, poluição, sol, etc.);
  • Combate o frizz;
  • Age como protetor térmico antes de usar secador ou chapinha;
  • Ajuda a reduzir volume excessivo;
  • Nutre os cabelos sensíveis danificados após processos químicos;
  • Protege os fios dos tratamentos químicos;
  • É autossuficiente, ou seja, não precisa ser aplicado junto com outros óleos ou cremes hidratantes.

Quem pode usar?

O óleo de ojon é recomendado para cabelos ressecados ou danificados, especialmente aqueles que passaram pelo uso de químicas fortes, como alisamentos e tinturas, ou por exposição excessiva ao calor do sol, do secador e da chapinha. No entanto, por ser extremamente benéfico à saúde da fibra capilar, o produto natural pode ser aplicado em qualquer tipo de cabelo, sem qualquer contraindicação.

Inclusive, por conter ativos compostos por lipídios similares aos que existem naturalmente nos nossos fios, mesmo pessoas que têm os cabelos e o couro cabeludo sensíveis podem usar o óleo de ojon tranquilamente. A única contraindicação para o uso do produto é antes de procedimentos de coloração ou qualquer outro tratamento químico, como é o caso de permanentes ou alisamentos.

Isso porque, como o óleo atua como um protetor da estrutura capilar, quando aplicado antes de químicas, pode atrapalhar a ação de abertura da cutícula do cabelo para o depósito das substâncias que irão colorir, alisar ou cachear os cabelos. Sendo assim, recomenda-se a aplicação do ojon depois da aplicação, já que, além de não atrapalhar, ele ainda ajudará a nutrir aqueles fios que normalmente ficam sensíveis e se danificam após os procedimentos.

Como usar óleo de ojon no cabelo?

Depois de conhecer todos esses benefícios do óleo de ojon para as nossas madeixas, aposto que você ficou curiosa para saber como utilizá-lo nos fios para obter todos eles, não é mesmo? Pois bem!

Para começar, você precisa saber que o óleo de ojon pode ser encontrado em variadas formas de uso: óleo puro, sérum, antifrizz, máscara de tratamento, shampoo e condicionador. Cada versão desse produtinho natural milagroso tem uma função de aplicação e, sendo assim, você precisa conhecer cada uma para obter os melhores efeitos nos fios. Veja:

  1. Óleo puro: Pode ser usado para proteção térmica, devendo ser aplicado nos fios molhados antes de usar secador, chapinha ou babyliss.
  2. Antifrizz: Ideal principalmente para cabelos secos, o óleo pode ser aplicado para controle do frizz, oferecendo ainda redução do volume, brilho e maciez.
  3. Máscara de tratamento: Ideal para cabelos cacheados ou quimicamente tratados, sendo recomendada a hidratação semanal ou a cada 15 dias.
  4. Shampoo e condicionador: Podem ser aplicado em todos os tipos de cabelo, sem restrições de frequência.

OBSERVAÇÃO: O uso do óleo de ojon pode ser feito sempre que você sentir a necessidade de aplicá-lo. Porém, não é recomendado ultrapassar o período de três vezes na semana, pois, por ser muito denso, o produto pode acabar deixando os fios pesados e com aspecto oleoso.

Onde comprar e preço

O óleo de ojon pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, por todo o Brasil, inclusive na internet. Os preços vão variar de acordo com o estabelecimento, marca e tamanho da embalagem. Vale a pena pesquisar bastante antes de fazer a compra!

A dica é ficar atenta e comprar um óleo de ojon que seja 100% natural, livre de substâncias nocivas à saúde, como é o caso dos parabenos. Depois, é só seguir as recomendações de uso para obter todos os efeitos benéficos do produto.

Gostou do artigo? Já usou ou tem vontade de usar o óleo de ojon no cabelo? Então, compartilhe com a gente deixando o seu comentário aqui embaixo…

Até a próxima!

/* ]]> */