Maternidade

Parto normal: 6 relatos emocionantes para conhecer

O parto é o momento mais esperado de toda gestante. É o ponto alto de um longo período de preparação, onde cada mulher vive momentos intensos e inesquecíveis.

E nada melhor do que saber sobre a experiência de outras mulheres através de seus relatos para ter uma noção do que esperar desse momento transformador.

Neste artigo, preparamos 6 relatos emocionantes de partos normais contados pelas mulheres que foram protagonistas da geração de duas novas vidas: a do bebê e a suas próprias novas vidas como mães.

Veja também: 8 canais do YouTube sobre maternidade que você precisa conhecer!

1 – Julia Doorman: Parto normal do hospital com analgesia:

Julia conta neste vídeo como aconteceu seu trabalho de parto. A sua bolsa rompeu por volta das 15 horas e a Maju, sua filha nasceu um pouco depois da meia noite.

O relato da Julia é muito interessante para entender a importância da fé de que tudo vai dar certo e a persistência para não desistir do sonho do parto normal.

Também é muito legal saber que é possível ter um parto normal com analgesia, que diminui muito a dor nos momentos finais do trabalho de parto.

2 – Scila Passos: Relato de Parto Normal com Fórceps:

Em seu relato, Scila  conta que seu parto não foi nada parecido com o que ela havia imaginado. Ela teve seu bebê com uma médica plantonista, o que é muito comum tanto no SUS quanto na maioria dos convênios médicos.

Segundo seu relato, foi feita a manobra de Kristeller, que segundo o Ministério da Saúde, não deve ser utilizada. Outro ponto importante é que o Cael soltou mecônio ainda dentro da barriga.

Para finalizar, o fórceps teve de ser usado para ajudar no período expulsivo do trabalho de parto. Scila também comenta que a recuperação desse tipo de parto, com fórceps, é mais complicada.

3 – Priscila do Canal Maizena – Parto normal de Gêmeos:

O relato da Priscila é muito divertido. Ela conta como descobriu que a bolsa havia rompido, a correria para sair para a maternidade. Ao contrário dos relatos anteriores, ela conta que saiu muito líquido durante bastante tempo.

Relata como foram as contrações regulares no caso dela e a importância da mãe dela naquele momento, que mandou chamar a médica. Os bebês nasceram com 35 semanas, por isso precisaram ficar na UTI Neonatal. Priscila disse que sentiu muito por não poder estar pertinho deles logo.

4 – Patrícia Manchini – Parto normal induzido com 41 semanas:

Patrícia conta para nós nesse vídeo sobre seu parto que aconteceu na Holanda! Ela inicia o relato falando sobre uma coisa interessante: como voltar à ativa depois do nascimento do bebê. Na Holanda, cerca de apenas 8% das mulheres fazem cesárea, porque o país possui uma política que incentiva o parto normal.

Saiba mais sobre as indicações de cesárea aqui.

O tampão mucoso da Patrícia começou a sair com 35 semanas, eles ficaram assustados no começo, mas depois viram que estava tudo bem. O casal parece ter muita sintonia e o pai parece ser muito participativo, o que é muito positivo, pois a responsabilidade não deve ser apenas da mãe, né?

Patrícia explica como ocorreu a indução do parto dela com a ocitocina sintética, que é uma versão artificial do hormônio produzido pela mulher durante o trabalho de parto.

 

5 – Nadi Moreira: Parto humanizado hospitalar:

Nadi começa falando sobre a importância de se preparar para o parto, pesquisando e sabendo mais sobre os procedimentos. Ela também fala da confiança que é preciso ter com a equipe médica e também da necessidade dos exercícios para se preparar para o parto.

Outra dica que a Nadi dá no seu relato é sobre os profissionais que acompanham o parto para dar assistência à gestante. No caso dela foi uma fisioterapeuta, mas também pode ser uma doula, profissional especializada em acompanhar gestantes.

6 – Gabi do Canal Tiago e Gabi – Parto Domiciliar Planejado:

Você já deve ter ouvido falar de famosas que optaram por fazer o parto em casa, certo? A Gabi conta em seu relato como foi ter seu filho no lugar onde ela se sente mais segura: sua própria casa. Ela conta como foi tomar essa decisão e fala do apoio do marido, que é muito ativo em relação à paternidade.

A Gabi conta como usou o Epi-no para evitar a episiotomia, que é aquele corte que é dado para o bebê sair com mais facilidade. Acima de tudo nos ensina sobre superação e determinação.

 

O parto é um momento de conexão com o que existe de mais instintivo e natural na mulher. E ao mesmo tempo é transformador e libertador. A chegada de uma nova vida sempre é emocionante!

E aí, o que achou dos relatos? Conte para nós nos comentários! Veja também: 13 coisas que não te contaram sobre o puerpério.

 

 

 

/* ]]> */