Maternidade

Puerpério: o que muda na mulher depois do nascimento do bebê?

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

O puerpério, período do pós-parto que pode durar até 8 semanas, é marcado por intensas transformações no corpo da nova mãe. Da mesma maneira que o corpo se transformou para receber e gerar o bebê, agora ele se adapta para uma nova fase, a exterogestação.

As mudanças não são apenas físicas, afinal, a nova mãe está construindo uma nova identidade como mulher, avaliando e vivendo mudanças profundas em sua vida, tudo isso num período bem conturbado, que é uma rotina intensa de cuidado com o bebê.

Leia também: 7 conselhos para mães de primeira viagem!

Útero:

Nesse período, o útero tende a voltar às proporções anteriores à gestação e isso ocorre mediante contrações do órgão, que causam cólicas, principalmente ao amamentar. O normal é que cerca de duas semanas após o parto, o útero retorne ao tamanho normal.

Nos primeiros 30 dias há um fluxo, semelhante à menstruação, mas que pode ser mais intenso, chamado de lóquios, que são todos os resíduos que envolviam o bebê dentro do útero e que são descartados pelo corpo no pós-parto. Se o fluxo continuar intenso após os 30 dias, é importante conversar com o seu médico.

Mesmo que a mulher não tenha menstruação posteriormente, isso não significa que ela está não está fértil. Por isso, é muito importante manter os métodos contraceptivos no pós-parto, após o período de resguardo.

Amamentação:

Desde a gestação, a mulher já produz o colostro, que é o primeiro alimento do bebê. Já a descida do leite (apojadura) acontece cerca de cinco dias após o nascimento. No puerpério há grande produção de prolactina e ocitocina, que são responsáveis pela produção de leite e, também, pela construção do vínculo entre mãe e bebê.

É possível que, caso haja muita produção de leite, que seja necessário drenar um pouco. O leite ordenhado pode ser mantido no congelador, em recipiente específico para esse fim, por até 15 dias.

Cabelos:

Após o parto, é comum que os cabelos da mãe caiam, pois o corpo está dando prioridade à produção de leite e em manter a saúde da mãe. Mas, fazer hidratações constantes podem auxiliar na nutrição dos fios.

Barriga:

A barriga da mãe tende a demorar até nove meses para voltar ao aspecto normal. A prática de exercícios físicos em conjunto com uma dieta balanceada podem auxiliar no retorno da aparência pré-gestação.

Nova mulher:

um estudo que aponta até para mudanças na estrutura cerebral das novas mães, pois a produção de hormônios como a ocitocina, prolactina e estrogênio ativam áreas responsáveis pela motivação, processamento emocional e raciocínio.

Não é à toa que que muitas mulheres acham tão difícil administrar todas as mudanças desse período, não é?

Quer saber mais informações sobre o puerpério? Leia nosso artigo com 13 coisas que não contaram para você sobre o puerpério.

/* ]]> */