Resenhas

Resenha: coletor menstrual Easy Cup é melhor que absorvente?

Coletor menstrual Easy Cup

Olá, lindona! Tudo bom?

Estamos com muitas novidades aqui no Tudo Ela! Só neste post vou te apresentar duas muito bacanas.

A primeira é a nossa nova série de resenhas. Vamos testar produtos de vários tipos para depois contar para vocês o que achamos. E mais: já está no site outra resenha que você não pode perder!

Amigo de Milho da Salon Line funciona? é a resenha da Raiane que vai encantar as cacheadas de plantão.

Para saber a segunda novidade, é só continuar a leitura. Vamos?

Coletor menstrual Easy Cup Lumma

Foto: Mariana Mendes – Tudoela.com

Agora, nesta resenha vou falar sobre esse tal de coletor menstrual que está fazendo sucesso entre a mulherada por aí. Ainda resta muitas dúvidas sobre esse produto, principalmente entre as mulheres que ainda estão pensando em experimentar. Ele é melhor do que o absorvente descartável? Será que compensa?

Por isso, (e também para matar minha curiosidade) resolvi experimentar o coletor menstrual da Lumma, chamado Easy Cup e compartilhar com vocês as minhas impressões.

Primeiro, vou contar um pouco sobre esse novo acessório de cuidado íntimo, depois vou explicar como usar e finalmente, vou contar o que estou achando da experiência.

História do coletor menstrual:

Essa novidade, na verdade, não é tão nova assim. No final da década de 1930 uma mulher chamada Leona Chalmers inventou e patenteou nos Estados Unidos o que é considerada a primeira versão do coletor menstrual.

Essa primeira versão era feita de borracha e, quanto ao uso, era bem parecido com os coletores de hoje em dia. O problema foi que as mulheres daquela época ainda não se sentiam à vontade para usá-lo, afinal, a intimidade da mulher era um tabu ainda maior do que é hoje em dia. Em 1973 a empresa de Leona fechou e o coletor caiu no esquecimento do público.

Mas, há alguns anos, ele tem voltado com tudo. Os anúncios de várias marcas começaram a pipocar nas redes sociais e teve até atriz famosa, como a Flávia Alessandra fazendo propaganda.

O que você precisa saber sobre o coletor menstrual Easy Cup:

O coletor menstrual é uma espécie de tacinha de silicone que deve ser introduzido na vagina, quase da mesma forma que um absorvente interno. A menstruação é coletada pela tacinha e, depois que estiver cheia, deve ser esvaziada, lavada (caso prefira) e introduzida novamente.

Eu gosto de lavar o coletor para colocar de novo porque dá uma sensação de frescor e limpeza bem agradável.

A marca que escolhi para experimentar foi a Easy Cup, fabricada pela empresa brasileira Lumma. Ele custa R$49,90 e tem várias opções de tamanhos, conforme a altura do colo do útero e a quantidade de fluxo que você tem.

Na caixa vem um coletor menstrual de silicone hipoalergênico, um saquinho de tecido e um manual.

Qual tamanho escolher?

Se você tem menos de trinta anos e não possui filhos nascidos por parto natural, você deve escolher o tipo B. Caso você tenha filhos nascidos por parto natural ou tenha mais de trinta anos, deve escolher o tipo A.

A segunda coisa que você precisa saber é qual a altura do colo do seu útero. Parece bem complicado, mas na realidade é bem simples de descobrir. Neste vídeo, há uma explicação rápida e simples de como medir o colo do útero.

É importante medir o colo do útero nos dias mais próximos à menstruação. Mulheres com o colo mais alto, precisam de um coletor mais longo. Já as mulheres com o colo mais baixo, precisam de uma tacinha mais curtinha.

Existe também a variação de tamanho conforme a quantidade de fluxo que você tem. Se você possui um fluxo tranquilo, há um modelo adequado. Se você possui um fluxo mais intenso, existe uma tacinha que dá conta.

Eu escolhi o modelo Coletor Menstrual Easy Cup – A (Colo Alto) para mim.

É fácil de usar?

Na embalagem há instruções bem simples de como colocar o coletor. Existem duas maneiras de dobrar a tacinha para introduzi-la. Quando você colocar ela lá dentro e o copinho abre e veda o canal vaginal, você sente um estalinho, que é o silicone abrindo e encaixando.

Como eu já usado absorvente interno antes, a tarefa de colocar o coletor não foi muito difícil. Consegui fazer tranquilamente. Mas, tem mulheres que tem mais dificuldades e preferem agachar no banheiro para colocar e tirar o coletor.

O manual que vem dentro da caixa possui muitas instruções e dicas. Veja:

Coletor menstrual Lumma

Foto: Mariana Mendes – Tudoela.com

Minha opinião:

Faz três ciclos que estou usando o coletor menstrual Easy Cup. Se eu colocar na balança os prós e os contras, eu devo confessar que aprovo e quero continuar usando.

Entretanto, como nada nessa vida é perfeito, vou falar um pouco sobre os prós e os contras que tenho sentido ao usar o copinho.

Na embalagem do produto, estão listadas 5 vantagens, por isso, resolvi analisar cada um desses pontos e contar se eles realmente são válidos.

Coletor Lumma

Foto: Mariana Mendes – Tudoela.com

Ele é realmente econômico?

Sim, ele é mais econômico do que o absorvente descartável.

O coletor Easy Cup possui validade de 8 anos e custa cerca de R$50 reais. Existem coletores que podem durar até 10 anos, se foram bem conservados.

Para conservar bem, basta higienizar sempre e lavá-lo com água fervente entre um ciclo e outro.

É mais saudável?

Olha, eu tinha problema de alergia ao absorvente descartável. O coletor não me dá alergia, mas não sei se ele é realmente mais eficaz para evitar infecções.

 É mais higiênico?

Embora você tenha que, literalmente, colocar a mão na massa e isso possa parecer meio nojento, o coletor não deixa o mau cheiro que o absorvente descartável deixa.

O sangue fica com aquele cheiro ruim quando entra em contato com as bactérias que ficam fora da vagina. Quando você usa o copinho, o mau cheiro praticamente desaparece. Fica apenas o cheiro de sangue, que é impossível de tirar, né?

É mais confortável?

A haste que fica no final pode incomodar um pouco nos primeiros dias. Eu já me acostumei. No entanto, também é possível cortar uma parte ou ele todo para não incomodar.

A maior vantagem de todas, para mim, é que ele aguenta mais tempo. Para mim, não precisar levantar de madrugada por medo de ter vazamentos é um luxo!

É mais sustentável:

Sem dúvidas, ele é menos agressivo, ambientalmente falando. Você já parou para pensar em quantos absorventes já descartou na sua vida? Um absorvente descartável demora cerca de 100 anos para se decompor na natureza.

Sobre os vazamentos:

Meu maior sonho era me livrar da paranoia do vazamento. Sabe aquele medo de vazar que fica te perseguindo o dia todo e te faz ir muitas vezes ao banheiro só para ter certeza de que está tudo ok?

Pois então, chamo isso de paranoia do vazamento e esperava que o coletor me ajudasse a me livrar disso.

Descobri duas coisas: é possível sim ficar livre de vazamentos com o coletor Easy Cup, mas para isso é preciso muita prática.

É preciso aprender a sentir o colo do seu útero para encaixar o coletor certinho. E também é necessário aprender a sentir quando o coletor está cheio antes que ele comece a vazar.

Ainda estou aprendendo, mas garanto: minha paranoia diminuiu muito! Neste vídeo aqui, você pode ver todos os erros comuns que causam o vazamento no uso do coletor menstrual.

 

Para finalizar, faltou responder à questão: é melhor do que o absorvente descartável? Minha resposta é SIM. O coletor me deixa mais segura.

E aí, ainda possui dúvidas sobre o coletor menstrual? Escreve nos comentários e eu posso tentar ajudar você.

Ah, e lembra da segunda novidade que eu comentei lá no início da resenha? Vou te contar: o Tudo Ela agora também está no Facebook!

Clique aqui para curtir nossa página.

Beijo pra você e até mais! 🙂

/* ]]> */