Infográficos Nutrição

Sal rosa do Himalaia: Veja os benefícios para a saúde

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Como você já leu aqui no blog, o sal pode trazer inúmeros malefícios para a saúde, se utilizado em excesso. Inclusive, muitas de nós já devem até ter ouvido falar que ele é um “veneno” ou um “vilão” da saúde, não é mesmo? Em parte, isso tem um fundo de verdade.

O sódio, em quantidades elevadas, pode causar doenças graves, como a hipertensão e câncer de estômago, além de trazer alguns probleminhas típicos em nós mulheres, como retenção líquida (que causa o inchaço na barriga), estrias e celulite.

Ninguém merece, né? Por isso, ele deve ser utilizado na quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 2 mg, o que equivale a 5 mg de sal.

sal-rosa-do-himalaia-2

No entanto, apesar disso, o tempero favorito em todas as cozinhas do Brasil e mundo afora também é essencial para a saúde e desenvolvimento do nosso organismo. Afinal, além de ser o responsável por controlar a quantidade de líquidos dentro e fora das células, é ele quem ajuda na contração muscular e a manter o ritmo do coração.

Portanto, além de moderar na quantidade usada na hora de preparar os alimentos, também é preciso variar nos tipos de sais, já que cada um deles traz benefícios diferentes para a saúde, além de dar sabores diversificados e saborosos às comidas.

Um deles é o sal rosa do Himalaia. Considerado mais saudável do que o sal de cozinha comum (refinado), esse tipo de sal é considerado um dos mais puros do mundo. Rico em mais de 80 nutrientes, o consumo do sal rosa pode trazer várias vantagens para o nosso corpo.

Se você se interessou e quer adicionar ao sal rosa do Himalaia como mais uma opção na sua alimentação, leia esse artigo até final e saiba tudo sobre o tempero!

Origem

sal-rosa-do-himalaia-como-usar

O sal rosa, como o nome já diz, é um mineral extraído dos pés das montanhas do Himalaia, na Ásia. Segundo a história, há 200 milhões de anos, a região onde o sal é encontrado era coberta pela água do mar.

Com o passar dos anos, as placas tectônicas da Terra se movimentaram e deram lugar as montanhas que lá existem hoje, fazendo com que a água evaporasse. Todos os minerais presentes na água foram cristalizados pelo calor do sol, formando o que nós conhecemos atualmente como sal rosa do Himalaia.

Além de ficar em uma região cercada por neve e muito limpa, o sal ainda ficou escondido durante anos debaixo de várias rochas, o que o deixou protegido da poluição moderna. Como assim?

Diz a história que um vulcão do Himalaia entrou em erupção, cobrindo com lava algumas localidades onde haviam o sal. As rochas formadas pela lava ficaram cobertas de gelo, o que deu ainda mais proteção ao mineral rosado, fazendo com que ele fosse considerado um dos mais puros do planeta.

Benefícios do sal rosa do Himalaia

Sal Rosa do Himalaia infográfico

Sal Rosa do Himalaia infográfico

História à parte, agora vamos descobrir quais são os principais benefícios do sal rosa do Himalaia para a nossa saúde. Vamos lá?!

Desintoxica o organismo

Ao utilizá-lo no banho, o sal pode oferecer nutrientes ao corpo, além de ajudar a extrair as toxinas e substâncias ruins para fora do tecido da pele e do tecido adiposo. Ou seja, o mineral atua como um removedor das toxinas da célula, assim como a água em si.

Melhora a digestão

Devido às suas propriedades, o sal rosa do Himalaia é capaz de aumentar a capacidade do trato gastrointestinal de absorver os nutrientes dos alimentos. Ao contrário do sal de cozinha comum, o tempero pode ajudar a melhorar a digestão das comidas, fazendo um aproveitamento adequado dos nutrientes e diminuindo a fome.

Reduz a pressão arterial

De acordo com especialistas, o sal rosa do Himalaia é absorvido de forma muito mais fácil pela corrente sanguínea do que o sal de cozinha e, por isso, melhora a circulação do sangue no corpo.

Por isso, ele é essencial para diminuir a pressão arterial, uma vez que, com a quantidade de minerais presentes no tempero, o organismo não necessita de tanta água para limpar o excesso de sódio, ao contrário do que acontece com o sal comum.

Sendo assim, o organismo não precisará reter tanta água e o corpo não terá que aumentar a pressão arterial para realizar o trabalho, que seria o normal de acontecer no caso do consumo excessivo do sal de cozinha.

Trata doenças respiratórias

O sal rosa do Himalaia também é reconhecido em todo o mundo pelo seu poder de tratar condições respiratórias, como a asma e a sinusite. Por emitir íons negativos, o mineral acaba com esses problemas sem comprometer as funções do sistema respiratório. Ele mata as bactérias que podem estar presas nas cavidades nasais e no ar poluído.

Alivia dores de cabeça

Graças à sua função de fortalecer o sistema imunológico, aumentar os níveis de energia, restaurar o equilíbrio alcalino e equilibrar os níveis de serotonina no corpo, o sal é um grande agente contra as dores de cabeça e enxaquecas, tão comuns em nós mulheres.

Fortalece o corpo

Graças aos mais de 80 minerais presentes em sua composição, o sal rosa do Himalaia dá mais força aos ossos e tecidos conjuntivos, além de facilitar a regeneração muscular e a circulação sanguínea.

Por isso, o mineral é indicado para pessoas que sofrem de artrite, fadiga mental, friagem nos membros do corpo ou que têm ossos frágeis.

Relaxa os músculos e combate o cansaço

O cansaço que nós sentimos nada mais é do que um sinal da perda de eletrólitos e sal no organismo. Como o sal rosa do Himalaia é mais fácil de ser absorvido pela corrente sanguínea, por conter menos sódio, ele permite uma restauração imediata dos níveis de sal no nosso corpo.

O magnésio presente no mineral é capaz de curar os músculos e outros tecidos moles danificados. Por isso, ele é ideal para quem faz academia ou qualquer outro tipo de atividade física.

Melhora o sono

O sal rosa do Himalaia é uma boa ideia para quem está em busca de melhores noites de sono. Ele contém substâncias que repõem e recuperam os níveis de energia para você dormir melhor. Além disso, o mineral promove um equilíbrio na acidez do organismo, fazendo uma desintoxicação e, desta forma, preparando o corpo para descansar melhor.

Regula a hidratação do organismo

Sabe-se que a ingestão de salmoura saturada com sal natural não refinado faz super bem à saúde, visto que ela regula a hidratação ao corpo a partir de eletrólitos, como o sódio, potássio, cálcio, magnésio e cloreto.

Por isso, por não passar pelo processo de refinamento, o sal rosa do Himalaia oferece eletrólitos essenciais para a regulação dos fluidos corporais, promovendo uma melhor hidratação do organismo.

Equilibra o pH a partir da redução da acidez no organismo

Muita gente não sabe, mas quando há o desequilíbrio do pH no organismo, há também o risco de desenvolver inúmeros problemas de saúde, como a perda da densidade óssea, ganho de peso, pedra nos rins e deficiência imunológica.

Quando o pH está baixo demais, significa que ele está ácido demais. E é aí que entra o sal rosa do Himalaia, que tem o papel de reduzir a acidez no organismo.

Ainda, graças às suas propriedades alcalinas, o mineral pode ser utilizado como um antiácido natural, neutralizando o excesso de acidez no estômago, por exemplo.

Promove a saúde das artérias

Sabe aquelas temidas varizes? Sim! São mesmo horríveis e dolorosas! A boa notícia é que o sal rosa do Himalaia pode ajudar a eliminar os danos nas artérias que podem ocasionar o surgimento do problema.

O mineral tem o papel de limpar as artérias e melhorar a circulação sanguínea, dando fim à possibilidade de formação das varizes.

Purifica o ar

O sal do Himalaia também pode ser usado para purificar o ar que você respira. Como assim? É isso mesmo! Existem até mesmo lâmpadas feitas de rochas do sal. O mineral puxa a umidade do ambiente e a evapora rapidamente por causa do calor da lâmpada.

A água volta imediatamente para o ar, mas sem as toxinas que estavam presentes na umidade, que são deixadas nas rochas, presas pelos íons de sal.

Esfolia a pele

O sal rosa do Himalaia também pode ser utilizado em esfoliações nas partes não sensíveis do corpo. Ele age restaurando as células e reduzindo dos sinais de envelhecimento. Não é ótimo?!

Aproveite e leia também sobre os benefícios da argila verde para a pele

Propriedades

O sal rosa do Himalaia contém em sua composição cerca de 84 elementos naturais e minerais que são considerados essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Dentre eles estão o magnésio, fósforo, potássio, ferro, selênio, cobre, cálcio, zinco e iodo.

Cada um deles tem uma função importante no corpo, trazendo benefícios enormes para os músculos, coração, cabeça, entre outros.

Como usar?

sal-rosa-do-himalaia-1

Para cozinhar:

Você pode adicionar os cristais inteiros ou moídos (existem, inclusive, moedores disponíveis para compra no mercado) durante o preparo dos alimentos. Não se esqueça de que, apesar de ser mais saudável que o sal de cozinha, o tempero deve ser consumido com a mesma moderação.

No banho:

É essencial para tonificar a pele, estimular a circulação sanguínea e aliviar dores musculares. Para tomar o banho com o sal rosa do Himalaia, é só acrescentar o tempero à vontade na banheira com água morna e ficar imersa durante 30 minutos.

Para purificar o ar:

Como falamos acima, o sal rosa do Himalaia pode ajudar a purificar o ar ambiente através de lâmpadas, que são feitas a partir das rochas do mineral. Neste caso, você deve adquiri-las para deixar o ambiente mais relaxante, principalmente o quarto.

Para decorar:

As chamadas rochas de sal rosa do Himalaia podem ser utilizadas como cristais decorativos na sua casa. Basta usar a imaginação para deixar o ambiente mais descontraído e relaxante.

Leia também: Espelho decorativo: estilo e charme para qualquer espaço

Para servir refeições:

As placas de sal rosa do Himalaia podem ser utilizadas como travessas, refrigeradas ou congeladas, ideais para servir sushi, vegetais, sobremesas frias, sorvetes e queijos.

Ou, ao contrário disso, os blocos de sal podem ser usados para servir alimentos que precisam estar quentes na hora da refeição, como camarão, legumes, peixes, carnes em fatias finas e até para fritar ovos. Fica a dica!

Onde comprar?

sal-rosa-himalayan-grosso

O sal rosa do Himalaia não é encontrado em supermercados, como o sal comum de cozinha. Porém, você pode comprá-lo em lojas de suplementos alimentares e produtos naturais. Se preferir, na internet também existem lojas que vendem o produto a preços bem acessíveis.

Como o produto é importado, a dica é verificar a procedência do produto. Veja se o site ou loja física que você está comprando o sal tem licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Se o site não disponibiliza essa informação para o público em aberto, solicite a informação por e-mail ou acesse o site da Imprensa Oficial para ter certeza da procedência do alimento.

Preço

Os valores do sal rosa do Himalaia variam de loja para loja, além dos tamanhos variados. No entanto, só para você ter uma base, o preço médio de uma embalagem com 1 kg varia entre R$ 30 e R$ 45. Já uma embalagem menor de 100 gramas custa em torno de R$ 20.

Sal rosa do Himalaia x Sal de cozinha

Se você ficou na dúvida sobre qual sal é mais benéfico para a saúde, saiba que o sal rosa do Himalaia é o mais recomendado para se ter na cozinha. Apesar de ser um pouco mais caro, ele é rico em minerais que trazem vários benefícios para a saúde, como você acabou de ler acima.

Ao contrário disso, o sal de cozinha é pobre em minerais essenciais para o nosso organismo, uma vez que ele passa pelo processo de refinamento, que retira todos esses minerais e deixa apenas o cloreto de sódio, prejudicial à saúde.

Além disso, para que o sal de cozinha fique branco, ele passa por uma limpeza com produtos químicos e é aquecido à temperaturas bastante elevadas. Em seguida, o produto é tratado com antiaglomerantes, que são os responsáveis por dificultar a absorção do sal pelo organismo, o que causa o temido acúmulo nos órgãos.

Sal marinho x Sal rosa do Himalaia

sal-marinho

O sal marinho é considerado, junto ao sal rosa do Himalaia, um dos mais saudáveis para o consumo humano. Isso porque, diferentemente no sal de cozinha, ele não passa pelo processo de refinamento (o que o deixaria pobre em nutrientes) e é obtido através da evaporação da água do mar, o que o torna mais puro.

No entanto, ele não é melhor do que o sal rosa do Himalaia. Como o mineral rosado ficou protegido durante cerca de 200 milhões de anos pelas rochas da lava do vulcão do Himalaia, ele é considerado muito mais puro do que o sal marinho.

Gostou do assunto? Deixe um comentário com a sua opinião ou experiência com o tempero!

Até a próxima!

Comentar

/* ]]> */