Beleza Cabelos

Selagem Capilar: saiba o que é e para que serve o tratamento

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Toda mulher gosta de se olhar no espelho e se sentir satisfeita com o que vê, não é verdade? Por isso, estamos sempre ligadas nas novidades que surgem no mercado de cosméticos ara cuidar da beleza do corpo em geral, especialmente no que diz respeito aos nossos cabelos.

Símbolo maior da feminilidade e sensualidade, o cabelo é uma das maiores preocupações entre nós mulheres dentro do âmbito estético e, para muitas, cuidar dele pode não ser uma tarefa muito fácil. Isso porque ter madeixas bem cuidadas e bonitas exige uma dedicação e comprometimento diários, desde a lavagem, com o uso correto de produtos, técnicas e procedimentos, até a finalização, além de investir em tratamentos capilares que ajudem a manter a saúde dos fios sem agredi-los.

É o caso da selagem capilar, que você vai conhecer melhor no nosso artigo de hoje. O procedimento, que surgiu há alguns anos nos salões de beleza, promete tratar os cabelos de forma profunda, recuperando a disciplina, o brilho e a saúde dos fios.

Por outro lado, com o passar do tempo, ele se confundiu com outros processos químicos, o que gerou dúvidas a quem está a procura de novas formas de cuidar das madeixas sem agredi-las.

Neste sentido, nos próximos parágrafos, você vai entender detalhadamente o que é e para que serve a selagem capilar e o que esse tratamento pode fazer pela beleza dos seus fios. Ficou curiosa? Então, vem comigo!

O que é e para que serve a selagem capilar?

A selagem capilar é um tratamento à base de queratina, criado no Brasil, que tem como principal função hidratar profundamente o cabelo. Na prática, ele age fechando as cutículas dos fios, reestruturando a fibra capilar, especialmente daqueles danificados por procedimentos químicos, como é o caso de tinturas e alisamentos.

A queratina utilizada para selar as madeixas é um componente presente naturalmente em todos os tipos capilares, sendo a responsável por hidratar os fios e cuidar da “vida” do cabelo. No entanto, devido às intensas agressões através de químicas e secadores, o cabelo vai deixando de produzir essa proteína.

Por isso, ao fazer a selagem capilar, os produtos usados devolvem os nutrientes antes produzidos por ela e, portanto, renovam os fios. Além de reconstruir, a selagem devolve o brilho, a maciez e deixa o cabelo saudável novamente.

Muitas pessoas acham que selagem capilar e escova progressiva são a mesma coisa, mas, na realidade, elas são bem diferentes, já que uma tem o intuito de tratar o cabelo, enquanto a outra se refere a uma química que tem como intuito principal apenas o de alisar os fios.

Por fim, a selagem capilar não pode ser considerada um tipo de escova progressiva porque não se utiliza de formol, ácido glioxílico ou similares durante a sua aplicação. Caso você encontre um desses ativos ilegais, então, fique atenta, pois não é selagem.

Para quem é indicada?

A selagem capilar pode ser feita em todos os cabelos que estejam danificados e com as cutículas abertas, como é o caso daqueles que passaram por processos químicos, como colorações e alisamentos. Isso porque a queratina ajudará a envelopar os fios e devolver o seu brilho e maciez, graças ao seu poderoso potencial reconstrutor.

O tratamento ajudará a nutrir intensamente e reparar o cabelo fragilizado, trazendo de volta saúde, resistência e brilho às madeixas.

Como fazer? Veja passo a passo

Normalmente, a selagem capilar é feita a partir de produtos cosméticos industrializados, que já vêm prontos com os ingredientes necessários para aplicar no cabelo. Se você optar por essa modalidade, para fazer a selagem nos seus fios, basta seguir as recomendações da embalagem para conseguir o resultado desejado.

Agora, se você quiser aprender como fazer uma selagem capilar em casa, é só ficar de olho no passo a passo e dicas que nós vamos ensinar a seguir:

Você vai precisar de:

  • Shampoo antirresíduos de sua preferência;
  • Queratina líquida;
  • Vinagre de maçã;
  • Condicionador;
  • Máscara reconstrutora;
  • Protetor térmico.

Como fazer:

Passo 1: O primeiro passo para fazer a sua selagem capilar é misturar duas ou três colheres (sopa) da sua máscara de reconstrução (de acordo com o volume, textura e tamanho do seu cabelo) com uma ou duas colheres (sopa) de queratina líquida, o que também vai depender do tamanho, textura e volume. Reserve a mistura.

Passo 2: Enquanto isso, leve bem o cabelo usando o shampoo antirresíduos, que ajudará a remover todas as impurezas e restos de produtos dos fios para receber a misturinha que você preparou anteriormente.

Passo 3: Em seguida, enxágue bem as madeixas e seque-as com a ajuda de uma toalha até elas ficarem 30% secas.

Passo 4: Agora, penteie bem o cabelo e aplique a mistura, mecha por mecha, massageando a extensão dos fios até as pontas. Espere agir por cerca de 15 minutos.

Passo 5: Feito isso, sem enxaguar, use o secador para secar o cabelo. Depois, passe a chapinha nas mechas.

Passo 6: Quando o cabelo estiver frio, enxágue-o em água fria e abundante.

Passo 7: Em seguida, prepare uma mistura seladora. Basta juntar duas colheres (sopa) de vinagre de maçã com uma colher (sopa) de condicionador e deixar a mistura agir por mais 15 minutos nos fios.

Passo 8: Passado esse tempo, enxágue o cabelo e retire o excesso de água com uma toalha. Prontinho! Finalize como preferir. Você pode usar secador e chapinha ou deixar os fios secarem naturalmente. Só não se esqueça de aplicar um protetor térmico primeiro!

Uma dica: Depois de fazer a selagem capilar caseira, o ideal é ficar um tempinho sem lavar o cabelo. Três dias é o suficiente.

Cuidados após a selagem capilar

Se a selagem capilar que você optar por fazer com produtos industrializados tiver entre os ingredientes formol, tioglicolato de amônio, etalonamina ou semelhantes, ela poderá alisar o cabelo, além de trazer alguns danos aos fios se não houver os cuidados necessários após o procedimento.

Por isso, neste caso, o ideal é que você dê um intervalo de, pelo menos, três meses entre as sessões e, ainda, evite fazer a aplicação se os fios estiverem muito danificados anteriormente ou não aplique nenhuma outra química (tinturas ou alisamentos, por exemplo) posteriormente ao procedimento.

Também é recomendado que as mulheres que optarem pela versão industrializada da selagem capilar, que contenha química, evite usar shampoos antirresíduos após a aplicação, pois esses produtos podem reduzir a duração do efeito do procedimento nas madeixas. Outra dica é usar sempre produtos específicos para cabelos quimicamente tratados após a selagem.

Grávidas não devem fazer a selagem capilar com ativos químicos em sua fórmula apenas após o terceiro mês de gestação. Conversem com um médico antes de fazerem esse procedimento ou qualquer outra química nos seus fios.

Já quem fizer a selagem capilar caseira basta seguir a rotina de cronograma capilar religiosamente, fazendo sempre hidratações, nutrições e reconstruções frequentemente para deixar os cabelos sempre bonitos e saudáveis após a aplicação.

/* ]]> */