Beleza Cabelos

Terapia capilar: saiba como evitar a queda e ter seus cabelos de volta

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

Preocupar-se em manter o cabelo sempre saudável e bonito é algo típico na rotina de toda mulher. E, para quem pensa que essa preocupação é mera vaidade, saiba que a aparência dos seus fios e, também, do couro cabeludo podem indicar também como anda a sua saúde no geral.

A queda de cabelo, por exemplo, nem sempre está ligada ao uso de químicas ou produtos capilares de má qualidade. Os motivos para os seus fios estarem caindo fora do normal podem indicar estresse, alimentação deficiente de nutrientes e até alguma doença que ainda não foi diagnosticada.

Portanto, é mesmo importante ficar sempre atenta! Sabendo disso, o que de fato importa é que, mais cedo ou mais tarde, a perda dos fios irá atingir homens e mulheres e, se não houver o cuidado necessário, pode levar a problemas mais sérios, como é o caso da calvície.

Para prevenir ou tratar a queda de cabelo, existe um tratamento que pode ser um grande aliado: a terapia capilar. Além de prevenir o problema, ela pode ajudar a tratar o couro cabeludo e fios, recuperando a saúde e beleza dos cabelos em até 100%.

Quer saber mais sobre a terapia capilar e como ela é feita? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo que eu te conto tudo. Vem comigo!

O que é a terapia capilar?

A terapia capilar trata-se nada mais nada menos que um ramo cosmético dentro da tricologia (especialidade dentro da dermatologia que trata dos pelos e cabelos) e que investe em novas técnicas para prevenir ou tratar doenças relacionadas ao couro cabeludo, como é o caso da queda de fios e até mesmo a calvície.

Através de um exame detalhado, feito a partir de uma microcâmera que reproduz no computador detalhes da raiz que não podem ser vistos a olho nu, é possível analisar a saúde do couro cabeludo e da fibra capilar, combatendo a perda de cabelo. Segundo especialistas, se a terapia for feita o mais cedo possível, entre os 15 e 25 anos de idade, a chance de recuperar o cabelo é de 100%.

Mas a queda dos fios não é o único problema que pode ser resolvido com a terapia capilar. Caspa, oleosidade excessiva, fragilidade dos fios e seborreias estão entre as doenças que mais atingem o couro cabeludo e cabelos e também podem ser amenizados ou tratados totalmente pela técnica.

Como funciona?

O objetivo principal da terapia capilar é prevenir ou tratar doenças no couro cabeludo e cabelo, além de minimizar agressões externas e corrigir possíveis desequilíbrios causados pelo uso de químicas.

Por isso, ela também pode ser aplicada para ajudar a preparar os fios para futuros processos químicos, como descolorações, colorações ou alisamentos, por exemplo. A ideia é evitar a queda dos cabelos e fazer que eles voltem a ficar bonitos e saudáveis novamente após os procedimentos.

A terapia capilar deve ser feita por um especialista no assunto, ou seja, um tricologista. Neste caso, ele irá, em primeiro momento, conhecer os seus hábitos diários e, em seguida, diagnosticar o seu couro cabeludo. Ele fará isso através de exames de sangue, tricoscopia do couro cabeludo e exclusão de doenças infecciosas e autoimunes.

Para dar início à terapia, o tricologista usará um pente esterilizado para dividir o cabelo e analisar a espessura dos fios, fazendo um diagnóstico. Dependendo do estado deles, se estiverem muito danificados, ele deverá aplicar um tratamento de urgência com produtos específicos.

Depois do diagnóstico, o próximo passo é escolher o método que será utilizado para aplicar a terapia capilar, que pode ser feita a partir da massagem capilar, máscaras de argila, fotobioestimulação e peeling capilar, entre outras.

O número de sessões vai variar de pessoa para pessoa, conforme o estado do couro cabeludo e cabelo. Para casos graves, como quedas avançadas, são necessárias até 12 sessões, com pausa de uma semana entre cada análise. Se não forem resolvidos, passam a ser acompanhados por um dermatologista.

Para quem é indicada?

A terapia capilar é mais indicada para pessoas que desejam melhorar o aspecto do cabelo (fios porosos, quebradiços, opacos, etc.) ou até mesmo tratar a caspa (dermatite seborreica), sensibilidade no couro cabeludo e coceira. A técnica também pode ajudar a:

  • Combater a queda dos fios;
  • Melhorar a absorção do tecido cutâneo capilar;
  • Promover o afinamento dos fios (miniaturização);
  • Acabar com a caspa;
  • Combater a oleosidade;
  • Evitar a alopecia (calvície);
  • Promover a selagem e fortalecimento da cutícula;
  • Diminuir a porosidade nos fios;
  • Repor os ácidos graxos da fibra capilar;
  • Fazer uma umectação e hidratação do couro cabeludo;
  • Estimular o crescimento dos fios.

Conheça os métodos usados na terapia capilar

A terapia capilar pode ser feita por meio dos mais diferentes métodos de tratamento no cabelo e couro cabeludo. A escolha deverá ser decidida pelo tricologista após o diagnóstico feito com exames de sangue, tricoscopia do couro cabeludo e exclusão de doenças infecciosas e autoimunes. Veja, a seguir, os benefícios de cada um deles:

Máscaras de argila

São mais indicadas para pessoas que apresentam descamação com caspa, seborreias ou até mesmo psoríase no couro cabeludo. Neste caso, as mais usadas são as rosa e verde. Na prática, por conterem propriedades secativas, essas máscaras de argila ajudarão a administrar a atividade das glândulas sebáceas no couro cabeludo e evitar doenças, além de combater a queda de cabelo.

Veja também: Argiloterapia: Tratamento estético natural com argila

Fotobioestimulação

A fotobioestimulação é um tratamento feito com um laser de baixa fluência e o LED de luz vermelha, que são métodos não invasivos que favorecem a qualidade, a força e a espessura dos fios. A técnica possui ação anti-inflamatória, acelera o crescimento do epitélio. Todos estes efeitos somados levam à redução da queda e aumento da fase anágena (fase de crescimento dos fios).

Peeling capilar

O peeling capilar é um método de esfoliação em que se utiliza um shampoo com microesferas para limpar e hidratar o couro cabeludo. O shampoo é friccionado no couro cabeludo, através de uma massagem, para remover impurezas e células mortas. Isso deixa a região mais limpa e a circulação mais ativa, promovendo mais saúde no crescimento dos fios.

Massagem capilar

Este método ajuda a ativar a circulação do couro cabeludo através de um estímulo mecânico, usando os dedos e fazendo movimentos circulares. Associada à massagem, podemos utilizar máscaras adequadas que impermeabilizam os fios e, ao mesmo tempo, nutrem o couro cabeludo, sem deixar um aspecto pesado e oleoso.

Veja também: Inversão Capilar ajuda o cabelo a crescer mais rápido; aprenda a fazer

Duração e custo

O tratamento usando a terapia capilar varia de pessoa para pessoa, podendo iniciar com estímulos semanais, quinzenais ou mensais. As sessões iniciais para melhora da limpeza e absorção são recomendadas em seis aplicações, dependendo de cada caso.

É feita uma avaliação (tricograma) para uma análise qualitativa e quantitativa. A terapia se inicia por este passo e custa, aproximadamente, R$ 500. O procedimento leva em torno de duas horas. O decorrer das próximas etapas do tratamento varia de acordo com o resultado dessa avaliação.

Gostou de saber sobre a terapia capilar? Já fez alguma fez no seu cabelo? Então, deixe um comentário aqui embaixo contando a sua experiência…

Até a próxima!

/* ]]> */