Maternidade

Teste do olhinho: saiba aqui como é feito este exame

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

O teste do olhinho faz parte dos exames de triagem neonatal, como o teste do pezinho e o teste da orelhinha. Todos os exames de triagem de recém-nascidos são importantes para diagnosticar o mais cedo possível possíveis problemas de saúde.

Neste artigo, saiba mais sobre como é feito este exame, quais doenças ele pode detectar e quando deve ser feito.

Como é feito o teste do olhinho?

O teste do olhinho também pode ser chamado de teste do reflexo vermelho. Ele é chamado assim porque o oftalmoscópio, o aparelho utilizado para realizar o exame, emite uma luz que é direcionada para o olho do bebê.

As retinas refletem uma luz vermelha, amarela ou laranja. Também é possível que o reflexo é menos evidente ou desigual entre um olho e outro.

O profissional pode usar alguma solução para dilatar a pupila do bebê, principalmente se houver dificuldade para que ele fique com os olhos abertos e o reflexo vermelho possa ser visto.

Quais doenças são detectadas?

Por meio da análise dos reflexos, o profissional pode identificar doenças que criam um obstáculo para que o reflexo vermelho seja visualizado. Algumas delas são:

  • catarata congênita: é qualquer opacidade que ocorra no cristalino dos olhos do bebê, é causado por problemas na formação do cristalino e pode levar à cegueira;
  • glaucoma: acontece quando há aumento da pressão no interior do globo ocular, é um problema hereditário e deve ser tratado rapidamente e pode causar cegueira;
  • estrabismo: ocorre quando há desalinhamento dos olhos, há tratamentos diversos e inclusive cirurgia de correção;
  • retinoblastoma: é um tumor intra ocular que é causado por uma alteração genética, é muito rara e pode levar à morte, caso não seja tratada.

Quando fazer o teste?

O teste do olhinho é realizado, na maioria dos casos, ainda nas primeiras horas de vida na maternidade. Tanto pelo SUS quanto por convênios particulares.

Como o teste do olhinho é um dos exames da triagem neonatal, deve ser feito ainda na primeira semana de vida do bebê, assim como o teste do pezinho e o teste da orelhinha.

No caso de bebês prematuros, é indicado aguardar 30 dias para a realização do teste do olhinho, para que haja o desenvolvimento das estruturas oculares antes do exame.

Mas, também é possível realizar exames mais detalhados com uma consulta em um oftalmologista no primeiro mês de vida do bebê.

Triagem Neonatal:

Como os demais exames de triagem, o teste do olhinho é básico e dá poucas informações. Caso ele apresente alguma irregularidade, a criança é encaminhada para um oftalmologista para investigar melhor e realizar mais exames.

A partir desse acompanhamento é possível conseguir um diagnóstico mais realista.

Consultas futuras:

Após o teste do olhinho, é recomendável levar o bebê ao oftalmologista com 1 ano de idade, com 3 anos e também antes de ingressar na escola.

Estas consultas possuem também uma função de prevenção, pois algumas doenças, inclusive as que podem ser detectadas com o teste do olhinho, podem se desenvolver após o primeiro teste.

Atenção aos sinais:

Existem alguns sinais que podem ser observados pelos pais que podem ajudar a identificar problemas oculares o mais rápido possível para que a criança seja levada a um profissional e possa ser diagnosticada e iniciar o tratamento.

Observação de objetos:

Caso o bebê apresente dificuldade de acompanhar objetos ou luzes que se movem a sua frente, consulte um oftalmologista o ais rápido possível.

Reflexo branco:

Se aparecer um reflexo branco na pupila do bebê quando você tirar fotografias dele ou quando apontar alguma luz forte em seus olhos, atenção, leve o ao oftalmologista.

O normal é que o reflexo seja sempre vermelho. No caso de relexos brancos, podem indicar que há algo que causa opacidade na córnea.

Estrabismo:

Até os 3 meses de vida é absolutamente normal que a criança fique vesga às vezes, porque ela ainda está aprendendo a controlar e focar sua visão.

Após este período, caso a criança apresente alguma falta de alinhamento em um dos olhos, consulte um especialista.

 

A saúde da visão é algo importante para o desenvolvimento da criança. E identificar problemas de visão o mais cedo possível é a melhor estratégia para que a criança possa se recuperar e sofrer menos com o problema.

Leia também: Dores no corpo no pós-parto? Especialista dá dicas para aliviar as dores no corpo.

/* ]]> */