Nutrição

Tirosina: por uma mente mais focada e tranquila; entenda como

Siga nosso dia-a-dia no insta! Clique aqui para acessar nosso perfil.

A tirosina é considerada a substância que mais influencia o funcionamento de nosso cérebro entre todos os aminoácidos capazes de promover seu desempenho e o rendimento intelectual.

Estudos clínicos demonstram que a L-tirosina beneficia nossa capacidade de concentração, apesar de condições extremas, permitindo que fiquemos alertas, despertos.

Lembrando que os aminoácidos possuem uma função essencial no sentido de participar de inúmeros processos bioquímicos, e com grande nível de complexidade.

Para que tais processos aconteçam adequadamente, é preciso uma excelente coordenação das várias substâncias que interagem entre si.

E quando evitar problemas significa a correta regulação de nosso estado de humor, é onde entra em cena a L-tirosina, responsável pela liberação de hormônios e, portanto, atuante na sensação de bem-estar, vitalidade e motivação.

Uma característica específica da tirosina é não influenciar diretamente das células musculares e outros tecidos, ao contrário de muitos suplementos dietéticos.

A propriedade da L-tirosina no que diz respeito a chegar a um estado mental positivo é indireto, o que para muitos representa muito mais eficiência no aumento da energia.

Na prática, isso significa consumir tirosina durante um treino para conseguir melhores resultados, pois a pessoa fica mais determinada e com “gás” para cumprir suas metas. Basicamente, é esta a função deste aminoácido essencial.

Entenda melhor a tirosina e suas finalidades

Por tudo o que foi falado até aqui, fica fácil de entender os motivos pelos quais a ingestão de tirosina é muito valorizada pelos atletas que não buscam substâncias que promovam diretamente o crescimento dos músculos.

Afinal, mesmo que esse tipo de intervenção não seja o foco principal da tirosina, uma pessoa motivada e disposta consegue efeitos positivos na musculação ou qualquer outra atividade física à qual se propõe.

Isto é, a tirosina ajuda alcançar objetivos e superar metas também enquanto suplemento alimentar porque favorece todo o corpo e estimula a mente a permanecer concentrada, além de otimizar a força.

O momento do treino físico é ideal para perceber os efeitos da tirosina. No entanto, nas situações difíceis do cotidiano, suas propriedades são perfeitamente palpáveis e poderosas.

A L-tirosina costuma ser útil principalmente em momentos de estresse, para abrandar a ansiedade e as mudanças de humor.

Está associada à tirosina a capacidade de ‘limpar’ a mente de pensamentos ruins, muitas vezes pessimistas, e de manter o foco em objetivos reais.

Em relação aos treinos, ela auxilia na concentração no que realmente interessa, inclusive quando o contexto externo está longe de ser o ideal.

Falando sobre os efeitos gerais e secundários, produtos que trazem uma quantidade extra de L-tirosina têm como consequência mais significativa o aumento da produção de melatonina, dopamina, norepinefrina, epinefrina e beta-endorfina.

A elevação dos níveis destas substâncias atinge diversas partes do cérebro e do corpo, surgindo especialmente em forma de melhor concentração, vitalidade, entusiasmo, bom humor e criatividade.

A L-tirosina é utilizado no tratamento de ansiedade e depressão porque estimula a produção de serotonina.

Doenças cardíacas, tensão muscular crônica, dor de cabeça e insônia também são condições passíveis de serem combatidas com ajuda do aminoácido.

Outro benefício ligado à tirosina é sua capacidade de favorecer o sono reparador, além de contribuir no controle do apetite, especialmente no que diz respeito ao desejo por doces e alimentos ricos em carboidratos.

Em resumo, a tirosina é recomendada para quem deseja ter uma clareza mental maior, melhor concentração, poder de memória e aprendizagem.

Só para lembrar…

O conteúdo deste post tem função de informar. Apenas um médico pode decidir o que é melhor para cada pessoa e prescrever tratamentos de acordo com a situação específica.

Os profissionais de saúde são os únicos aptos a recomendar o uso de substâncias para tratar doenças, avaliando inclusive o risco de interações entre elas e determinados medicamentos.

Cuide-se! Até o próximo post!

/* ]]> */