Remédios Saúde

Trulicity: saiba como funciona este remédio para diabetes tipo 2

Trulicity para diabetes

Trulicity é remédio indicado para tratar a diabetes mellitus tipo 2, e que precisa ser combinado com dieta adequada e prática de atividades físicas regularmente para alcançar melhores resultados.

Na verdade, Trulicity é o nome comercial da Dulaglutide, um fármaco injetável, semanal, já aprovado pelo FDA, o órgão que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos.

O Trulicity é uma espécie de ‘primo’ do Victoza e do Byetta, produtos há mais tempo no mercado.

Outro detalhe importante é que, apesar de ser injetável por via subcutânea, ele não é insulina.

A composição dele traz Dulaglutida, uma substância capaz de melhorar a taxa de glicose no sangue e, assim, completar o tratamento – sendo que este pode ser feito através do Trulicity sozinho ou com outros medicamentos em conjunto.

A Dulaglutide é uma substância bastante parecida com a que nosso intestino libera quando ingerimos um alimento, chamada de GLP-1.

O GLP-1 humano estimula a redução da glicemia, uma vez que promove a secreção da insulina pelo pâncreas e a diminuição do hormônio glucagon. Este último, que também é produzido pelo pâncreas, faz subir a glicose no sangue, isto é, age de modo contrário à ação da insulina.

E mais: o GLP-1 influencia o centro da fome localizado no cérebro, levando ao envio de mensagens de saciedade até ele. No estômago, o hormônio GLP-1 faz com que o órgão demore mais a se esvaziar quando nos alimentamos.

A consequência disso é que a pessoa acaba ficando satisfeita com pequenas quantidades de alimentos; o estômago não tolera grandes volumes de comida.

Por todas estas razões, a classe de medicamentos semelhantes ao GLP-1 que nosso corpo produz acaba provocando um efeito paralelo muito atraente: a redução de peso.

Mas é importante esclarecer que o Trulicity não é remédio para emagrecer, e sim para tratar diabetes tipo 2. Ele só é indicado para pacientes com esta condição. E seu uso não é recomendado para pessoas com sobrepeso ou obesas que não sejam diabéticas.

Para emagrecer, outras possibilidades devem ser esgotadas primeiro, antes de optar por tratamentos com remédios.

Em geral, certos casos de fundo genético, em que o indivíduo não consegue perder peso de forma alguma, recebem indicação de fármacos, sem dispensar, é claro, mudanças de atitudes que promovam a vida saudável.

Portanto, remédios como o Trulicity não devem ser a primeira escolha de tratamento com foco no emagrecimento. E ainda: suas doses variam em função da gravidade da diabetes tipo 2.

Quanto ao preço do Trulicity, ele está entre R$200,00 e R$700,00 reais, aproximadamente.

Conheça os efeitos colaterais e contraindicações do Trulicity

Os efeitos adversos do Trulicity podem incluir: cansaço, náusea, gases, diarreia, má digestão, vômito, prisão de ventre, dor abdominal, diminuição de apetite, dor no estômago e baixo nível de açúcar no sangue.

Ele é contraindicado para pessoas com diabetes tipo 1, histórico de câncer na tireoide, cetoacidose diabética ou indivíduos com alergia a algum componente da fórmula.

Além dos cuidados habituais com os medicamentos, trata-se de uma droga nova. Portanto, é preciso ficar ainda mais atento aos efeitos colaterais inadvertidos, e seu uso deve sempre ser somente depois de prescrição médica.

O conteúdo deste post tem função de informar. Apenas um médico pode decidir o que é melhor para cada pessoa e prescrever tratamentos de acordo com a situação específica.

Os profissionais de saúde são os únicos aptos a recomendar o uso de substâncias para tratar doenças, avaliando inclusive o risco de interações entre medicamentos.

Pesquisas, estudos, análises de casos, enfim, todo dia a ciência aponta novos caminhos para o tratamento das mais diversas doenças. Que bom! Então, que o Trulicity possa ajudar muita gente a combater a diabetes tipo 2 e condições associadas a ela.

Saúde! Até breve…

/* ]]> */