Doenças Remédios Saúde

Vacina contra febre amarela: 5 coisas que você precisa saber

A vacina da febre amarela não possui obrigatoriedade em todos os lugares do Brasil. Existem alguns estados brasileiros em que a doença é endêmica, ou seja, ocorre com mais frequência na região. Nesses locais, a imunização é comum a partir dos 6 meses de vida. No entanto, há cidades em que a vacina só é indicada em casos de viagem para as áreas endêmicas.

O Ministério da Saúde anunciou recentemente em seu Blog da Saúde, que fará uma campanha de vacinação contra a febre amarela porque há alguns casos da doença acontecendo nos locais que antes não eram considerados de risco.

Segundo a Ministério, as doses fracionadas da vacina serão aplicadas em três estados: Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. A Coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Carla Domingues explicou que essa medida é temporária e está em curso para evitar que o vírus se espalhe, pois já alcançou estados com uma maior densidade populacional.

1. O que é uma dose fracionada?

A atual campanha do Ministério da Saúde está oferecendo doses fracionadas da vacina para a população do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. A dose comum da vacina protege a pessoa por toda a vida. Já a dose fracionada é um pouco menor em quatidade e dura cerca de 8 anos.

Segundo o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, a dose fracionada está sendo usada porque é preciso ter um estoque estratégico da vacina caso a doença se espalhe pelo país. Segundo ele:

A vacina fracionada é tão eficaz quanto a dose integral. Os estudos até agora demonstram isso. Não se trata de falta de vacinas. Nós temos um estoque que vai atender a demanda de outras áreas no Brasil e, com a possibilidade de surgirem novos focos da doença, é preciso ter e manter um estoque estratégico”

2. Quem deve tomar a vacina?

Todas as crianças a partir de 9 meses de idade, adultos e idosos. Pessoas com doenças que afetam a imunidade e gestantes devem consultar seus médicos antes de tomar a vacina.

Pessoas que vão viajar para as áreas onde a campanha de vacinação está acontecendo, deve se vacinar pelo menos 10 dias antes da viagem.

Segundo Blog do Ministério da Saúde, é importante que todos compareçam aos postos de saúde, porque a doença pode atingir aos desprotegidos e se espalhar com mais facilidade.

3. Como é a vacina?

A vacina contra a febre amarela é constituída de vírus vivos atenuados. É aplicada por injeção na parte superior do braço.

Veja como é a aplicação da vacina:

4. O que é febre amarela?

A febre amarela é uma doença causada por um vírus transmitidos a macacos e a seres humanos por meio da picada de um mosquito contaminado.

A transmissão pelo vírus que é passada por mosquitos silvestres e atinge os macacos já foi identificada no interior de São Paulo, na cidade de Votorantim. Ainda em 2017 houveram casos de mortes pela doença em todo o país, mas ainda não há dados oficiais sobre eles.

Por isso, há o risco de a doença ser transmitida ao mosquito Aedes aegypti e circular nas áreas urbanas, tornando-se uma epidemia.

5. Existe outra maneira de evitar a febre amarela?

A vacina é a única maneira de evitar a doença de forma totalmente eficaz. Mas como a febre amarela é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, o controle do mosquito é uma alternativa para evitar a doença. Para isso é preciso usar repelentes e evitar a água parada, que serve para a reprodução do pernilongo.

Confira também outras formas de afastar os mosquitos:

/* ]]> */