Maternidade Resenhas

10 Verdades Inconfessáveis Sobre a Maternidade (Contém Spoiler)

Se você já é mãe com certeza já está a par desta verdade: há coisas que nem sempre ousa admitir, mas que sempre passam pela sua cabeça. Afinal, o dia-a-dia da maternidade real é bem diferente do mar de rosas que imaginamos quando estamos grávidas, não é?

Se você ainda não têm filhos ou está esperando seu primeiro bebê, é bom já ir se acostumando: essa coisa de padecer no paraíso não é brinquedo não!

Por isso, precisamos falar sobre esses pensamentos que surgem e que não nos atrevemos a contar para ninguém. Esse desabafo pode ajudar a desapegar da ideia da mãe perfeita e, de quebra, ainda contribui para nos sentirmos menos culpadas pelos pequenos acontecimentos dessa longa trajetória que é criar os filhos.

É justamente essa a ideia das autoras do livro Quem Manda Aqui Sou Eu – Verdades Inconfessáveis Sobre a Maternidade (Contém Spoiler), a Maria Flor B. Calil e a Roberta M. Dalbuquerque. No prefácio, de Maria Ribeiro, já podemos ter uma ideia do conteúdo:

Que bom, graças a Deus, não sou só eu, finalmente alguém resolveu falar a verdade! A verdade, essa virtude tão subestimada nos livros para gestantes…

Este é um livro pra lá de divertido, que vai arrancar risadas das mamães que estão vivendo as loucuras da rotina com os filhos. Já para as futuras mamães, este livro pode ser uma forma de preparar o psicológico para as estrepolias dessa nova fase da vida, ajudando-as a levar tudo com mais leveza.

E como a equipe do Tudo Ela não pode deixar você por fora dessa dessa obra mara, preparamos uma resenha show que vai dar um gostinho sobre esse verdadeiro quebrador de tabus sobre a maternidade.

Se prepara:

10 verdades inconfessáveis sobre a maternidade

O livro possui cada um dos oito capítulos com cores diferentes em suas páginas. E como cada frase fica em uma folha,  é perfeito para fotografar e compartilhar nas redes sociais. Para publicar as fotos, você pode usar as hashtags:

#maternidadereal

#marqueumagravida

#marqueumamae

#maedeprimeiraviagem

#gravidez

#maternidade

E se você quiser, pode marcar o blog Tudo Ela no Instagram: @tudoela 

Agora, vamos às verdades!

1. “Quando você está grávida, todas as pessoas do mundo acham que entendem muito mais desse assunto do que você. Mesmo as que não têm filhos”

Quem nunca se irritou com os famosos palpites? Você pode tentar ignorá-los ou não, de alguma forma eles vão te abalar. O jeito é aprender o que serve como conselho e o que a gente deixa sair pelo outro ouvido…

2. “A gente só conhece o marido (de verdade) depois que nascem os filhos. E isso pode ser uma ótima revelação”

Na correria da criação dos filhos, ou o maridão assume parte das tarefas ou vai ficar bem difícil de levar as coisas. E seja sincera: seus olhinhos até brilham quando ele demonstra  companheirismo na hora do vamos ver.

3. “Muitas coisas que eu não gostava de ouvir da minha mãe falo para meus filhos”

Essa é dolorida de admitir… Se tem uma coisa que a gente detesta é perceber que estamos ficando iguais as nossas mães. Muito mais parecidas nos defeitos, inclusive. Ai de nós!

4. “As meninas já tinham uns 6 meses e eu ainda usava roupa de grávida”

As modelos e atrizes que emagrecem tudinho alguns dias depois do parto é uma coisa bonita de ver. Mas colocar em prática na nossa vida, aí já é querer demais, né? (Detalhe: a gente fala isso só porque não conseguiu, mas tudo bem).

5. “Já me acostumei a ouvir (em público e aos gritos): ‘Mãe, quero fazer cocô’, e depois, ‘Mãe, já acabei!'”

Ah, quando o dever chama, não há visita, refeição ou qualquer tarefa que seja mais importante. Mesmo que cause certo constrangimento no começo. Mas com o tempo acostuma…

6. “Às vezes eu fico sem argumento e respondo: ‘Porque eu sou sua mãe e quem manda nesta casa sou eu'”

Nem sempre dá para argumentar com os espertinhos. Quem nunca perdeu a paciência pode julgar, se existir uma mãe na face da terra que nunca tenha apelado para a autoridade.

7. “Eu ponho de castigo e depois esqueço”

Clássico erro de mãe. Vale também para quando você faz qualquer promessa que envolva as palavras “nunca mais”. Se você não esquecer, o pai ou avós esquecerão e aí não vai ter jeito.

8. “Eu invento que, quando eu era pequena, comia salada”

Para nossos filhos, nós éramos crianças perfeitas. E ai de quem disser o contrário! Como vamos fazer chantagem se eles souberem de nossas travessuras? Além do mais, vale de tudo para que eles tenham uma alimentação saudável, não vale? (Risos).

9. “Às vezes eu trato as crianças como bebês, com medo delas crescerem e não precisarem mais de mim”

É justo? Talvez não. É carência? Com certeza! Depois de dedicar tanto tempo e energia na criação deles, quer coisa mais assustadora do que a ideia dos filhos não precisarem mais de cuidado? Mas é bom saber que esse medo não faz muito sentido. Eles sempre vão recorrer à nós para conselhos e também para um carinho quando precisarem.

10. “Às vezes eu entro no banheiro e fecho a porta só para ninguém me chamar por um tempinho”

Esses momentos preciosos são essenciais para manter a sanidade. Não se sinta culpada! E aproveita pra olhar o feed das redes sociais, porque provavelmente você só terá este tempinho para isso. Aproveita e curte nossa página no Facebook! 😉

E aí, o que achou dos segredinhos de mãe? Conta também os seus aqui nos comentários! E para quem ficou interessada no livro porque quer ler todas as verdades e postar nas redes sociais, é só comprar no site da Editora HarperCollins Brasil.

/* ]]> */