Saúde

13 benefícios incontestáveis do Zinco para o organismo

Benefícios do zinco

Você já deve ter ouvido falar sobre zinco, certo? Mas você sabe o que ele faz no seu organismo e quais os seus benefícios?

Abaixo explicamos detalhadamente tudo isso. Confira!

O que é zinco?

Zinco é conhecido como um mineral (na tabela periódica ele é descrito como um elemento químico metálico).

Ele é muito utilizado para galvanizar metal e aço, pois produz uma camada protetora sobre eles, o que dificulta a deterioração com o tempo, principalmente em lugares com muita umidade ou presença de maresia.

Já no corpo humano ele desempenha funções primordiais. A deficiência de zinco no organismo pode levar a problemas de saúde e até mesmo causar a morte.

Alguns dos problemas de saúde mais comuns pela falta ou deficiência de zinco no organismo são:

  • Perda de cabelo;
  • Perda de apetite;
  • Lesões e feridas na pele;
  • Unhas que se quebram facilmente;
  • Perda de peso (não de uma maneira positiva);
  • Retardo de crescimento;
  • Depressão;
  • Fadiga;
  • Dificuldade na cicatrização.

No Brasil, o consumo de zinco é abaixo da média sugerida, por isso que não é incomum conhecer várias pessoas com um ou vários desses problemas listados acima.



Nas crianças, a falta desse mineral pode acarretar em problemas sérios na sua saúde, uma vez que alguns desses problemas, como o retardo de crescimento, é algo que afetará toda a vida dessa criança.

Os benefícios do zinco

Os benefícios do zinco são inúmeros, mas vamos listar aqui para você 13 deles:

  1. Aumento da imunidade;
  2. Antioxidante;
  3. Equilíbrio hormonal;
  4. Contra o diabetes;
  5. A favor do coração;
  6. Saúde do fígado;
  7. Evita a diarreia;
  8. Crescimento muscular;
  9. Melhora a absorção de nutrientes;
  10. Repara os cabelos;
  11. Perda de peso (de forma boa);
  12. Olfato e paladar;
  13. Para gravidez.

Abaixo explicamos mais detalhadamente cada um desses benefícios.

1. Zinco para o aumento da imunidade

O aumento da imunidade é um dos benefícios desse mineral.

Estima-se que se a pessoa tomar a quantidade mínima diária recomendado por 5 meses, reduz consideravelmente as chances de adoecer com uma gripe ou então com um resfriado.

2. Zinco como antioxidante

Seu efeito antioxidante ajuda a combater os radicais livres do corpo.

Os radicais livres são responsáveis por muitas doenças, entre elas, o envelhecimento precoce.

3. Zinco para o equilíbrio hormonal

Consumo em níveis adequados do mineral faz com que a produção de testosterona (nos homens) e de progesterona e estrogênio (nas mulheres) se torne equilibrada.

Esses hormônios são responsáveis por muitas coisas no corpo. Entre elas, podemos citar:

  • Irritação repentina;
  • Mau humor;
  • Menstruação irregular;
  • Menopausa e andropausa precoces.

4. Zinco contra a diabetes

Assim como atua no equilíbrio hormonal, o mineral também atua na produção de insulina que é utilizada para carregar o açúcar do sangue para dentro das células.

Ele faz com que a insulina seja armazenada da forma correta no pâncreas e liberada de forma mais controlada em pessoas com diabetes, auxiliando na diminuição dos índices de glicose no sangue.

5. Zinco a favor do coração

Ele aumenta a saúde do sistema cardiovascular como um todo, diminuindo o colesterol ruim do sangue, assim, evitando que veias e artérias sejam obstruídas.

A desobstrução de veias e artérias auxilia inclusive na diminuição da pressão arterial em pessoas que sofrem de pressão alta.

6. Zinco para a saúde do fígado

Ele auxilia na proteção do fígado, evitando inflamações nesse órgão e também tem função de desintoxicá-lo.

O combate aos radicais livres por sua ação antioxidante também auxilia na prevenção de doenças no fígado, como a cirrose.

7. Zinco para evitar a diarreia

Não apenas a diarreia, mas a ingestão em quantidades corretas do mineral evita doenças crônicas de todo o sistema digestivo.

Muitas dessas doenças são resultantes do baixo nível do mineral no sangue ou poderiam ser evitadas ou amenizadas com a ingestão correta.

8. Zinco no crescimento muscular

Ele atua como restaurador muscular, principalmente no pós-treino.

Essa restauração auxilia em um crescimento e fortalecimento muscular melhor e mais rápido.

9. Zinco melhora a absorção de nutrientes

Uma das funções do mineral é digerir e degradar mais facilmente e de maneira mais eficaz os carboidratos presentes na alimentação.

Isso faz com que esses nutrientes sejam absorvidos pelo corpo de maneira mais eficaz. A não ingestão correta do mineral pode causar, inclusive, fadiga adrenal.

10. Zinco como reparador de cabelos

O mineral é essencial para a produção dos óleos do bulbo capilar.

Esses óleos são responsável para fazer um crescimento correto do cabelo, assim como reparar possíveis danos causados a raiz.

A falta do mineral no corpo pode causar danos irreparáveis no cabelo.

11. Zinco para perda de peso

Como dito, existe a perda de peso causada pela falta do nutriente no corpo, o que não é saudável e pode trazer inúmeras doenças. E existe a perda de peso de forma saudável e correta.

O mineral estimula a produção de insulina, o que evita o aumento da gordura corporal devido ao açúcar não ser absorvido pelo organismo como deveria.

Ele também é um estimulante da tireoide, o que é um grande auxílio para quem não consegue emagrecer devido ao hipotireoidismo.

12. Zinco para o olfato e paladar

As papilar gustativas e as células olfativas são mais estimuladas e se tornam mais sensíveis com a ingestão correta do mineral.

Isso faz com que você consiga sentir o cheiro melhor das coisas ao seu redor e também sinta mais gosto naquilo que ingere.

13. Zinco para a gravidez

O mineral, assim como o ácido fólico, é imprescindível para a formação do feto em sua forma plena.

Ele também auxilia no crescimento do bebê dentro do útero, se tornando um ser nutrido e de boa saúde.

Considerações finais

A ingestão de zinco na quantidade certa só tem a trazer benefícios para a saúde da pessoa.

Porém, a falta desse mineral no corpo pode trazer inúmeros problemas de saúde e até mesmo estéticos.

Alguns alimentos ricos em zinco são:

  • Grão de bico;
  • Abóbora;
  • Cacau;
  • Castanhas;
  • Carne de cordeiro;
  • Frutos do mar;
  • Gema do ovo;
  • Feijão.

Esses são apenas alguns exemplos.

Crianças devem consumir 10 mg por dia de zinco, enquanto que homens adultos precisam ingerir 15 mg. Já as mulheres adultas precisam de 12 mg por dia, sendo que gestantes precisam de 15 mg por dia e as lactantes 16 mg.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */