Beleza Unhas

Entenda por que trocar a acetona pelo removedor de esmaltes

Todo mundo deveria cuidar das mãos como cuida de outras parte do corpo, como o próprio rosto. Exagero? E esses cuidados devem começar por uma parte específica, as unhas. Por exemplo, você usa acetona ou removedor de esmaltes para retirar a pintura de suas unhas?




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% EM TODO O SITE

Pode parecer questão simples, mas, trata-se mais do que a sua beleza, trata-se da sua saúde. Ter unhas bonitas é, sim, importante, ressalta bem mais do que as mãos femininas, mostra também a higiene com que a mulher cuida do seu corpo.

Acetona é rápida, mas, prejudicial

Essa preocupação com as unhas indica que você se cuida em cada detalhe. Mas, nem toda mulher tem a informação correta do que é melhor, por exemplo, para as suas unhas.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Usar a acetona é comum ao remover o esmalte, de forma especial em institutos de beleza. A acetona é um solvente químico de alta performance, muito forte e, claro, tira o esmalte de forma mais rápida.

Por isso mesmo, é o preferido pelas manicures nos institutos de belezas, pois acelera o trabalho. Mas, é o melhor para as suas mãos, suas unhas e para você?




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Removedor de esmaltes protege a pele

Não, não é, explicam os especialistas. Por ser um solvente forte, a acetona vai resultar em unhas manchadas, um tanto enfraquecidas e até mesmo levará ao ressecamento de suas mãos.

Ou seja, a acetona, tão comumente usada nesse processo, é prejudicial às suas unhas, suas mãos e, portanto, a você. Ao contrário do removedor de esmaltes, que é especialmente preparado para isso, possui fórmula química específica.

O removedor de esmaltes até possui um pouco de acetona, mas, em doses toleráveis para as unhas e a pele. É apropriado para não provocar alergias ou irritações na pele.

Dê um tempo para seu organismo

Até mesmo os lenços umedecidos são pouco recomendados por esteticistas ou dermatologistas. Eles até são apropriados para serem levados na bolsa ou nécessaire, mas, são muito oleosos. Para usá-los, você precisará estar em um local onde possa, após a remoção do esmalte, lavar as mãos.

Por isso a recomendação principal recai, sempre, no removedor de esmaltes como a indicação mais apropriada para, em casa ou naquele momento de aproveitamento de uma folguinha, remover a pintura das unhas.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Esteticistas também recomendam que, ao retirar o esmalte das unhas, você fique pelo menos 24 horas sem nenhuma pintura. É um tempo para o organismo reconstituir-se e respirar de forma mais natural até receber nova pintura.

Após tratar as unhas, hidrate as mãos

O removedor de esmaltes possui fórmula adequada para a remoção da pintura, sem prejudicar o organismo. Este, normalmente, é enriquecido com óleos especiais para evitar que as unhas fiquem muito ressecadas.

Também possuem elementos que ajudam na hidratação de suas unhas e mãos. Esta é outra questão importante e normalmente minimizada: tanto acetona quanto o removedor de esmaltes ressecam unhas e dedos e, portanto, após a remoção do esmalte, é bom fazer a hidratação das mãos.

Isso pode ser feito com cremes normais, desses que você costuma usar todo o dia para a hidratação de suas mãos. Depois, espere um pouco, de preferência um dia, antes de fazer nova pintura. Lembra, já falamos antes: dar um tempo ao organismo.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

A cutícula é um protetor da sua saúde

Especialistas já detectaram que o uso frequente da acetona resseca também a pontinha dos dedos, além dos danos que provoca nas unhas, que ficam mais quebradiças e com coloração esbranquiçada.

Pior: a acetona também resseca as cutículas e toda a pele ao redor das unhas e este sim é um dano danado para sua saúde. Lembra que falamos disso no início deste artigo? Assunto pouco lembrado, é muito sério.

Ocorre que a cutícula, que você costuma remover ao pintar as unhas, não está ali para atrapalhar sua vida. Ao contrário, ela é de suma importância para sua saúde, mais do que você pode imaginar.

As mãos, porta de entrada de doenças

A cutícula é constituída por uma proteína bastante resistente, a queratina, e ela tem a função primordial de exercer uma barreira que protege determinadas partes do nosso corpo.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Nas unhas, a queratina – ou a cutícula, que você remove – visa impedir a entrada de micro-organismos prejudiciais ao organismo, ela tenta impedir que seu organismo seja contaminado.

Talvez você não repare, mas as mãos são a porta de entrada para muita doença que adquirimos sem perceber. Ao tocarmos em fechaduras de portas, ao ir a um banheiro público ou simplesmente ao usar nosso celular, carregamos nossas mãos com milhões de micro-organismos.

Trate suas cutículas com cremes

São bactérias, fungos e outros que vão acabar em nossas mãos e, normalmente, escondidos debaixo das unhas. A função da cutícula – e da queratina – é justamente impedir que esses minúsculos bichinhos avancem rumo ao interior de nosso corpo.

Por isso, a cutícula não deve ser removida, mas, apenas tratada. Informe-se bem, pois existem cremes no mercado cujo objetivo é exatamente dar um aspecto melhor às cutículas, sem retirá-las.

O removedor de esmaltes hidrata as unhas

Ao retirar as cutículas, também, você já deve ter percebido que, algumas vezes, ficam feridas e machucados que até geram inflamações. Converse com sua manicure, portanto, e evite a retirada das cutículas. Basta tratá-las com cremes apropriados.

Outra vez o removedor de esmaltes vem em seu auxílio. Como ele já possui óleos especiais que visam a hidratação das mãos e dos dedos, caso você tenha retirado as cutículas – o que não recomendamos -, a ajuda já estará a caminho.

Então, só para deixar bem claro, o removedor de esmaltes já possui fórmula própria para a execução desse trabalho. Com óleos específicos para esta finalidade, ele já faz a hidratação de seus dedos e unhas, evitando o ressecamento natural da acetona.

Converse bem com sua manicure

Outra questão que convém ressaltar é um mito que existe em certas pessoas acerca do removedor: que ele precisaria ser bem esfregado para retirar o esmalte. Não, não é verdade. Sua fórmula já é apropriada para o trabalho, então, é só passá-lo devagar.

Mais um alerta a quem gosta de usar unhas artificiais: jamais utilize acetona. O acrílico de que essas unhas são constituídas é sensível demais e seria danificado. O ideal é mesmo o removedor de esmaltes.

No mais, não esqueça: na manicure, solicite para ela esquecer a acetona: para ela é boa e rápida; para você, seus dedos, suas unhas e sua saúde, é péssima.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */