Beleza Pele

Ácido hialurônico combate o envelhecimento da pele; saiba mais

Com o avanço da idade, é comum começarmos a notar algumas mudanças no nosso corpo conforme o tempo vai passando. As mais visíveis surgem na pele: são as rugas e linhas de expressão, que ficam sempre ali à vista no espelho, motivo que pode tornar os problemas tão incômodos para a maioria das mulheres.

É… Mas não tem para onde fugir! São os sinais do envelhecimento começando a aparecer e, quanto mais anos se passarem, mais eles estarão presentes no nosso dia a dia. Então, vou assistir a minha pele ficando feia e velha sem poder fazer nada? É claro que não. Com os cuidados necessários, é possível ter uma pele linda e jovem por mais tempo.

A solução para o problema pode estar mais próxima do que você imagina: dentro do nosso corpo. O ácido hialurônico, assunto do nosso artigo de hoje, é uma substância produzida naturalmente pelo nosso organismo, mas que se tornou mais conhecida entre as mulheres por estar presente nas fórmulas dos produtos para cuidar da pele.

Muita gente usa a substância para deixar a pele lisinha e mais firme e ajudar na eliminação de rugas e linhas de expressão do rosto. Mas, você sabe exatamente o que é o ácido hialurônico e para que ele serve? Se você ficou curiosa e quer saber mais sobre o assunto, continue lendo esse artigo até o final que eu te conto tudo. Vamos lá?

O que é o ácido hialurônico?

acido-hialuronico

A substância nada mais é do que uma molécula de açúcar presente no organismo humano, que atrai a água e funciona como um lubrificante da pele e das partes móveis do corpo, como as articulações, por exemplo. Na nossa derma, onde a substância está presente em quantidade equivalente a 56%, ela é responsável por preencher os espaços entre as células, o que faz com que ela fique mais hidratada, elástica e viçosa.

Até aí está tudo bem, mas o problema é que o ácido hialurônico começa a ser produzido em menor quantidade no nosso organismo a partir dos 25 anos. É por isso que, quando chegamos a essa idade, começam a aparecer os primeiros sinais do envelhecimento, como rugas, linhas de expressão, olheiras e manchas, tão temidos pela mulherada.



A partir daí, começa a corrida pelos tratamentos estéticos. A boa notícia é que é possível sim repor as quantidades de ácido hialurônico perdidas pelo nosso organismo através de produtos ou procedimentos estéticos, como você vai conhecer no decorrer desse artigo.

Quem pode usar?

Como o ácido hialurônico é uma substância natural do corpo humano, qualquer pessoa pode usar produtos ou passar por procedimentos estéticos para fazer a reposição, desde que não esteja no grupo de contraindicações, que vamos mostrar à frente. O único requisito é que a pessoa tenha mais de 25 anos, já que é a partir dessa idade que a molécula começa a ser diminuída no organismo. Antes disso, não há necessidade de passar por nenhum desses processos, uma vez que a produção da substância ainda está normalizada no corpo.

Se você está com a pele com aparência envelhecida, com rugas, linhas de expressão ou outros sinais do envelhecimento, pode recorrer a qualquer processo de reposição do ácido hialurônico para dar mais viço e jovialidade à derma.

Como usar?

Como falamos nos parágrafos acima, o ácido hialurônico pode ser reposto de várias maneiras na nossa pele para eliminar os terríveis e incômodos sinais do envelhecimento. Dentre as mais utilizadas estão as soluções em cremes ou injetáveis, que, neste caso, devem ser feitos através de procedimentos estéticos por um especialista.

Veja, a seguir, as principais formas de usar o ácido hialurônico na pele e eliminar as rugas, linhas de expressão, manchas e olheiras da pele:

Preenchimento facial

preenchimento-facial-acido-hialuronico

Trata-se da aplicação injetável do ácido hialurônico em forma de gel na pele. O procedimento é feito por um especialista em clínicas de estética e é indicado para preencher rugas, linhas de expressão, sulcos ao redor dos olhos, testa e cantos da boca.

Ainda, há pessoas que fazem o preenchimento facial com a substância para aumentar o volume das bochechas e lábios ou para corrigir cicatrizes deixadas pelas acnes ou dar fim às olheiras.

Como aplicar?

Neste caso, o dermatologista ou cirurgião plástico faz pequenas picadinhas no local em que se deseja aplicar o produto, usando anestesia local para reduzir a sensibilidade e incômodo das picadas. O procedimento dura em torno de 30 minutos e não necessita de internamento do paciente.

O resultado aparece imediatamente após a sua aplicação e pode durar de seis meses a dois anos, o que vai depender do organismo de cada pessoa, quantidade de rugas e linhas de expressão e volume de gel utilizado durante o procedimento.

Cremes

creme-acido-hialuronico

Outra forma mais comum de utilizar o ácido hialurônico está em soluções para uso tópico, como os cremes faciais. Esses produtos ajudam a reter a água da pele e deixá-la mais jovem, hidratada e firme por muito mais tempo. Neste caso, os cremes com a substância em sua fórmula devem ser utilizados por mulheres a partir dos 45 anos de idade.

Como aplicar?

Eles são aplicados diretamente na pele, entre três e quatro vezes na semana, onde deve ser usada uma pequena quantidade para ser distribuída para todo o rosto, sempre após fazer a limpeza da pele.

Cápsulas

acido-hialuronico-capsulas

O ácido hialurônico também pode ser utilizado por meio de produtos via oral através de cápsulas. Elas possuem um forte poder de combater o envelhecimento, uma vez que na restauração e elasticidade dos tecidos da pele.

No entanto, as cápsulas só podem ser tomadas com prescrição médica, já que elas também são utilizadas no tratamento de problemas nos ossos e olhos.

Como tomar?

As cápsulas de ácido hialurônico devem ser tomadas 1 vez por dia, sempre junto à uma das refeições do dia. Geralmente, há uma indicação do médico dermatologista sobre quanto tempo o produto deve ser consumido, que é de, no máximo, de até três meses, e que deve ser respeitada religiosamente pelo paciente.

Cuidados antes

Seja qual for o método que você vai utilizar para fazer a reposição do ácido hialurônico, é preciso tomar algumas precauções antes de iniciar o tratamento. São eles:

  • Verifique junto ao seu médico se você tem alergia à substância. Em geral, são feitos exames clínicos para detectar alguma contraindicação;
  • Evite tomar bebidas alcoólicas, principalmente na véspera de algum procedimento;
  • Nunca tome medicamentos anticoagulantes, como Ácido Acetilsalicílico ou Ginko Biloba, entre outros, na véspera dos procedimentos;
  • Use um filtro solar antes de usar os produtos ou fazer qualquer procedimento.

Cuidados depois

Fique atenta aos cuidados que devem ser tomados depois de passar por procedimentos para repor o ácido hialurônico ou usar produtos que contêm a substância em sua fórmula. São eles:

  • Massageie com a ponta dos dedos a área da aplicação da substância, por dois a três dias;
  • Se houver hematomas na pele após a aplicação, não é indicado fazer a massagem;
  • Evite a exposição ao sol, principalmente se houver manchas roxas na pele;
  • Use gelo no local onde o ácido hialurônico foi aplicado nas primeiras 24 horas.

Efeitos colaterais

acido-hialuronico-para-pele

O uso de cremes, cápsulas ou injeções do ácido hialurônico pode trazer alguns efeitos adversos, como eritema transitório, edema, dor, prurido, contusões, descoloração ou sensibilidade no local da injeção. No entanto, esses sintomas são considerados espontâneos e devem passar dentro de um ou dois dias após a aplicação.

No caso de persistência dos sintomas, a recomendação é suspender o uso e procurar imediatamente um médico dermatologista.

Contraindicações

Apesar de benéfico para a pele, algumas pessoas não estão autorizadas pelos médicos a utilizarem o ácido hialurônico. Entre elas estão aquelas com hipersensibilidade a algum composto da substância, com problemas de coagulação, com implantes permanentes ou com doença ativa na pele, como feridas e inflamações.

Grávidas também não devem usar o produto até o terceiro trimestre de gestação. Depois disso, deve-se buscar a opinião de um especialista para verificar qualquer contraindicação.

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */