Emagrecimento Nutrição

Aeróbico em Jejum: Estratégia para queima de gordura

Aeróbico em jejum

Desde que somos crianças, é comum ouvirmos para não praticar exercícios imediatamente após comer – no entanto, a estratégia de praticar exercício aeróbico em jejum é um outro nível de otimização da relação entre alimentação e esforço.

Existem vários estudos contra e a favor da prática do aeróbico em jejum. A opinião em que todos convergem é que esta estratégia é especialmente eficaz para a queima de gordura rápida.

Quando o corpo entra em estado de jejum, ele tende a queimar mais gordura, em função da falta de açúcar no sangue. Por isso, se seu objetivo é perder a gordurinha localizada, esta é uma estratégia importante.

Entenda como funciona o aeróbico em jejum, e quais são seus efeitos no corpo:

Por que fazer exercício aeróbico em jejum é benéfico?

Se você já costuma praticar exercícios aeróbicos regularmente, provavelmente se interessa em maximizar seus ganhos. No caso da perda de peso, “ganhar” significa queimar gordura. Neste caso, uma das melhores estratégias para aumentar o “ganho” dos exercícios é pratica-los em jejum.

Quando você pratica o aeróbico em jejum, você “obriga” o corpo a queimar gordura. Isso ocorre porque seu corpo não está utilizando uma fonte recente de carboidratos distribuídos no sangue. Nesta situação, a fonte de energia disponível é a gordura armazenada.

A combinação de jejum e exercícios aeróbicos  maximiza o impactos da catálise e força a queimar de gordura e glicogênio, para obtenção energética. Veja o vídeo que produzimos:

Sugestão: aeróbico em jejum antes do café da manhã

A forma mais fácil de praticar o jejum intermitente é, sem dúvidas, beneficiar-se pela manhã. Jejuar não é sinônimo de passar fome, ou uma dieta extrema. É uma questão de pular uma refeição para garantir que seu corpo tenha um momento do dia em que está mais disposto a queimar gorduras.

O período de jejum ocorre entre 12 e 14 horas após a última refeição. Por isso, uma das melhores formas de aproveitar-se do aeróbico em jejum, é praticar o exercício antes do café da manhã.

A ideia é simples: se você for dormir às 23h e acordar às 7 da manhã, tente fazer sua última refeição antes das 19 horas. Desta forma, você pode acordar, praticar exercícios aeróbicos queimando gordura, e iniciar o dia normalmente, sem sentir fome.

Desta forma, o jejum não é um processo difícil e complicado. Para efeitos ainda melhores, se possível, tente esperar duas horas a mais. Isso garante que seu corpo não tenha altos níveis de açúcar no sangue.

Quer ganhar músculos? Lembre de comer depois!

Se seu objetivo de somar peso é somado ao ganho de massa muscular, é importante adicionar um fator na equação. Após o treino com pesos, é necessário alimentar-se em até 30 minutos com ingredientes ricos em proteínas de fácil absorção. Whey protein é uma das formas mais populares para garantir este fornecimento.

Além disso, muitas pessoas apresentam dificuldade em realizar exercícios de força com o estômago vazio. Neste caso, uma dose de proteínas (sem carboidrato) antes do treino também pode ajudar.

Se você quer saber se é uma das pessoas que precisa de nutrientes pré-treino, o teste é simples. Tente realizar exercícios de força em jejum. Se começar a sentir tontura, enjoos ou vertigem, você deve consumir proteína antes do treino. Não há motivos para desanimar: a proteína sem carboidrato não gera pico de açúcar no sangue, e o corpo ainda busca queimar energia.

Ressalvas e cuidados

Obviamente, a prática de exercício aeróbico em jejum não é ideal para todas as pessoas. A eficiência da prática depende da idade, da resistência e de condições de saúde individuais.

Mulheres grávidas ou lactantes devem evitar estes longos períodos. Além disso, pessoas que utilizam medicação contínua devem conferir com os profissionais responsáveis por sua saúde sobre a prática.

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */