Saúde

Conheça aqui os benefícios da alfafa para a saúde

Muitas pessoas conhecem a alfafa apenas como um alimento próprio para cavalos de corrida, que ajuda a potencializar a saúde dos animais e, portanto, a sua velocidade nos campeonatos. No entanto, os brotos dessa poderosa planta medicinal pertencem à mesma família do feijão e, assim como este e tantos outros já presentes na nossa cadeia alimentar – como a quinoa, o girassol e o bambu, por exemplo -, também podem ser consumidos na alimentação humana.

Por conter poucas calorias e uma grande quantidade de nutrientes essenciais à saúde em sua composição, como ácido pantotênico, biotina, ácido fólico, 16 aminoácidos essenciais, além de vitaminas A, do complexo B, C, D, E e K, potássio, ferro, magnésio, cálcio, entre outros minerais, a alfafa pode ser uma ótima alternativa para quem está querendo emagrecer e levar para bem longe os males que possam atingir o organismo, como a arteriosclerose, raquitismo, asma e úlceras gástricas, entre outras enfermidades.

A planta medicinal teve os seus benefícios à alimentação humana descobertos e comprovados pelo investigador britânico Frank Bower, o que levou o pesquisador a ser chamado de “pai da alfafa”. No Brasil, a alfafa foi introduzida no Rio Grande do Sul, a partir de brotos vindos da Argentina e do Uruguai. Deste então, ela tem sido amplamente cultivada por produtores de todo o país.

Segundo o Dr. Bower, a alfafa possui entre os seus nutrientes oito enzimas essenciais, que ajudam a curar e prevenir uma série de doenças no corpo, principalmente aquelas relacionadas ao sistema digestivo.

Se você ainda não conhece os benefícios da alfafa para a saúde e quer saber como e porque inseri-la na sua rotina alimentar, continue lendo esse artigo até o final e saiba tudo sobre o assunto.



Conheça os seus principais benefícios

suco-de-alfafa-para-diminuir-o-estresse-18960-640-427



A alfafa tem sido estudada e o seu uso humano difundido por vários especialistas por conta dos nutrientes presentes em sua composição, que são extremamente essenciais à saúde humana. Eles oferecem ao organismo funções diuréticas, calmantes, digestivas e depurativas, que são capazes de prevenir e curar diversas doenças.

Veja, a seguir, quais são os principais efeitos benéficos do consumo deste poderoso alimento ao corpo:

Reduz o colesterol

A alfafa ajuda a diminuir os níveis do colesterol ruim (LDL) no organismo, sendo ideal para pessoas que sofrem com hiperlipoprotenemia tipo II. Sendo assim, o alimento também pode prevenir doenças como a aterosclerose, causada pelo endurecimento das artérias, e problemas pulmonares, cardíacos, renais e intestinais.

Combate a anorexia

Devido ao seu alto teor de nutrientes de alta qualidade e fáceis de absorver, a alfafa também pode ajudar no tratamento e combate de males relacionados ao sistema digestivo, como falta de apetite, convalescença, dificuldades para ganhar peso e até na anorexia nervosa.

Alivia a menopausa

Por conter grandes quantidades de isoflavonas estrogênicas em sua composição, a alfafa pode ajudar no alívio dos sintomas da menopausa, principalmente aqueles relacionados ao calor excessivo e suores noturnos.

Desintoxica o organismo

Devido às suas funções desintoxicantes, a alfafa pode ajudar a eliminar impurezas e substâncias tóxicas do organismo, o que é ideal para ajudar no fortalecimento do sistema imunológico e no emagrecimento.

Melhora a digestão

Rica em propriedades diuréticas e digestivas, a alfafa também pode ser uma grande aliada para cuidar da digestão, evitando o acúmulo de gases e o desenvolvimento de doenças no estômago, como a gastrite e as úlceras.

Combate a retenção líquida

Por conter funções desintoxicantes e diuréticas, o poderoso alimento também pode ser útil para evitar a retenção de líquidos pelo corpo, amenizando os inchaços causados pelo problema e ajudando a emagrecer.

Ajuda no ganho de massa muscular

Com altas quantidades de proteínas em sua composição, a alfafa também pode ajudar na construção e fortalecimento dos músculos. Por este motivo, o alimento é bastante recomendado para praticantes de atividades físicas, que podem combater a fadiga muscular e cansaço físico após os treinos pesados na academia.

Favorece o emagrecimento

Graças às suas propriedades depurativas, diuréticas e digestivas, além de ser pouco calórica, a alfafa também é uma excelente amiga de quem quer emagrecer com saúde e de forma rápida. Ela desintoxica o corpo, nutre, aumenta a sensação de saciedade e reduz a absorção de gorduras ruins pelo organismo, fatores ideais para quem está em busca da perda de peso.

Outros efeitos benéficos da alfafa no organismo humano

  • Combate a ansiedade e o estresse;
  • Evita o cansaço físico e mental;
  • Previne doenças no fígado;
  • Combate a pressão alta;
  • Previne e trata a anemia;
  • Combate problemas pulmonares, como a asma;
  • Combate problemas nos rins;
  • Trata feridas na pele;
  • Fortalece e protege os cabelos;
  • Combate a halitose (mau hálito);
  • Previne o surgimento de doenças degenerativas nos olhos;
  • Previne alguns tipos de cânceres;
  • Melhora o trânsito intestinal;
  • Combate hemorragias;
  • Fortalece os ossos;
  • Combate o diabetes.

Como usar a alfafa na alimentação?

salada01_broto_de_alfafa02

As partes que podem ser aproveitadas do alimento são as suas folhas, brotos e sementes. Existem diferentes maneiras de utilizá-la na alimentação e usufruir dos seus benefícios:

Chá

O chá é feito das folhas ou raízes secas, que devem ser secadas à sombra para não mandar embora as propriedades terapêuticas da planta.

Leve ao fogo uma xícara de chá do broto de alfafa junto com meio litro de água. Deixe em infusão por cerca de 15 minutos, coe e beba em seguida. Se o objetivo for emagrecer, evite adicionar açúcar e tome pela manhã, em jejum. Tome um copo da bebida durante quatro dias na semana.

Suco detox

Com as folhas ou raízes secas, também é possível fazer um suco desintoxicante (“detox”) para beber diariamente e obter os benefícios da alfafa. Bata no liquidificador 50 gramas do broto de alfafa com 1 copo de água filtrada, 6 folhas de hortelã e 1 folha de couve higienizada. Beba em seguida.

Salada ou sopas

0811coc_22min_sopagerminado

Lave o broto de alfafa e tempere, utilizando-o como salada ou, após cozido, como legume em sopas.

Efeitos colaterais

Apesar de altamente benéfica à saúde, a alfafa, quando consumida de forma exagerada, sejam as suas sementes, folhas, broto, em forma de suplementos, sucos ou chás, pode apresentar alguns sintomas indesejados, como o desenvolvimento do lúpus eritematoso sistêmico, uma doença auto-imune causada pelo uso contínuo da planta, que pode provocar inflamações crônicas articulares, fadiga e dores.

O uso inadequado da planta medicinal também pode causar sensibilidade à luz do sol, aumentando os riscos de queimaduras solares. Além disso, mulheres que fazem uso de pílulas anticoncepcionais também devem tomar muito cuidado com a ingestão da alfafa, uma vez ela é capaz de substituir o estrogênio e, portanto, causar conflitos com os medicamentos, reduzindo a sua eficácia.

Brotos de alfafa de origem duvidosa podem conter bactérias que provocam náuseas, diarréias, vômitos, febre e cólicas abdominais.

Contraindicações

O consumo do broto de alfafa é altamente proibido para pessoas que sofrem de lúpus, gota e câncer. Além disso, pacientes que fazem tratamentos médicos com remédios anticoagulantes, como varfarina ou aspirina, também devem evitar a ingestão da planta.

Veja também:

Sobre o autor

Raiane