Remédios Saúde

Allegra D: saiba como funciona o medicamento contra gripe

Pills

O que é?

O Allegra D é um comprimido feito a partir da combinação de dois princípios ativos, sendo eles o fexofenadina e o pseudoefedrina.

O primeiro composto funciona como um anti-histamínico, que age reduzindo os efeitos da histamina química que o nosso próprio corpo produz (motivo de sintomas como coriza, coceira, espirro e olhos lacrimejantes).

Já o segundo composto age como um descongestionante nasal, já que realiza uma vasoconstrição (diminuir o tamanho dos vasos sanguíneos nasais evita que eles fiquem obstruídos).

Este medicamento é, geralmente, indicado para combater alergias, resfriados, urticarias e erupção cutânea.

Para que serve e como age no organismo?

Justamente pelas suas indicações, o Allegra D trata sintomas ligados às vias aéreas superiores (nariz, fossas nasais, seios perinasais, boca, faringe e laringe) como, por exemplo, sintomas de rinite alérgica, que inclui prurido e congestão nasal, inflamação da mucosa e corrimento mucoso.

Uma vez dentro do organismo, a primeira camada do medicamento composta por cloridrato de pseudoefedrina é liberada lentamente e, por ser insolúvel, mesmo o seu conteúdo sendo totalmente absorvido pelo corpo, é comum que ele seja liberado inteiro nas fezes. Já a segunda camada, composta por fexofenadina, é liberada imediatamente no organismo.

gripe



Contraindicações

Antes de fazer uso deste medicamento, comunique ao médico caso você possua uma das doenças listadas a seguir:

  • Alergia aos compostos do medicamento;
  • Pressão alta grave;
  • Doenças que atingem as artérias do coração (coronariopatia);
  • Glaucoma de ângulo fechado;
  • Sensibilidade às substâncias químicas que promovam reações parecidas à adrenalina;
  • Retenção urinária;
  • Uso do medicamento monoaminoxidase (MAO), utilizado no tratamento da depressão, ou 14 dias após o término do mesmo.

Precaução

Se você possui alguma das doenças citadas a seguir, notifique ao médico para que ele avalie a situação e a necessidade antes de prescrever o medicamento:

  • Doença renal;
  • Distúrbio da tireoide;
  • Obstrução da bexiga ou outros problemas de micção;
  • Diabetes;
  • FDA gravidez categoria C;
  • Glaucoma;
  • Doença cardíaca ou pressão arterial elevada;
  • Em fase de amamentação.

Como tomar?

Os comprimidos devem ser ingeridos por via oral com o auxílio de água, sem outros alimentos. É importante que o líquido ingerido não seja outro a não ser a água.

Já a dosagem fica por conta do médico que prescreveu a medicação, de acordo à sua classe biológica e clínica.

Efeitos colaterais

Assim como qualquer outro medicamento, o Allegra D causa reações das mais comuns às mais raras, podendo ser classificadas nessa ordem (comum-muito rara), apresentando sintomas, como:

Em relação à fexofenadina: dor de cabeça, sonolência, tontura, náusea, cansaço, insônia, nervosismo, dificuldade respiratória e reação alérgica.

Em relação à Pseudoefedrina: nervosismo, excitabilidade, agitação, tontura, fraqueza, boca seca, aumento da pressão, palpitação e colite isquêmica.

Cuidados e observações

  • A guarda deste medicamento deve seguir as instruções da caixa.
  • Informe ao dentista que você faz uso do medicamento.
  • Também é necessário informar ao médico ou ao farmacêutico caso note algum efeito colateral muito forte.
  • Em caso de gravidez ou amamentação, o uso do medicamento só deve ser associado ao tratamento caso o
  • médico confirme que o benefício será maior que o risco.
  • O medicamento pode causar doping.
  • Não mastigue ou parta o remédio.
  • Em caso de dúvida, converse com seu médico.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */