Relacionamento

3 coisas sobre o amor que todos os casais deveriam saber

O amor é uma coisa banal. Todo mundo fala de amor, diz que ama, quer amar e ser amado. Mas será que sabemos como esse sentimento tão complicado funciona?

Muitas vezes a forma como fomos educadas ou as coisas que aprendemos em filmes, músicas e livros nos passaram algumas lições sobre o amor que precisamos abandonar.

O amor é algo benéfico e que deve servir para prosperar, dar energia e apoio para enfrentar as dificuldades da vida. Agora, se o amor é mais um obstáculo para a felicidade do que um alicerce para ela, então precisamos rever nossas ideias sobre esse sentimento tão bonito.

Vamos lá? Veja agora 3 coisas que todos os casais deveriam sobre sobre o amor:

1. Expectativas irreais causam sofrimento

As expectativas irreais sobre o amor podem causar muito sofrimento. Mas como exatamente elas acontecem? Bem, quando você espera que ele demonstre amor exatamente da maneira como você gostaria, aí temos um problema.

Criar grandes expectativas é como viver cobrando uma performance da outra pessoa. O que isso significa na prática? Significa que a cada momento você pensa em como você gostaria que seu companheiro agisse e quando ele não atende a essa expectativa você se aborrece. Essas expectativas não respeitam a personalidade e o temperamento dele e podem causar muitos desentendimentos.

Se o seu marido é tímido, dificilmente ele fará uma declaração de amor em público. Se ele é do tipo calado, é improvável que, de uma hora para outra, comece a falar dos detalhes dos seus dias. Controlar as expectativas tem a ver com respeitar seu companheiro e amá-lo mesmo com as diferenças que existem entre vocês.

Quando ele não demonstra o amor da maneira como você espera por causa de uma característica de sua personalidade, isso não significa que ele não te ama, mas que ele não consegue atingir todas as suas expectativas. Principalmente se você nunca falou para ele sobre o que você gostaria que ele fizesse.

Homens são criados para não demonstrar sentimentos e muitos deles possuem muita dificuldade de lidar com o que sentem. Por isso, seu marido pode simplesmente travar na hora de dizer que ama ou sequer se importa com pequenas atitudes que simbolizam esse sentimento. Isso acontece não porque ele é uma pessoa ruim, mas porque foi criado para agir assim.

Entretanto, isso não é uma regra absoluta. É evidente que existem muitos homens sensíveis e carinhosos, inclusive há homens que são mais carinhosos que as mulheres!

2. Diferença não é defeito

Ninguém é igual a ninguém, certo? Existem características da personalidade que nascem com a gente, existem outros traços criados ao longo da infância e existem coisas que mudam com o tempo. Assim, cada pessoa possui sua personalidade.

Na vida a dois é preciso respeitar as diferenças. Em seu livro “Amar pode dar certo” os especialistas Roberto T. Shinyashiki e Eliana Bittencourt Dumét escreveram:

É fundamental termos claro, em nossas mentes, as coisas em que somos diferentes um do outro e o que é de real importância modificarmos, para que o relacionamento não apenas sobreviva, mas seja um crescer contínuo”.

Outro detalhe para o qual os autores chamam a atenção neste livro é a busca contínua de defeitos na outra pessoa. Isso pode ser muito doloroso para a pessoa que convive com as críticas constantes. Julgar demais as outras pessoas pode ser uma forma de se sentir melhor ou querer que as coisas sejam sempre conforme o seu desejo.

Enfim, na relação a dois a tolerância e a flexibilidade devem ser exercitadas sempre. Desta forma vocês aprendem a lidar com as limitações um do outro. Com o tempo algumas coisas podem mudar, mas apenas com o tempo. Mudanças reais e profundas levam tempo.

3. O amor vai além das palavras

Dizer que ama o tempo todo pode ser sinal de amor sim. No entanto, pode ser também sinal de que se criou uma rotina, um hábito de dizer que ama. E quando as palavras saem pela boca de forma automática perdem o real sentimento que dá o significado dessas palavras.

O amor deve se expressar, acima de tudo, por atitudes. São pequenas atitudes, gestos simples e cheios de carinho. São detalhes que tornam o dia mais agradável. Se vocês se amam essas atitudes devem estar presentes e de maneira equilibrada entre os dois.

Afinal, dar tudo sem receber nada em troca pode funcionar por um tempo, só que traz consequências muito ruins para quem se submete a este tipo de relação.

E sempre é bom lembrar que cada pessoa possui uma série de atitudes amorosas, que podem ser diferentes de uma pessoa para outra, mas que sempre estão lá quando há amor.

E aí, o que achou dessas três características do amor que todos os casais deveriam saber? Tem alguma sugestão? Envie para nós uma mensagem pela página do Facebook do Tudo Ela! E não esqueça de compartilhar este artigo nas redes sociais!

Se você quer ler mais sobre como fortalecer o seu relacionamento, olha só:

Obrigada e até mais!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */