Beleza Cabelos

Ampolas capilares: para que servem e como usar?

Toda mulher quer ter cabelos saudáveis, brilhosos e fortes naturalmente. No entanto, devido às agressões externas pelas quais os nossos fios passam diariamente, como clima seco, sol, umidade e poluição, além do uso constante do secador, chapinha, babyliss, tinturas, alisamentos, entre outros tratamentos químicos, a tarefa de conseguir madeixas bonitas torna-se difícil sem o uso de produtos complementares na rotina de beleza.

Por isso, além de apostar em bons shampoos, condicionadores e produtos de hidratação, nutrição e reconstrução (as três etapas do cronograma capilar), incluir nos cuidados com os cabelos as chamadas ampolas capilares também pode ser uma forma de reforçar o tratamento dos fios, já que estas ajudam a suprir as necessidades vitamínicas da fibra capilar, restaura-a e melhorando a saúde e aparência das nossas madeixas.

E elas estão por todo lugar! Depois que as grandes marcas e fabricantes de produtos capilares viram nesses produtinhos a oportunidade de oferecer às mulheres uma alternativa prática para revigorar os seus fios sem precisar ir ao salão de beleza todo mês para apará-los, as ampolas capilares podem ser encontradas facilmente em farmácias, supermercados e lojas de cosméticos.

No entanto, apesar de os famosos flaconetes coloridos terem caído no gosto popular, nem todo mundo sabe qual é a sua real função nos cabelos e como utilizá-los para conseguir os efeitos desejados nos fios.

Sendo assim, no artigo de hoje, nós vamos te contar para que servem e como usar as ampolas capilares para potencializar o seu tratamento capilar. Fique de olho nas dicas!

O que são as ampolas capilares?

As ampolas capilares nada mais são do que vitaminas disponibilizadas em pequenos flaconetes coloridos (vidrinhos), que podem ser compradas em farmácias, supermercados e lojas de cosméticos, sendo tão populares a ponto de ser difícil encontrar alguém que nunca as utilizou alguma vez na vida.



Os produtinhos podem ser encontrados em diferentes marcas, fabricantes e vitaminas, que também possuem objetivos distintos, seja para a limpeza, nutrição, maciez, brilho, hidratação, reparação de pontas duplas, reconstrução dos fios e do couro cabeludo, entre outros.

Em geral, as ampolas são mais recomendadas para mulheres que não têm muito tempo para cuidar dos cabelos, seja em casa ou no salão de beleza, e precisam de um tratamento mais profundo nos fios, uma vez que o produto age em poucos minutos com uma fórmula concentrada e substâncias específicas para as necessidades do cabelo, deixando-o mais forte e hidratado.

O pouco conteúdo nos vidrinhos se explica pelo fato de as ampolas serem vendidas apenas em dosagem única. Ou seja, elas podem ser usadas uma única vez no cabelo, já que se tratam de vitaminas e que, mesmo sendo benéficas à saúde capilar, jamais devem ser utilizadas em excesso nos fios, sob o risco de causar hipervitaminose, que provoca a queda e quebra dos fios.

No mais, as ampolas capilares podem ser aplicadas em todos os tipos de cabelos, sejam virgens ou quimicamente tratados. No entanto, como cada uma possui ativos diferentes para cada tipo de tratamento, é importante estar atenta ao seu modo de aplicação e nas instruções do produto fornecidas pelas marcas e fabricantes para obter os resultados desejados nas madeixas, como nós vamos te ensinar a seguir.

Como usar? Veja o passo a passo

Como as ampolas capilares possuem fórmulas e objetivos diferentes, o seu modo de uso vai depender, única e exclusivamente, das instruções da embalagem.

Ou seja, de nada adianta colocar a ampola no seu shampoo, condicionador ou máscara de hidratação só porque a sua amiga fez o mesmo com uma outra ampola que ela comprou. Como falamos, cada uma têm funções diferentes e, portanto, a forma de aplicação também muda de uma para a outra.

Por exemplo, as ampolas de limpeza servem para fazer uma higienização profunda do couro cabeludo, eliminando os resíduos de produtos e equilibrando a oleosidade da região. Por esta razão, ela deve ser utilizada sempre antes do banho e diretamente na raiz capilar.

Enquanto isso, as ampolas destinadas a cabelos ressecados, que possuem fórmulas mais oleosas e ação instantânea, devem ser aplicadas ao condicionador para surtir melhores efeitos. Ainda, existem as ampolas que precisam de um tempo de “pausa”, ou seja, que não possuem ação instantânea, e podem ser aplicadas tanto diretamente nos fios quanto misturadas à máscaras de tratamento para garantir maior brilho e sedosidade aos fios.

Enfim, como falamos no decorrer desse artigo, são vários tipos de ampolas e diferentes modos de uso. Portanto, fique atenta às instruções da embalagem do produto que você comprar antes de sair aplicando no cabelo de qualquer jeito, ok?

No mais, se você nunca usou uma ampola capilar antes, o modo básico e mais comum de utilizá-las é da seguinte forma:

Passo 1: Lave bem os cabelos

Primeiro, lave bem os seus cabelos com o shampoo que você usa rotineiramente. Enxágue bem e, em seguida, seque-os com a ajuda de uma toalha, sem esfregá-la nos fios, apenas amassando-os delicadamente.

Passo 2: Aplique a ampola

Aplique a ampola que você comprou no comprimento ou couro cabeludo, dependendo da fórmula ou objetivo do produto. Massageie bem com os dedos, de forma suave, por cerca de cinco minutos ou pelo tempo recomendado na embalagem.

Passo 3: Enxágue e finalize

Depois da aplicação correta da ampola, basta enxaguar os cabelos em água morna ou fria como de costume, cuidando para que todos os resíduos do produto sejam removidos completamente dos fios. Se assim sugerirem as instruções da embalagem, aplique um condicionador para fechar as cutículas dos cabelos.

Dica importante

Vale ressaltar, mais uma vez, que esse modo de uso descrito no passo a passo anterior não é uma regra geral. Portanto, continua sendo a recomendação mais importante seguir as instruções de uso da embalagem da ampola que você comprou, ok?

Quando usar as ampolas capilares?

Neste caso, do mesma forma que acontece com o modo de uso, as ampolas capilares possuem períodos diferentes entre cada aplicação, de acordo com as fórmulas e objetivos de cada uma. No entanto, no geral, a recomendação é para que elas sejam aplicadas nos cabelos a cada 15 dias para reforçar o tratamento de hidratação, nutrição ou reconstrução.

Isso porque, como as ampolas são altamente concentradas com ativos como colágeno hidrolisado, D-pantenol, aminoácidos, ceramidas, extratos vegetais, silicone e seus derivados, entre outros, é necessário um intervalo de pelo uma quinzena para não acumular resíduos no couro cabeludo e deixar os fios opacos e sem maciez.

Além disso, especialistas indicam que esses produtos devem ser a opção em períodos em que os fios estejam porosos, com muito frizz e pontas duplas. Outros problemas e patologias, como cabelos muito danificados, com fios elásticos e sem vida, precisam de tratamentos mais potentes, como o botox capilar, para ter resultados reais.

Como escolher a melhor ampola para o meu cabelo?

A melhor ampola para o seu cabelo será aquela que corresponde à necessidade dos seus fios no momento. Se eles estão ressecados, porosos, com pontas duplas, com frizz, etc., enfim, tudo vai depender de uma avaliação prévia em relação à saúde dos seus cabelos para ter uma ideia da melhor ampola para o seu caso.

A seguir, nós vamos te mostrar quais são os tipos de ampolas capilares mais utilizados e quais as suas funções nas madeixas. Assim, ficará mais fácil para você decidir qual será a melhor para os seus fios.

  • Aloe Vera (Babosa): Indicada para cabelos cacheados e crespos devido ao seu alto poder hidratante.
  • Ceramidas: Hidrata e encorpa os fios, oferecendo-lhes mais brilho e sedosidade, sendo uma excelente opção para cabelos quimicamente tratados.
  • Camomila: Atua no clareamento dos cabelos, mas só no caso de fios naturalmente loiros ou claros.
  • Gérmen de trigo: Atua na nutrição de cabelos coloridos e secos.
  • Jaborandi: Capaz de atuar diretamente no couro cabeludo, combatendo a queda dos fios e fortalecimento dos mesmos, além de estimular o seu crescimento saudável.
  • Queratina: Atua na reconstrução dos fios e realça o seu brilho.
  • Guaraná: Recomendada para cabelos oleosos, a ampola deixa os cabelos brilhosos e saudáveis.
  • Óleo de Amêndoas: Devolve a umidade dos cabelos (hidratação), eliminando o ressecamento.
  • Manteiga de Karité: Capaz de hidratar cabelos excessivamente danificados.
  • Semente de Uva: Indicada principalmente para cabelos ressecados, nutrindo-os e oferecendo brilho aos fios.
  • Óleo de Abacate: Indicada para cabelos secos, especialmente os cacheados e crespos, a ampola garante brilho e hidratação aos fios.
  • Semente de Linhaça: Também chamada popularmente de linho ou lino, essa ampola é indicada para cabelos ressecados ou coloridos, ajudando na reparação profunda da fibra capilar.
  • Vitamina A: Oferece brilho, maciez e fortalece os cabelos, sendo, por este motivo, indicada para cabelos coloridos ou quimicamente tratados.
  • Vitamina B5: Considerada uma das mais potentes, essa ampola é capaz de revitalizar os cabelos quebradiços e sem vida.
  • Vitamina C:Indicada para cabelos muito secos, ela é capaz de nutrir os fios profundamente.
  • Vitamina E: Fortalece o cabelo e elimina pontas ressecadas.
  • Alho: Nutre e fortalece os fios.
  • Hormônio: Recomendada para cabelos fracos e que necessitem de mais força para crescer, essa ampola é capaz de favorecer a maleabilidade e o pentear dos cabelos, isso graças ao seu efeito condicionante.
  • Óleo de Argan: Reconstrói a fibra capilar, além de hidratar, fortalecer e oferecer brilho aos fios.
  • Tutano: Indicada especialmente para cabelos secos, a ampola fortalece os fios profundamente.
  • Silicone: A ampola fecha as escamas dos fios (sela) e repara as pontas duplas.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */