Beleza Pele

Como aplicar protetor solar no rosto?

Existe uma avalanche de informações sobre como nos proteger do sol. No entanto, algumas pessoas ainda têm dúvidas sobre como aplicar protetor solar no rosto.

A maioria dos indivíduos usa menos do que o necessário ou deixa áreas desprotegidas. Além disso, tem aqueles que nem usam proteção solar. Isso é um risco grave para a sua pele. Estudos já comprovaram que cerca de 30% dos casos de câncer de pele seriam reduzidos se usássemos bem o produto.

Como não queremos que ninguém entre neste triste percentual, aqui vão algumas dicas para você ter como aplicar protetor solar no rosto corretamente.

Como aplicar protetor solar no rosto e livrar a sua pele dos males do sol

Vamos além da proteção solar na praia ou na piscina, no verão ou na neve. Existem áreas da nossa anatomia que são expostas ao sol apenas alguns meses por ano. Outras, como as mãos e o rosto, que são expostas permanentemente.

Graças ao trabalho de sensibilização de muitos profissionais de saúde, grande parte da população sabe que o filtro solar para o rosto não é um produto sazonal.

Você tem que proteger o rosto e as mãos constantemente, diariamente. E aqui surge a pergunta mais frequente que a maioria das pessoas faz: como aplicar protetor solar no rosto de forma correta e eficaz?



Aplicar antes de sair de casa

É importante que você aplique o filtro solar pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol. Este é o tempo que os filtros químicos levam para agir (entre 20 e 30 minutos). Por isso, é melhor colocar o produto em casa antes de sair para a piscina, para a praia ou para qualquer atividade na rua.

Quantidade generosa

Para obter o nível de proteção indicada na embalagem, você deve aplicar uma quantidade considerável que cubra cada área do rosto. Não economize na hora de espalhar o produto.

É imprescindível não se esquecer de renovar a aplicação do creme a cada 2 horas. Neste momento, uma boa quantidade também é muito importante.

Veja também:

Espalhe uniformemente

Os filtros físicos (óxido de zinco e dióxido de titânio) deixam um acabamento esbranquiçado que permite que você veja onde o creme foi aplicado. No entanto, se contiver filtros químicos (invisíveis), preste mais atenção, porque você pode deixar áreas sem aplicação.

Não se esqueça das partes menos “visadas”, como orelhas e pescoço.

Frequência

Renove o aplicação a cada 2 horas. Sempre que sair da água também é necessário usar o protetor de novo, uma vez que ele acaba perdendo a eficácia ao absorver a radiação, além do contato com o suor e o esfregar nas toalhas e cangas.

Para os casos do dia a dia, leve em conta a região em que está. Se o sol for muito forte e você ficar boa parte de seu tempo exposta a ele, é preciso manter essa regularidade de aplicação do produto.

Caso seja um local com clima mais ameno, e não houver uma grande exposição, passe o protetor por duas vezes ao dia.

Dois erros muito comuns

Você quer saber como aplicar protetor solar no rosto e manter-se protegida durante todo o dia? Bom, existem dois erros bem comuns que “anular” o efeito do filtro solar. Tomando conhecimento desses impeditivos, será um passo dado para uma proteção excelente.

Erro 1 – Aplique o protetor primeiro e, em seguida, o creme de rosto diário

Deve ser feito exatamente ao contrário: a última coisa a aplicar no rosto é sempre o protetor solar.

Este produto realiza um efeito de tela que protege a pele da radiação, mas se você colocar outro creme sobre esta ação, seu efeito vai “desaparecer”.

Além disso, para que seu creme de tratamento (antienvelhecimento, firmador, etc.) seja eficaz, seus ingredientes ativos devem penetrar diretamente na pele, sem que haja “qualquer coisa” que dificulte sua absorção.

E se você colocar maquiagem? Substitua a base por um protetor com cor: BB Creams com FPS, protetores solares compactos que são aplicados com uma esponja, etc.

Erro 2: Aplique repelente e protetor solar ao mesmo tempo

Estudos recentes sugerem que os repelentes de insetos que contêm DEET (o ingrediente usual nessas fórmulas) podem degradar o fator de proteção do filtro solar.

De fato, produtos com repelente e FPS não são recomendados ao mesmo tempo.

Se não houver escolha a não ser usar ambos, coloque o protetor primeiro. Aguarde agir por 20 minutos e somente depois aplique o repelente.

Situações enganosas

Muitas vezes as queimaduras na pele ocorrem no momento mais inesperado, quando acreditamos que somos “falsamente” protegidos. Nas situações a seguir, você também precisa aplicar protetor solar:

  • Se o dia estiver nublado: É importante proteger-se da mesma forma que um dia de sol. Sabia que 90% da radiação solar consegue atravessar as nuvens e chegar intacta à sua pele?;
  • Se você está na água ou ventando: A sensação de falta de calor pode fazer você esquecer que os raios continuam a afetar intensamente a pele;
  • Sob um guarda-chuva: Você também deve colocar proteção neste caso. Isso porque, mesmo se você estiver na sombra, existe a penetração de até 35% da radiação solar;
  • Se você tem a pele escura: Independente da quantidade de melanina, não se pode esquecer da aplicação de protetor solar. O “bronzeamento”, embora evite queimaduras, não protege contra os raios UVB ou bloqueia os efeitos dos raios UVA e infravermelho.

Você não precisa ser um grande conhecedor do assunto para entender como aplicar protetor solar no rosto. Você só precisa ter o hábito certo: o protetor solar deve ser aplicado com frequência mesmo em dias nublados.

Agora que você já tomou conhecimento de todas essas informações que muitas vezes ouvimos, mas nem sempre damos a devida credibilidade, não se arrisque mais. Dê ao seu rosto o melhor que ele merece em proteção e cuidados.

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */