Remédios Saúde

Azitromicina: indicações, posologia e efeitos colaterais

A azitromicina é um antibiótico da classe dos macrolídeos, pertencente à família da eritromicina e da claritromicina, sendo o primeiro antibiótico da classe dos “azalídeos”.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% EM TODO O SITE

Por ser um antibiótico, seu uso pode provocar efeitos colaterais e somente é vendido em farmácias e drogarias mediante apresentação de prescrição médica, conforme normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA.

Indicações da azitromicina

A azitromicina é indicada para o tratamento de infecções do trato respiratório causada por bactérias, doenças de pele, infecções urinárias e também é recomendada no tratamento de algumas doenças sexualmente transmissíveis.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Vale ressaltar que a azitromicina não combate infecções causadas por vírus, portanto, não deve ser utilizada para tratar gripes e resfriados.

A azitromicina é um antibiótico que combate as bactérias Escherichia coli, Haemophilus, Moraxella, Mycoplasma, Legionella, Streptococcus, Salmonella, Shigella, Yersinia, Clamidia, Vibrio cholerae e Neisseria gonorrhoeae.

Esse medicamento é eficaz no tratamento de infecções como:




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina
  • Pneumonia;
  • Bronquite;
  • Faringite;
  • Amgidalite;
  • Sinusite, rinite, otite;
  • Coqueluche;
  • Acne e furúnculos;
  • Diarreia bacteriana;
  • Cólera;
  • Cancro mole;
  • Uretrites por gonorreia;
  • Doença inflamatória pélvica;
  • Uretrites por clamídia.

Azitromicina e seus nomes comerciais

A azitromicina é encontrada em comprimidos de 500 mg, 1000 mg e também na forma de xarope, como medicamento genérico e outros nomes comerciais existentes no mercado, distribuídos por vários laboratórios.

Conheça alguns deles:

  • Azimix (Antivus);
  • Astro (Eurofarma);
  • Azi (Sigma Pharma);
  • Azitrolab (Multilab);
  • Azimed (Grupo Cimed);
  • Azitron (Mabra);
  • Azitromed (Medquímica);
  • Clindal Az (Merck);
  • Azitromicia (EMS);
  • Tromizir (Belfar);
  • Zitroneo (Neo Química);
  • Zimicina (Sandoz);
  • Zithromax (Pfizer).

Como tomar e armazenar a azitromicina?

A azitromicina, como qualquer outro medicamento, deve ser guardada em local seco e longe do calor. Lembrando que o banheiro não é um local ideal para guardar medicamentos e alguns produtos cosméticos, em virtude de ser muito úmido em razão do vapor do chuveiro.

Esse medicamento se destaca dos demais antibióticos por sua posologia ser bem mais simples, que costuma ser de apenas um comprimido diário, por 3 a 5 dias. Inclusive, existem alguns tipos de infecções que podem ser tratadas com apenas uma dose única do antibiótico.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Em razão disso, ela pode ser tomada em jejum ou durante as refeições e apenas uma vez por dia. Já nos tratamentos com mais de um dia de duração, é recomendável tomar a azitromicina mais ou menos no mesmo horário.

No caso de ocorrer o esquecimento de tomar o medicamento, é aconselhável que tome o comprimido assim que possível. Se o horário estiver muito próximo da outra dose, não é necessário tomar dois comprimidos.

Posologia da azitromicina

A maioria dos antibióticos precisa ser tomado por 10 a 14 dias, com posologia diária de 2 a 3 comprimidos. Já a azitromicina é um antibiótico de longa duração e lenta liberação pelos tecidos.

Cada dose de 1 grama mantém-se ativa por cerca de 70 horas, o que faz com que o tratamento tenha um tempo bem menor, com no máximo 5 dias de prescrição e com apenas uma dose diária.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Confira abaixo a posologia habitualmente prescrita do medicamento para algumas moléstias:

  • Faringite: 500 mg no primeiro dia, seguido por 250 mg por dia por 4 dias;
  • Sinusite: 500 mg por dia durante 3 dias;
  • Clamídia: 1000 mg em dose única;
  • Pneumonia: 500 mg no primeiro dia, seguido por 250 mg durante 4 dias;
  • Cancro mole: 1000 mg em dose única.

Posologia da azitromicina no uso pediátrico

Na maioria das vezes, o mais indicado para o tratamento pediátrico é o uso da azitrominica em forma de xarope, sendo que a posologia varia de acordo com o peso da criança.

Vale ressaltar que apenas crianças que pesam mais de 45 kg estão aptas a tomar o antibiótico.

  • Nas infecções respiratórias e do trato urinário, a dosagem deve ser de 10 mg para cada 1 kg de peso, administrada em dose única por no máximo três dias. O uso da azitromicina não deve ultrapassar 30 mg/kg somando o total de dias de tratamento;
  • Em casos de infecções em níveis mais avançados, bem como na faringite estreptocócica e febre reumática, a posologia poderá ser, de acordo com a recomendação médica, de 20 mg/kg por dia, por um período de até três dias.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Contraindicações da azitromicina

Posologia da azitromicina em pacientes com insuficiência renal

Nesses casos, somente o médico pode avaliar a possibilidade do tratamento de infecções com azitromicina, em pacientes que tenha histórico de insuficiência renal, ou qualquer outra anomalia como pedras e cálculos renais. Como cada caso é um caso, além da avaliação, o médico também poderá ajustar as doses do medicamento.

A azitromicina não é indicada para pacientes com insuficiência hepática principalmente portadores de hepatite e cirrose, por ser um medicamento que pode ser tóxico para o fígado.

Efeitos colaterais da azitromicina

A azitromicina é um antibiótico muito seguro, bem tolerável, apresentando eleitos colaterais de baixa intensidade em comparação a outros de sua classe.

Os efeitos colaterais ocorrem mais a nível gastrointestinal, aproximadamente em torno de 5 a 10% dos casos, quando é administrada uma dose maior ou igual a 1 mg por dia, que são:

  • Vômitos;
  • Náuseas;
  • Diarreia;
  • Cólicas;
  • Desconforto abdominal;
  • Icterícia;
  • Coceira e vermelhidão;
  • Perda de apetite;
  • Sonolência.

No entanto, se ocorrer qualquer tipo de manifestação alérgica, o tratamento deve ser interrompido e o médico avisado.

Azitromicina na gravidez

A azitromicia, apesar de não haver comprovadamente o risco de malformação do feto, é um medicamento não indicado durante a gravidez e também deve ser evitado durante o aleitamento materno.

A azitromicina corta o efeito da pílula anticoncepcional?

Existem alguns antibióticos que podem cortar o efeito de anticoncepcionais. Mas não é o caso da azitromicina. O medicamento não corta o efeito do anticoncepcional, nem interfere, sejam eles em forma de pílula, adesivo, implante, injeção, minipílula ou a pílula do dia seguinte.

Interações medicamentosas

Alguns medicamentos apresentam interações com a azitromicina e que o paciente deve informar ao médico se faz uso de algum deles. O uso de antiácidos também deve ser evitado por um período anterior e posterior à administração do antibiótico.

Conheça alguns deles:

  • Antiácidos;
  • Amiodarona;
  • Ciclosporina;
  • Digoxina;
  • Magnésio;
  • Tracolimo;
  • Nelfinavir;
  • Varfarina;
  • Fenitoína.

Lembre-se: jamais pratique a automedicação. Esse artigo tem caráter informativo e você não deve tomar a azitromicina sem orientação médica.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */