Decoração

Azulejo português: Elegância que resiste ao tempo

Azulejo português

Ele possui traços florais e geométricos que garantem uma riqueza de detalhes em azul e branco. O azulejo português está presente principalmente no design de interiores e arquitetura.

É inspirado em porcelanatos antigos, arabescos ou cenas pintadas. O resultado é uma leveza que completa a decoração de maneira sofisticada e, ao mesmo tempo, aconchegante.

Além do revestimento de paredes internas e externas, o azulejo de Portugal pode ser utilizado no piso e como estampa em objetos de decoração, tecidos de colchas e almofadas.

Com o passar do tempo, o tradicional azulejo português sofreu transformações, foi reinventado graças à mistura de várias técnicas, materiais e cores.

Porém, nunca perdeu sua essência, isto é, o desenho padrão continua o mesmo. As releituras modernas não tiraram o charme e a riqueza das peças.

A tradição do azulejo português ganhou inclusive as passarelas e os closets femininos. Sim, as estampas também são vistas nas curvas e acessórios de mulheres de várias idades e estilos.

De vez em quando, as peças voltam com força total às tendências nos projetos de designers de interior. Com isso, em vez de fachadas que preservam tradição e história, o azul e o branco do azulejo português tomam conta de paredes, móveis, quadros, vasos, entre outros.

Azulejo português cozinha

No Brasil, a azulejaria ganhou força com a arquitetura, especialmente no acabamento de banheiros e cozinhas. Sua qualidade impermeabilizante e o baixo custo contribuíram bastante neste sentido.

A aplicação do revestimento pode ter começado por ambientes úmidos, tais como áreas de serviço. No entanto, a estampa marca presença em diversos cômodos, dependendo da imaginação.

A popularização do azulejo português acabou ‘transformando’ o item em um estilo – e não um material, digamos assim. Tanto é que o ladrilho hidráulico tem um jeito muito parecido com o azulejo de Portugal, mas o material não é o mesmo.

Aliás, o azulejo português e o ladrilho hidráulico são excelentes recursos na decoração de exteriores. É o caso da área para a churrasqueira, que ganha um ar delicado e rústico ao mesmo tempo.

E que tal enfeitar o jardim com a graciosidade o colorido do azulejo português?

Curiosidades e história da arte da azulejaria

O hábito de utilizar azulejo no décor faz parte da tradição antiga europeia, principalmente a portuguesa, e a partir da influência árabe.

Já as cores são inspiradas na louça chinesa azul e branca, que os portugueses introduziram na Europa depois de navegarem pelo Oriente.

A arte da azulejaria ganhou destaque em terras portuguesas, mas fincou raízes mesmo na Península Ibérica.

Azulejo português quarto

A técnica foi simplificada pelos artesãos, pois era muito demorada para ser concluída. A adaptação aos padrões e gostos do Ocidente ajudou a aumentar sua popularidade.

A partir do século XIX, o azulejo azul e branco passa a ter maior visibilidade. É quando ele sai das igrejas e palácios para ocupar as fachadas dos prédios. Começa aí a relação de sucesso entre o azulejo português e a arquitetura.

Além da beleza, a resistência foi outra razão para o revestimento ganhar status de solução decorativa queridinha e, portanto, mais fama.

Como combinar o azulejo português com o resto da decoração?

Muita gente tem dúvida, afinal, o revestimento já traz cores e desenhos. É natural ter receio de deixar tudo meio over…

Mas existe uma regrinha simples para acertar na escolha da paleta de cores ideal para combinar um objeto ou uma parede da casa. Ela vale para diversas outras situações e diz o seguinte: planeje onde será utilizado o azulejo antes de aplicá-lo.

E ainda: não ponha em prática sua ideia sem levar em conta que deve haver harmonia nas composições. Isto é, nada de carregar nelas, mesmo que o visual do projeto seja mais colorido.

Boa sorte! E até breve…

Sobre o autor

Fatima